No Vardy, no Party! A incrível Vardy dependência no Leicester

Fundamental na atual campanha, o desempenho do Leicester cai brutalmente sem Jamie Vardy em campo

Nigel Roddis Getty Images
Nigel Roddis Getty Images

Mesmo após as saídes de Riyad Mahrez e N’Golo Kante, Jamie Vardy voltou a assombrar a Inglaterra. Aliás, a importância do atacante dessa vez é maior ainda. Sua influência nos pontos da equipe é de 60%, por exemplo. Isso fica ainda mais claro se olharmos quando os gols do inglês foram marcados. Está gerada, então, o que podemos chamar de Vardy dependência.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • AS CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA HISTÓRIA DE CADA TIME DA PREMIER LEAGUE

São 17 gols na Premier League 2019/2020. Quando Vardy marcou, o Leicester venceu 11 vezes em 12 partidas. Além do mais, são 6 gols que desempataram o jogo e 2 que empataram. Sem contar os outros para aumentar a vantagem no placar.

Jamie Vardy
Um desempenho gigantesco de Vardy aos 33 anos

Mas no meio desse momento estrelado, Vardy acabou sofrendo uma lesão muscular na coxa esquerda em 27 de dezembro. O atacante ficou duas semanas fora e isso foi fundamental para frear o Leicester na Premier League.

Após a lesão do goleador, os Foxes disputou oito jogos pela Premier League e só ganhou um. Uma queda brutal de aproveitamento: quatro derrotas e três empates no período. A diferença é gigantesca em comparação ao período antes da lesão.

Jamie Vardy
A lesão que freou o Leicester e Vardy

De volta ao caminho do gol

Apesar da grande temporada de James Maddison, é fundamental para o Leicester que Vardy retome sua boa fase. O atacante é de longe o principal jogador dentro e fora de campo. Além da perda técnica, também existe a psicológica. Vardy não estar bem significa um mau momento generalizado no King Power Stadium, fato que escancara a Vardy dependência. 

Os Foxes até têm uma boa vantagem de pontos em cima do 5º colocado no momento deste texto, na 28ª rodada. Entretanto, não se pode vacilar quando está sendo perseguido por Tottenham e Manchester United. Um ou dois tropeços e a vaga na Champions League fica super arriscada.

Teremos mais dez rodadas para Jamie Vardy voltar ao ritmo insinuante que lhe é característico e assim carregar o Leicester consigo.

Se ele vai conseguir, só saberemos no final de maio. Mas depois tantas grandes histórias escritas, não será novidade para ninguém mais uma volta por cima do implacável artilheiro inglês.

Leia mais: Os maiores cobradores de falta da história da Premier League