Wolves e Newcastle protagonizam jogaço com duelo de brasileiros, golaço e ‘presentes’ de goleiros

5 minutos de leitura

A manchete do dia era o El Clásico entre Barcelona e Real Madrid, mas o melhor jogo deste sábado (28) foi entre Newcastle e Wolverhampton, no estádio Molineux, pela 10ª rodada da Premier League. As equipes ficaram no empate por 2 a 2 — Callum Wilson marcou os dois gols do Toon, enquanto Mario Lemina e Hwang anotaram para os mandantes.

O resultado deixou o Newcastle na sexta posição da tabela, com 17 pontos. Já os Wolves foram para 12º, com 12.

Duelo de brasileiros, falhas de goleiros e golaço no fim

A partida no Molineux teve de tudo, a começar pelo confronto entre duas duplas de jogadores com passagens pela seleção brasileira. Bruno Guimarães e Joelinton foram titulares do Newcastle, assim como Matheus Cunha começou jogando no Wolverhampton. João Gomes iniciou no banco e entrou no fim do segundo tempo.

Além disso, goleiros de ambos os times colaboraram para os gols marcados. José Sá falhou no primeiro gol dos visitantes e deixou entrar um pênalti defensável. Do outro lado, Pope também saiu mal no gol de cabeça de Lemina, que empatou o jogo pela primeira vez na etapa inicial.

Mas, no fim, quem definiu o resultado foi uma jogada espetacular dos Wolves, que teve Toti Gomes fazendo fila e tocando para Hwang, que ainda deixou o zagueiro no chão antes de empatar o jogo aos 26 minutos do segundo tempo. Um golaço do sul-coreano.

As notas de Wolves x Newcastle

Bruno Guimarães – 6,5

Como de costume, jogou centralizado no meio-campo do Newcastle e ganhou vários duelos no setor. Faltou um pouco de colaboração ofensiva a Bruno Guimarães e, no segundo tempo, caiu o desempenho, inclusive físico, como todo o time visitante, visivelmente cansado após o compromisso pela Champions League.

Joelinton – 6,0

Outra vez foi titular, algo que voltará a ser frequente com a suspensão de Sandro Tonali, mas também teve uma atuação discreta. Joelinton caiu bastante pelos lados e, por isso, foi menos participativo que Guimarães.

Callum Wilson – 7,5

O centroavante teve duas chances de fazer o gol e cumpriu seu papel nas duas, mesmo com uma dose de sorte. Callum Wilson aproveitou a saída errada de José Sá para abrir o placar e, quando o jogo estava empatado, voltou a deixar o Newcastle na frente cobrando um pênalti bem fraco, que só entrou porque o goleiro português espalmou para dentro.

Matheus Cunha – 6,5

O atacante brasileiro tem se destacado na temporada pela quantidade de vezes ao longo do jogo que consegue boas arrancadas, saindo até do campo de defesa. Foram seis dribles bem-sucedidos, o maior número entre todos os jogadores dos Wolves.

O que falta a Matheus Cunha é a eficácia na hora de concluir as jogadas. O brasileiro teve boas chances de marcar, chutou três vezes no gol, mas não conseguiu balançar as redes em nenhuma delas.

João Gomes – sem nota

Entrou aos 41 minutos do segundo tempo e não teve destaque durante o jogo.

Pedro Neto – 8,0

Em que pese os dois gols de Wilson, Pedro Neto foi o melhor jogador da partida. O português, que também é o líder de assistências entre todas as principais ligas europeias, fez o cruzamento para o gol do Lemina — no lance em que Pope saiu mal do gol — e criou as principais chances de gol durante o jogo.

Uma pena que o camisa 7 tenha saído lesionado no segundo tempo. Ele tem mostrado que é capaz de jogar num time mais protagonista da Premier League.

José Sá – 4,5

Foi a exibição do goleiro que impediu o Wolverhampton de ganhar um jogo importante em casa. Grande destaque negativo da partida, José Sá largou a bola nas mãos do ataque do Toon no lance do primeiro gol e espalmou para dentro o pênalti cobrado por Callum Wilson.

Próximos jogos

  • Manchester United x Newcastle – quarta-feira, 1/11, às 17h15 – Copa da Liga Inglesa
  • Sheffield United x Wolverhampton – sábado, 4/11, às 12h – Premier League

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]