Guia do Wolverhampton na Europa League 2019/2020

Até onde vão os Wolves na competição continental? Confira nossa análise

0
468
Ruben Neves Wolverhampton Shaun Botterill Collection Getty Images Sport
(Credit Shaun Botterill Collection Getty Images Sport)

Confira o guia especial da PL Brasil sobre o Wolverhampton na Europa League 2019/2020

De volta a uma competição europeia após 39 anos, o Wolverhampton tem tudo para fazer bonito na edição da Europe League 2019/20. Melhor equipe fora do Big Six na temporada passada, quando ficou na 7ª posição, os Wolves caíram em um grupo com Besiktas, Braga e Slovan Bratislava.

Mesmo após um começo ruim na Premier League – o time comandado por Nuno Espírito Santo não havia conquistado uma vitória na competição até a 4ª rodada -, a equipe tem totais condições de avançar de fase sem sustos. Muito disso se passará pela qualidade do meio-campo dos Lobos, liderados pelo português de 22 anos, Rúben Neves.

Leia mais: Quais são os impactos do Brexit na Premier League?
E se o Southampton não tivesse vendido seus jogadores?

O jovem jogador foi um dos destaques da campanha histórica do Wolverhampton na última edição da Premier League. Neves atuou em 35 oportunidades, marcou quatro gols e deu três assistências na edição do Campeonato Inglês.

A vaga direta pela primeira colocação deverá ser contra o Besiktas, terceira colocada na Superliga da Turquia na temporada 2018/19 e oitava na edição atual. Ex-goleiro do Liverpool, Loris Karius defende as cores dos Águias Negras.

É bom ficar de olho no time do Braga. O clube português acabou na quarta colocação da Liga NOS na última temporada e começou mal na edição atual: apenas uma vitória em quatro partidas disputadas com oito gols sofridos. A estreia dos Wolves contra a equipe arsenalista deve ser um jogo importante para o andamento do grupo.

Maior campeão da história do campeonato eslovaco, o Slovan Bratislava foi o vice-campeão da última edição do torneio nacional e vem de ótimo desempenho na atual edição.

Com sete jogos disputados, o time comandado por Dusan Tittel ganhou cinco, empatou um e perdeu o outro. Já foram 20 gols marcados e apenas sete sofridos. Mesmo assim, deve ser presa fácil para as outras equipes do grupo K da Euro League.

Ruben Neves Wolverhampton Shaun Botterill Collection Getty Images Sport
(Credit Shaun Botterill Collection Getty Images Sport)

GRUPO K: Wolverhampton, Besiktas, Braga e Slovan Bratislava

19/09 – Wolverhampton x Braga – Molineux Stadium – 16h
3/10 – Besiktas x Wolverhampton – Vodafone Park – 13h55
24/10 – Slovan Bratislava x Wolverhampton – Národný Futbalový Stadión – 13h55
7/11 – Wolverhampton x Slovan Bratislava – Molineux Stadium – 17h
28/11 – Braga x Wolverhampton – Estádio de Braga – 14h55
12/12 – Wolverhampton x Besiktas – Molineux Stadium – 17h

Curiosidades

  • O Wolverhampton chegou a ser vice-campeão da Copa da Uefa, como era chamada antigamente. O time perdeu a final para o Tottenham por 3 a 2 no agregado na temporada 1971/72.
  • Os Wolves não disputavam uma competição europeia desde a temporada 1980/81.
  • O saldo dos Lobos é positivo na Europa League. São 26 partidas, 19 vitórias, três empates e quatro derrotas, resultando em um aproveitamento de 73%. A equipe de Wolverhampton marcou 60 gols e sofreu 29, um saldo de 31 tentos.

Palpites para o Wolverhampton na Europa League 2019/2020

Igor Martins (PL Brasil): quartas de final

Victor Canedo (Globoesporte.com): oitavas de final

Leonardo Bertozzi (ESPN): quartas de final

Mário Marra (ESPN): oitavas de final

Paulo Andrade (ESPN): oitavas de final

Fred Caldeira (Esporte Interativo): quartas de final

Renato Senise (DAZN): quartas de final

Bruno Formiga (Esporte Interativo): eliminado na fase de grupos