Revelado: este é o motivo para Xabi Alonso ter dito não ao Liverpool

5 minutos de leitura

Xabi Alonso contrariou as expectativas de parte do público e confirmou que ficará no Bayer Leverkusen na próxima temporada. Mas o que leva o um treinador tão jovem a negar possibilidades atraentes como comandar Liverpool ou Bayern de Munique? O “The Athletic” expôs os bastidores do “fico” do espanhol.

O Leverkusen está muito perto de vencer a Bundesliga, além de se manter vivo nas lutas pela Copa da Alemanha e Europa League. Xabi Alonso tem contrato até 2026 e não pretende se saciar com a temporada de gala que faz na equipe alemã. Ele sente que tem muito a extrair do elenco e, ao mesmo tempo, evoluir como profissional.

Xabi Alonso sabe que ainda precisa evoluir

O espanhol demonstra ter uma autoconsciência fora da curva. Em conversas com fontes ligadas ao treinador, o “The Athletic” ouviu que Xabi Alonso admite ainda ter limitações que poderão ser solucionadas ao longo do tempo. Para isso, o Bayer Leverkusen é o melhor lugar neste momento.

O técnico não tem pressa e acredita ainda estar aprendendo o ofício. Xabi Alonso tem somente 42 anos e começou sua trajetória como treinador em 2018, no time sub-14 do Real Madrid. Quebrar contratos nunca foi uma prática muito comum para ele. O comandante, por exemplo, rejeitou uma investida para treinar o Borussia Mönchengladbach, em 2021, enquanto ainda treinava o time B da Real Sociedad.

Xabi precisou ser persuadido a assumir o Bayer Leverkusen e só aceitou após ter certeza do perfil do clube. Ele está no time desde 2022 e julga ser um período curto. Por exemplo, sente falta de disputar a Champions League pela equipe, o que acontecerá na próxima temporada.

Dinheiro também não é a questão para o profissional, que teve uma carreira de sucesso como jogador, inclusive pelo próprio Liverpool. Xabi Alonso não trabalha para ter grandes salários. Ele tem um ideal que vai além de sua conta bancária.

Xabi Alonso e Jeremie Frimpong no Bayer Leverkusen (Foto: Icon Sport)

Liverpool já sabia que Xabi Alonso ficaria no Leverkusen

O diretor do Liverpool Richard Hughes recebeu um telefonema de Iñaki Ibanez, agente de Alonso, confirmando que o treinador não deixaria o Bayer Leverkusen agora. O Liverpool, porém, já tinha informações de que o espanhol ficaria na Bundesliga. Houve pouca surpresa do clube, que já passou a explorar opções alternativas.

Além dos Reds, quem também queria o treinador era o Bayern de Munique. Mas o clube perdeu as esperanças poucos dias antes do anúncio oficial feito pelo profissional. Teria Xabi Alonso desperdiçado duas chances que podem não voltar mais?

Ninguém garante que o técnico será desejado assim no futebol, mas o panorama ainda é bom para Xabi. O Real Madrid faz brilhar seus olhos e pode ser uma alternativa depois do fim do contrato de Carlo Ancelotti, até junho de 2026. O nome de Alonso também aparece como um dos possíveis sucessores de Pep Guardiola no Manchester City.

Xabi Alonso pelo Liverpool em jogo de veteranos (Foto: Icon Sport)

Os nomes estudados pelo Liverpool para a vaga de Klopp

Substituir Jürgen Klopp não será tarefa fácil. Assim que teve a certeza que Xabi Alonso ficaria no Bayer Leverkusen, o Liverpool se debruçou pelas outras alternativas em busca de um “plano B” que agora se transformará em “plano A”.

O número 1 da lista neste momento é Rúben Amorim, do Sporting. Ele se enquadra no perfil buscado pela direção e tem um futebol ofensivo e que, de certa forma, assemelha-se ao de Klopp. Logo em seguida, aparecem também valorizados os nomes de Julian Nagelsmann, da Alemanha, e Roberto De Zerbi, do Brighton.

Outros nomes correm por fora mas também são considerados. São eles: Thomas Frank (Brentford), Simone Inzaghi (Inter de Milão), Thiago Motta (Bologna), Thomas Tuchel (Bayern) e Paulo Fonseca (Lille).

O Liverpool terá que ser extremamente cuidadoso para escolher seu próximo treinador. Os nomes estão na mesa e agora Richard Hughes, novo diretor de futebol do clube, terá de entrar de vez em ação.

Rúben Amorim é o treinador do Sporting (Foto: Icon Sport)
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.