Como visitar os estádios da Premier League em Londres de metrô

9 minutos de leitura

Este guia foi escrito pelo repórter Diogo Magri, que durante viagem para a Inglaterra, percorreu ele mesmo todos os estádios de Londres utilizando o metrô da capital da Inglaterra

Capital da Inglaterra, Londres é uma cidade famosa pela quantidade de pubs, museus e estádios de futebol. Somente na edição de 2023/24 da Premier League, a metrópole sediará os jogos de sete equipes da elite inglesa.

Arsenal, Tottenham, Chelsea, Fulham, Crystal Palace, West Ham e Brentford estão na Premier League e têm seus estádios em Londres.

A maior cidade da ilha ainda abriga o estádio de Wembley, casa da seleção da Inglaterra e palco das principais finais e jogos neutros que acontecem no futebol do país.

A grande oferta de transporte público em Londres facilita o acesso a todos os estádios de futebol da elite. Se você for turistar na capital da Inglaterra e quiser incluir o futebol no roteiro, saiba que é possível visitar todos os campos que recebem jogos da Premier League utilizando o serviço de metrô ou trem da capital.

Basta seguir as dicas que a PL Brasil preparou abaixo.

Saiba como visitar os estádios da Premier League de Londres usando metrô ou trem

Wembley – seleção inglesa e partidas decisivas

Estação mais próxima: Wembley Park (Underground)

O jeito mais fácil de conhecer a casa da seleção da Inglaterra é ir até a estação Wembley Park, que faz parte das linhas Metropolitan e Jubilee do Underground, como é conhecido o sistema de metrô de Londres que opera por baixo da terra. A estação e o estádio ficam na região noroeste de Londres.

Não dá para errar o caminho da estação até o estádio. Ao sair da Wembley Park, já é possível avistar o tradicional arco do estádio ao fundo (se a neblina deixar). Basta seguir em linha reta na passarela que liga o metrô ao estádio, onde não é permitido passar carros, para chegar até as escadarias da entrada de Wembley. O caminho ainda é cercado por cafés e traillers de comida.

A neblina nem sempre ajuda, mas é possível avistar o Wembley já da saída da estação Wembley Park - Foto: Diogo Magri
A neblina nem sempre ajuda, mas é possível avistar o Wembley já da saída da estação Wembley Park – Foto: Diogo Magri

Stamford Bridge – Chelsea

Estação mais próxima: Fulham Broadway (Underground)

Numa região mais central está o Stamford Bridge, casa do Chelsea. O estádio fica ao lado da estação Fulham Broadway, que pertence à linha District Line do Underground. Só vale ficar de olho porque a linha em questão tem mais de uma bifurcação que vai no mesmo sentido. Se você estiver no centro, é preciso pegar o metrô sentido oeste para chegar à casa do Chelsea, mas na direção da estação Wimbledon; se pegar sentido oeste mas na direção da estação Richmond, você não vai passar perto do estádio dos Blues.

Essa é uma especificidade do metrô de Londres que difere de São Paulo ou de Paris. Ao pegar um trem subterrâneo, é necessário ficar de olho no sentido em que o carro vai — norte, sul, leste ou oeste — e qual estação é seu destino final, informação que normalmente vem no letreiro na frente do metrô.

E, no caso do Chelsea, o “ao lado” é literal. Estação e estádio estão separados por apenas 300 metros. O guia é: saia da estação, vire à esquerda e entre na terceira rua, novamente à esquerda. Você passará pela Britannia Gate e estará na frente do Stamford Bridge.

O lado de fora do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, na região central de Londres – Foto: Icon Sports

Craven Cottage – Fulham

Estação mais próxima: Putney Bridge (Underground)

Duas estações depois da Fulham Broadway, também na District Line, fica a estação Putney Bridge, a mais próxima do Craven Cottage. No entanto, a casa do Fulham é uma das que fica mais distante do metrô. É necessária uma caminhada de 1,2 km da estação até o charmoso e tradicional estádio.

A Putney Bridge fica ao lado da ponte de mesmo nome, que atravessa o Rio Tâmisa, enquanto o Craven Cottage também fica nas margens do rio que cruza Londres. Para sair de um e chegar ao outro, é preciso sair à direita da estação, pegar o Thames Path (um caminho que vai margeando o rio), atravessar o Bishops Park e entrar na Stevenage Road. O estádio estará do lado esquerdo da rua.

Gtech Community Stadium – Brentford

Estação mais próxima: Kew Bridge (National Rail)

Também nas margens do Tâmisa está o estádio do Brentford, o Gtech Community Stadium. A estação mais próxima é a Kew Bridge, que fica ao lado da ponte de mesmo nome e a 300 metros de distância do estádio.

Inaugurado em 2020, a nova casa dos Bees está na primeira rua perpendicular à avenida da estação, do lado esquerdo.

A diferença é que a estação Kew Bridge não pertence ao Underground, e sim à linha Southern Western Railway da National Rail Services — o nome dado à parte do transporte público inglês que funciona com trilhos em cima da terra. Portanto, o jeito mais fácil de chegar ao GTech é via trem, não metrô, embora ambos estejam integrados. Vale a atenção que, caso tenha que fazer a baldeação entre Underground e National Rail, é necessário passar uma catraca (com um custo extra) ainda dentro da estação.

A entrada do Gtech Community Stadium, casa do Brentford – Foto: Icon Sports

Emirates Stadium – Arsenal

Estação mais próxima: Arsenal (Underground)

Voltando para debaixo da terra, é tranquilo chegar no estádio do Arsenal através do metrô. A estação mais perto tem o mesmo nome do time e fica no norte da linha Piccadilly, que pertence ao Underground

A saída da estação Arsenal já te coloca de frente com os sobrados que caracterizam o bairro de Highbury. Virando a direita e seguindo a Gillespie Road, que depois se transforma em Drayton Park, será possível avistar à direita a faixada vermelha e verde, onde está a loja oficial do clube. Ao subir as escadas, é só atravessar uma passarela para enxergar o enorme estádio dos Gunners. Da porta do metrô até o estádio não são mais do que 300 metros.

Tottenham Hotspur Stadium – Tottenham

Estação mais próxima: White Hart Lane (Overground)

Mais ao norte da cidade fica a casa do Tottenham, maior rival do Arsenal — é por isso que ambos protagonizam o clássico chamado de North London Derby.

A estação mais perto do novíssimo Tottenham Hotspur Stadium, inaugurado em 2019, tem o nome do antigo campo dos Spurs, demolido em 2017, que também ficava na mesma região.

A White Hart Lane faz parte da London Overground, uma linha que também funciona acima do solo. A saída da estação dá para a Love Lane que, à direita, é cortada pela Whitehall Street. É só seguir a rua que já será possível avistar o enorme estádio do Tottenham, o segundo maior de Londres e o terceiro maior da Inglaterra.

Vista de fora do Tottenham Stadium - Foto: Icon Sports
Vista de fora do Tottenham Stadium – Foto: Icon Sports

London Stadium – West Ham

Estação mais próxima: Pudding Mill Lane (DLR)

O West Ham herdou o estádio olímpico de Londres que foi construído para os Jogos de 2012 e fica localizado do bairro de Stratford, no nordeste da capital. Por isso, o clube vendeu o antigo Boleyn Ground, que ficava ainda mais ao leste e foi demolido em 2016.

Visitar o London Stadium vale não só para conhecer a casa dos Hammers, mas também para acompanhar o complexo que serviu de Vila Olímpica quando o maior evento esportivo do planeta foi sediado pela cidade. Para chegar lá, é preciso descer na Pudding Mill Lane, estação do DLR (outro modelo de trem que vai por cima da terra).

Virando à esquerda ao sair da estação, basta passar por baixo dos trilhos do trem seguindo a Marshgate Lane que você já estará dentro do Parque Olímpico Rainha Elizabeth. O local do estádio também tem lagos, fontes, centros aquáticos e a atração turística ArcelorMittal Orbit.

Vista do Parque Olímpico Rainha Elizabeth, com a ArcelorMittal Orbit do lado e o London Stadium ao fundo – Foto: Icon Sports

Selhurst Park – Crystal Palace

Estação mais próxima: Norwood Junction (Overground)

O estádio da Premier League mais ao sul de Londres pertence ao Crystal Palace — é o Selhurst Park, que existe desde 1924. A estação mais próxima é a Norwood Junction, a segunda estação mais ao sul da London Overground (a mesma linha do White Hart Lane).

A Norwood Junction também pertence à National Rail Services, possibilitando a baldeação para o trem.

A distância entre a estação e o estádio é de 900 metros. A caminhada passa pela Portland Road, High Street, Oliver Grove e Homesdale Road, que já é o endereço do estádio. O Selhust Park fica à direita da rua, em meio às casas do bairro que tem o mesmo nome do clube.

Vista aérea do Selhurst Park, do Crystal Palace – Foto: CPFC
Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]