Wilfried Zaha – Mercado da Bola, Transferências, Rumores e Estatísticas 

0
249
Wilfried Zaha – Mercado da Bola, Transferências, Rumores e Estatísticas 
Foto: Divulgação/OGol

Dazet Wilfried Zaha, ou apenas Wilfried Zaha, é um jogador de futebol profissional marfinense, que atua como ponta-esquerda e atacante. A saber, nasceu no dia 10 de novembro de 1992, em Abidjan, na Costa do Marfim.

Natural do país africano, o jogador foi morar com os pais na Inglaterra aos quatro anos de idade. Atualmente, o atacante veste a camisa do Crystal Palace. Desse modo, Zaha é a grande estrela dos Eagles, clube que o revelou. Assim, veja abaixo o mercado da bola e rumores do atleta.

Wilfried Zaha – Início de carreira 

Zaha iniciou sua trajetória nos gramados de Londres ainda garoto. Sendo assim, após incentivo do seu pai, o atleta entrou nas categorias de base do Crystal Palace aos 12 anos. Em 2010, ele assinou seu primeiro contrato profissional com o clube, sendo peça fundamental no acesso a Premier League na mesma temporada.

A ascensão de Zaha chamou atenção no mercado da bola. É válido dizer que o atacante cresceu na mesma rua do estádio dos Eagles, o Selhurst Park.

Trajetória, conquistas e highlights de Wilfried Zaha 

Então, em março de 2010, o atacante fez sua estreia pelo Crystal Palace contra o Cardiff City, em jogo válido pela EFL Championship, que terminou com triunfo dos galeses por 2 x 1. Assim, pelo clube da capital britânica o marfinense acumula 394 jogos, com 68 gols marcados e outras 72 assistências.  

Por outro lado, no meio de sua carreira, o jogador acabou se transferindo na temporada 2013/14 para o Manchester United após diversos rumores, por indicação de Sir Alex Ferguson que já não comandava mais os Red Devils.

Assim, o atleta acabou não agradando o novo técnico, David Moyes, que chegou a dizer publicamente que Zaha não entendia o nível da Premier League. Mesmo assim, o atleta foi campeão da Community Shield pelo clube de Manchester. 

Vale ressaltar, que um dos rumores que fizeram Moyes não dar oportunidades ao atacante foi devido a uma suposta relação do atleta com a sua filha. Por isso, em janeiro de 2014, Zaha acabou sendo emprestado ao Cardiff City, e na sequência, foi repassado ao Crystal Palace, com valor de compra fixado em 15 milhões de Libras. 

Black Lives Matter e injúria racial

Sendo um dos atletas com maior engajamento a causa de racismo no futebol, Zaha atraiu atenção geral após se tornar o primeiro jogador da Premier League a não se ajoelhar durante ao movimento Black Lives Matter. Sobre o assunto, a assessoria do atacante justificou a atitude com o seguinte comunicado: 

“Minha decisão de permanecer de pé no pontapé inicial é de conhecimento público há algumas semanas”, disse. “Não existe decisão certa ou errada. Mas para mim, pessoalmente, sinto que ajoelhar se tornou simplesmente parte da rotina pré-jogo e no momento não importa nem se ajoelhar e nem ficar de pé, alguns de nós ainda continuam sofrendo abusos.”

Zaha não se ajoelha
Foto: Divulgação/Mike Hewitt/ POOL /AFP

Porém, na mesma temporada, o atleta foi vítima de mensagens racistas nas redes sociais. E, após fazer denúncias públicas e na justiça, a polícia identificou que o autor dos insultos foi um garoto de 12 anos.  E, por pouco, Zaha não saiu do clube por atrair diversos interessados no mercado da bola

Transferências e Mercado da Bola de Wilfried Zaha

Em suma, após se destacar no Crystal PalaceZaha foi contratado pelo Manchester United por 11,7 milhões de Euros, na temporada 2013/14, causando alvoroço no mercado de transferências. Entretanto, o atleta fez apenas quatro jogos com a camisa vermelha. 

Então, faltando poucos dias para a janela de verão do mercado de transferências da mesma temporada se fechar. Zaha acabou sendo emprestado ao Cardiff City (GAL), o clube galês pagou 1,8 milhão pelo negócio. 

No mercado de transferências da temporada seguinte, o atacante retornou ao Crystal Palace por 15 milhões de Libras. Desse modo, Zaha continua no clube londrino onde é a principal estrela e um dos ídolos da torcida. 

Seleção da Inglaterra e Costa do Marfim 

A princípio, o atacante optou por defender as cores da Inglaterra. Assim, representou as cores do English Team nas categorias de base. Entretanto, após disputar apenas dois amistosos no profissional, ele entrou com um requerimento junto à FIFA, pedindo a mudança de nacionalidade. 

A entidade atendeu o seu pedido, e Zaha passou a vestir o uniforme do seu país natal. Logo, foi chamado para disputar a Copa Africana de Nações em 2017, e segue como um dos destaques da equipe. Ao todo, em 18 partidas marcou cinco gols. Por fim, o atacante tem seu nome ligado a diversos clubes no mercado da bola por se destacar na Premier League. 

Artigo anteriorCrystal Palace x Brentford – Melhores momentos e resultado
Próximo artigoSheffield United x Huddersfield – Melhores momentos e resultado
Estudante de jornalismo que sonha em trabalhar nos maiores eventos esportivos do mundo. E, assim, ser referência na área. Meu principal objetivo é ser correspondente internacional em Londres. Sou fascinado por futebol, e como o esporte influencia às pessoas, e o mundo. Não me limito apenas a assistir, mas a consumir em sua totalidade, estudando e entendendo regras, conceitos, histórias e tudo que envolve o mundo das quatro linhas. No entanto, gosto de acompanhar outras modalidades, como: Basquete, Surf, Futebol Americano, Hóquei, Tênis, dentre tantas outras. Junto isso, tenho o amor pela leitura e a escrita como minhas aliadas na hora de passar para os meus textos, todas as sensações e emoções que estou sentindo, ao lado de informações relevantes com apuração precisa. Seja bem-vindo (a)!