Vizela – História, estatísticas e conquistas

Vizela – História, estatísticas e conquistas
Reprodução/FCV

Futebol Clube de Vizela é um time de Portugal, com 82 anos de história. Suas cores azul e branca são inconfundíveis no país, com uma boa participação dentro do território nacional. O time tem não tem títulos relevantes, com boas atuações no campeonato português.

A equipe tem mais de 2 mil sócios e defende suas partidas em seu campo, o Estádio Futebol Clube de Vizela Decerto, o estádio tem capacidade para 6 mil pessoas.

Portanto, o time é fundado após uma junção a outro clube e mudança de nome. Confira:

Futebol Clube de Vizela

Antes de mais nada, o Futebol Clube de Vizela é fundado em 1 de janeiro de 1939, quando o clube se fez na cidade que pertence ao distrito Braga. A equipe era uma filial do Porto e se juntou a Associação de Futebol do Braga, em 1940, e deu pontapé no seu futebol competitivo.

Nos anos 60, o time conquistaria suas taças mais importantes, vivendo os anos mais gloriosos da história. Em 2021/22, o Vizela voltou a elite do campeonato.

Trajetória do FC Vizela – fundação, conquistas e ascensão

Em resumo, o Futebol Clube de Vizela é um dos times do Campeonato Português, que pertence a cidade de Guimarães. A equipe tem 82 anos de idade, com muita história dentro do cenário português.

Decerto, o time tem uma poucas participações dentro da elite portuguesa, mas retornou na época passada e se manteve nesta, indo para a terceira em sequência na Primeira Liga.

Mercado da Bola do Vizela

Vizela já começou a se movimentar na janela. No mercado da bola, veremos quem chegará ao time e quem poderá sair também. Primeiramente, o time renovou com o treinador com Luiz Neto, jovem brasileiro que subiu ao profissional no fim da temporada e irá ganhar minutos na equipe de cima.

Por outro lado, o mercado da bola traz as saídas do time. Em confirmação, o capitão do time na temporada, Marcos Paulo, encerrou seu contrato e não renovou. O lateral Ofori também terminou seu vínculo e saiu. Entretanto, os rumores de outras saídas existem.

Rumores do Vizela

Decerto, os rumores param reforçar a equipe são grandes. As especulações são grandes, pois a equipe irá disputar competições internacionais. Entretanto, nomes ainda são desconhecidos, mas a intenção principal é ter um novo goleiro.

Por outro lado, os rumores de saída são grandes. O mercado da bola do time também traz que os goleiros Ivo Gonçalves e Charles, com contrato perto do fim, não deverão renovar.

Mercado de Transferências do Vizela

Em suma, sendo um clube com uma história antiga, gloriosa e muito bonita, certamente o Vizeleneses tiveram alguns jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube. Dessa forma, separamos cinco nomes no mercado de transferências do clube, com o top 5 de contratações mais caras da história:

Fangueiro por £75 mil vindo do Ionikos Nikeas-GRE

O primeiro no mercado de transferências, o atacante português é o reforço mais caro da história da equipe. O jogador atuou por apenas um ano no time, antes de se mudar para o Beira-Mar. Por lá, foram apenas 21 jogos e três gols, sem deixar saudades na equipe.

Ivanildo Fernandes por £10 mil vindo do Sporting

Em suma, o zagueiro português chegou na equipe para a temporada 2021/22. Por lá, atuou em 19 partidas, revezando na titularidade. O jogador se fincou no novo time, após jogar por muito tempo no Moreirense e no Sporting B.

Kata por £10 mil vindo do União de Leiria

O volante português passou dois anos no time, entre 2007 e 2009. Por lá, atuou em 54 partidas e dois gols, antes de se mudar para o CD Fátima.

Dani Coelho por £8 mil vindo do Cluj-ROM

Portanto, o lateral-direito português retornava ao país natal, vindo do futebol romeno, no ano de 2016. Foram 28 partida e uma assistência durante o ano em que jogou por lá. No fim, se mudou para o Santa Clara.

Igor Julião à custo zero vindo do Fluminense

Em suma, o lateral brasileiro se juntou a equipe em janeiro de 2021, completando 1 e meio ao fim da temporada. Por lá, são 16 partidas e três assistências.