Vestiário abalado? Ten Hag fala sobre as possíveis mudanças no Manchester United

5 minutos de leitura

O bilionário Sir Jim Ratcliffe, segundo homem mais rico do Reino Unido de acordo com a lista de 2023 do jornal “Sunday Times”, comprará 25% do Manchester United e tomará conta do futebol do clube. O processo de venda dos Red Devils está prestes a completar um ano, mas nunca esteve tão perto de ser concluída, após o Sheikh Hamad bin Jassim bin Jaber Al Thani desistir da aquisição do time.

Muitos torcedores do Manchester United estão preocupados com o que será do futuro do clube, principalmente pelo fato de estarem descontentes com os atuais donos, a família Glazer. Mas o técnico Erik ten Hag disse que seu elenco está tranquilo em relação à chegada de Sir Ratcliffe e a possibilidade de mudanças no elenco.

— Claro que estão comprometidos com o clube, mas estão especialmente comprometidos com esta equipe. Portanto, eles assumem e querem ter sucesso. [Se] eles querem ter sucesso, então sabem que você precisa da equipe, precisa dos seus companheiros — disse o treinador holandês.

Ten Hag é daqueles treinadores que protegem seus jogadores. Fez isso quando o goleiro André Onana falhou duas vezes seguidas na Champions League e funcionou. O camaronês defendeu um pênalti no último lance na terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, contra o Copenhague, e manteve o Manchester United vivo na principal competição de clubes do mundo.

— Você precisa desses momentos para ganhar confiança e progredir. Os melhores jogadores de futebol têm tal atitude que não ficam satisfeitos porque a satisfação leva à preguiça. Não, eles estão com fome e se aproximam a próxima partida com o desejo de fazer ainda melhor — disse Ten Hag.

Bruno Fernandes, um dos principais jogadores do time, revelou que Ten Hag faz “a ponte” com um grupo seleto de atletas para intermediar a relação no vestiário.

— A relação com o treinador é muito boa. Ele encontrou um grupo de líderes com quem quer falar. Ele fala diretamente comigo quando quer que eu fale alguma coisa, passe alguma coisa pelo grupo, o mesmo acontece com um grupo próximo de jogadores — contou o meia português do Manchester United.

Derby de Manchester

No início da tarde deste domingo (29), 12h30 (horário de Brasília), o Manchester United recebe o rival City no Old Trafford, em jogo válido pela 10ª rodada da Premier League. Ten Hag, em sua coletiva pré-jogo, também falou sobre a partida.

— Derbies são diferentes? Sim, é sempre diferente. Eles [os jogadores] gostam desses desafios, então estamos mais motivados. Eles têm mais energia. O ambiente será incrível. Tenho certeza que os torcedores estarão presentes desde o primeiro minuto e, bem antes do jogo, estarão muito entusiasmados e apoiarão o time do início ao fim, tenho certeza — disse o treinador.

O Manchester United é apenas o oitavo colocado na Premier League, com 15 pontos, enquanto o City é o terceiro, com 21. Nos últimos oito derbys, os Citizens venceram cinco, enquanto os Red Devils ganharam apenas dois e empatou um. Para muitos, há um favoritismo claro para o lado azul, mas não para Ten Hag.

— City? Não é sobre eles. Claro, eles são um grande time, mas o que importa somos nós e como jogamos contra eles. Com um plano claro, boa atitude e boa energia, temos uma boa chance de vencer esta partida — continuou o treinador do Manchester United.

Por fim, Ten Hag preferiu fugir do sensacionalismo criado em torno do clássico e disse que preparou sua equipe para jogar da melhor forma, como faz todos os dias.

— A forma das equipes é importante para essas partidas? O que é forma? Para mim não existe. É a forma do dia. Então você tem que ter certeza de estar em boa forma no o grande dia — finalizou.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.