Women’s Super League: as maiores campeãs da ‘Premier League’ feminina

2 minutos de leitura

A Women's Super League (WSL) é uma das principais competições de futebol da atualidade. O campeonato é considerado a Premier League feminina e a maior liga da Inglaterra. Fundada em 2010, conta com 12 equipes na disputa pelo título. Desde a primeira edição, quatro equipes foram campeãs do torneio, que reúne algumas das melhores jogadoras da atualidade.

Quem é o maior campeão do Campeonato Inglês feminino?

O Chelsea é o maior campeão da WSL, com seis títulos conquistados

Lista de campeões da Women's Super League

  1. Chelsea (6) – 2014/15, 2017/18, 2019/20, 2020/21, 2021/22 e 2022/23
  2. Arsenal (3) – 2010/11, 2011/12 e 2018/19
  3. Liverpool (2) – 2012/13 e 2013/14
  4. Manchester City (1) – 2015/16

A Women's Super League é a principal competição nacional da Inglaterra. O Chelsea é o maior campeão. Os Blues ficaram com o título em seis temporadas. Além disso, são os atuais campeões, sendo o quarto seguido.

O primeiro título do Chelsea na “Premier League” feminina foi em 2015, enquanto o segundo veio em 2017. Mas a partir da temporada 2019/2020, os Blues confirmaram o favoritismo quatro vezes seguidas. Além disso, ficaram com o vice-campeonato em 2014 e 2016.

Quais times foram campeões da Women's Super League?

Três times foram campeões do Campeonato Inglês feminino ao lado do Chelsea. Entre os clubes com mais títulos, o Arsenal ocupa o segundo lugar com três títulos, que vieram em 2011, 2012 e o último na temporada 2018/2019, além de um vice-campeonato em 2021/2022.

O terceiro maior campeão é o Liverpool, que conta com dois títulos. As Reds levantaram o troféu em 2013 e 2014. Por fim, o Manchester City conta com um título, conquistado em 2016. Mas as Citizens somam cinco vice-campeonatos, sendo 2015, 2017/2018, 2018/2019, 2019/2020 e 2020/2021.

Quem é a maior artilheira da Women's Super League?

A maior artilheira da Women's Super League é Vivianne Miedema. A habilidosa atacante defende o Arsenal e conta com 78 gols em 97 jogos. Na sequência, vem Bethany England, do Tottenham, com 69 gols em 148 partidas. Fechando o top-3, Ellen White balançou as redes em 61 oportunidades em 143 jogos. A ex-jogadora defendeu Chelsea, Leeds Carnegie, Arsenal, Notts Country, Birmingham City e Manchester City.

A Copa do Mundo Feminina 2023 será realizada na Austrália e Nova Zelândia a partir do dia 20 de julho e contará com a presença de algumas das maiores artilheiras do Campeonato Inglês. A Inglaterra conta com o reforço de Bethany England, enquanto Sam Kerr, do Chelsea, defenderá a anfitriã Austrália. Mas Miedema se recupera de uma lesão no ligamento cruzado sofrida em dezembro de 2022, sendo um dos grandes desfalques da Holanda na Copa.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.