A declaração de Xabi Alonso sobre o interesse de Liverpool e Bayern

4 minutos de leitura

Xabi Alonso tem sido um dos nomes mais cotados para substituir Jürgen Klopp no Liverpool no fim da temporada, quando o treinador dos Reds deixará Anfield.

Na entrevista coletiva anterior ao jogo contra o Mainz 05, pela 23ª rodada do Campeonato Alemão, Xabi quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre as especulações em torno do clube que irá treinar em 2024/25.

Xabi Alonso quebra silêncio sobre especulação no Liverpool e no Bayern de Munique

Desde o anúncio da saída de Klopp do Liverpool, Xabi se tornou o favorito para assumir o posto. Além da campanha impecável do Leverkusen na atual temporada sob o comando do treinador, o alemão tem identificação com os Reds e sua torcida por ter atuado no time quando ainda era jogador.

No entanto, se antes o Liverpool era um destino certo para Xabi Alonso, que tem contrato com o Leverkusen até junho de2026, as coisas parecem ter mudado depois de outro clube ter anunciado a saída de seu técnico.

Nesta quarta-feira (21), o Bayern de Munique compartilhou que, em acordo entre o clube e treinador, Tuchel encerraria sua passagem na equipe no fim desta temporada. Com isso, a concorrência para tirar o comandante do Leverkusen se tornou mais acirrada, já que o nome de Xabi apareceu como um possível substituto.

Na entrevista coletiva, Alonso foi questionado sobre a possibilidade de treinar tanto os Reds como os Bávaros. Então, ele quebrou o silêncio sobre as especulações e relatou que não tem nenhuma informação nova sobre nenhum dos dois clubes.

— Bayern, Liverpool? Não tenho nada de novo a dizer. Neste momento sou treinador do Bayer Leverkusen e é isso. Em relação ao futuro, não tenho nada de novo a dizer.

Alonso foi questionado se havia recebido alguma ligação da direção do Bayern com um convite para integrar a comissão técnica. O treinador tratou a ligação como algo “hipotético”.

— Se eu recebi uma ligação do Bayern? Isso é apenas hipotético. Mais uma vez, não tenho nada de novo a dizer.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.