Watford – História, Mercado da Bola e Rumores

0
412
Watford
Watford

Primeiramente, o Watford é um clube que leva o mesmo nome de sua cidade, que está situada no condado de Hertfordshire, Inglaterra. Assim, o time foi fundado em 1881 por um grupo de adolescentes locais. Ademais, a equipe tem como principal rival o Luton Town, outro tradicional clube da região.

Em resumo, o clube tradicionalmente joga de uniforme aurinegro, fato que explica a alcunha de Hornets (Vespas). Ao passo que, manda seus jogos no Vicarage Road, estádio que possui capacidade para 21.577 espectadores. Atualmente joga a Premier League e tem como treinador o espanhol Xisco.

Trajetória do Watford, fundação, conquistas e ascensão

Em síntese, o Watford passou por altos e baixos durante sua história. Portanto, o clube jogou as divisões inferiores em seus primeiros anos. No entanto,  teria uma ascensão nos anos 60 e subiria alguns degraus na pirâmide do futebol. Por fim, os Hornets contariam com a ajuda de um torcedor especial para se consolidar ainda mais nas tabelas.

Sem dúvida, o clube deu um salto em 1976, quando foi comprado pelo lendário Elton John, renomado artista e torcedor do clube. Sobretudo, a escolha de Graham Taylor para o comando da equipe foi muito acertada. Visto que, o treinador comandou os Hornets por 10 temporadas. Além do mais, finalmente conseguiu trazer o Watford pra elite.

Nesse meio tempo, a equipe se manteve forte na década de 80, chegando ao vice-campeonato da F.A Cup e da primeira divisão. Entretanto, após a saída de Taylor, a equipe perdeu o rumao mais uma vez e acabou rebaixada. Dessa forma, o Watford só conseguiu regressar a Premier League com o retorno do ex-treinador, que em 1997 novamente liderou o acesso.

Por outro lado, na última década o clube voltaria a ter destaque na primeira divisão. Ao passo que, permaneceu na elite por cinco temporadas consecutivas. Mesmo sendo rebaixado em 2020, o time rapidamente se recuperou e subiu na temporada seguinte. Em síntese, o Watford parece estar se consolidando como um clube da elite.

Mercado de Transferências do Watford

Certamente, o Watford não contou com os maiores orçamentos ao longo dos anos. No entanto, o clube soube ir ao mercado de transferências recentemente. Sobretudo, na era Premier League.

Richarlison do Fluminense por 12,40 mi € em 2017

Inegavelmente, o jogador brasileiro foi um dos atletas de maior destaque pelo clube nos últimos anos. Dessa forma, em 41 partidas, o atacante marcou cinco gols e deu cinco assistências. Assim, em apenas uma temporada no clube, o mercado da bola se mostrou interessado no Pombo. Posteriormente, o Watford vendeu o jogador para o Everton por € 39,20 mi. de euros, no mercado de transferências no verão de 2018.

Reprodução/Reuters
Reprodução/Reuters

Gerard Deulofeu do Barcelona por 13,00 mi € em 2018

Revelação do Barcelona, Deulofeu chegou ao Vicarage Road em 2018. Assim, sem mostrar seu melhor potencial na Espanha, o ponta recuperou seu futebol jogando pelos Hornets. Por fim, somou 17 gols e 11 assistências, em 70 aparições. Contudo, terminou seu vinculo com o clube e partiu rumo ao futebol italiano, para a Udinese.

Reprodução/Imago Images
Reprodução/Imago Images

Roberto Pereyra da Juventus por 13,50 mi € em 2017

Decerto, o jogador argentino foi peça importante durante sua passagem pelo clube. Contratado da Juventus em 2017, por 13,50 milhões de euros o meia acumulou mais de 100 partidas pelo Watford. Além do mais, marcou 18 gols e deu 11 assistências. Assim como Deulofeu, trocou os Hornets pela Udinese no mercado de transferências na temporada passada.

Reprodução/Imago Images
Reprodução/Imago Images

Andre Gray do Burnley por 20,40 mi € em 2017

O atacante inglês de origem Jamaicana, Andre Gray, chegou ao clube em 2017. Nesse meio tempo, o atleta já soma mais 100 partidas pelo time. Assim, soma 21 gols pela equipe. O jogador ainda está em atividade pelo clube.

Reprodução/Imago Images
Reprodução/Imago Images

Ismaila Sarr do Rennes por 30,00 mi € em 2019

Decerto, a contratação mais cara da história do Watford. O ponta senegalês, Ismaila Sarr, foi contratado do Rennes em 2019. Em resumo, o atacante já marcou 18 gols, em 70 partidas com a camisa dos Hornets. O atleta também permanece em atividade pelo clube.

Reprodução/Imago Images
Reprodução/Imago Images

Foto destaque: Reprodução/Mantos do Futebol