Por que não tem VAR na Championship?

5 minutos de leitura

O árbitro de vídeo (VAR) é utilizado na maioria das ligas atualmente, inclusive na Série B do Campeonato Brasileiro, mas na Championship (segunda divisão inglesa), não.

Matheus Martins, que jogou duas temporadas na Championship pelo Watford, chegou a criticar o não uso da ferramenta na segunda divisão inglesa.

— É muito ruim. Lá não marcam faltas que marcam no Brasil. A porrada rola, não tem falta. O João Pedro [o brasileiro do Brighton jogou antes com Matheus no Watford] já falou para mim: ‘Essas faltas de costas não cai não, porque os caras não marcam’. O cara tem que pisar na canela para dar falta — disse o brasileiro em entrevista ao “Charla Podcast”.

“A porrada ‘come’. É cultural, não deixam botar o VAR na Championship para não tirar o charme da competição. Tem poucas bolas do lado de fora.”

De acordo com o jornal britânico “The Times”, a principal justificativa para a não utilização do VAR na Championship é devido ao fato de ser uma tecnologia muito cara.

Para se ter ideia, em 2019, quando o VAR chegou definitivamente ao Campeonato Brasileiro, o custo da ferramenta foi de R$ 49 mil por partida, sendo que os clubes pagaram R$ 18 mil e a CBF os R$ 31 mil restantes. No total, entidade gastou R$ 11,78 milhões, e as equipes, R$ 6,84 milhões.

A English Football League (EFL), que organiza a Championship, já manifestou que não tem planos de acelerar a introdução do VAR na segunda divisão inglesa. Mas há opções mais baratas sendo consideradas.

VAR já foi usado na Championship

Huddersfield Town Nottingham Forest Championship
Huddersfield Town contra Nottingham Forest na final dos play-offs da Championship de 2021/22 (Foto: Icon Sport)

Embora a tecnologia tenha sida usada em toda a Championship, na temporada 2021/22, o VAR foi introduzido nas finais dos play-offs da segunda divisão inglesa, League One (terceira divisão) e League Two (terceira divisão), em Wembley.

Foi a primeira vez que o VAR foi usado nas finais dos play-offs, algo que se repetiu nas duas temporadas subsequentes. Embora ainda não tenha previsão para a ferramenta ser utilizada em todo o campeonato, ela continuará sendo usada nas finais dos play-offs em Wembley.

VAR deveria ser utilizado na Championship?

O VAR chegou à Premier League em 2019/20, mas nunca foi uma unanimidade, pois ainda acontecem muitos erros de arbitragem.

Ao final da temporada 2023/24, os clubes da primeira divisão inglesa chegaram a votar se queriam ou não a permanência da ferramenta, mas apenas o Wolverhampton ficou pelo lado contrário ao uso do aparelho.

Mudanças no VAR da Premier League
VAR da Premier League terá mudanças (Foto: Icon Sport)

De acordo com o jornal britânico “The Athletic”, os árbitros da Championship acertaram 85,6% das decisões importantes na temporada 2023/24 sem a ajuda do VAR.

O painel de Incidentes-Chave da Partida (KMI) da EFL analisou 1.592 decisões na Championship durante a temporada 2023-24 e considerou 1.363 corretas, com 229 incorretas.

O painel de KMI é um grupo que se reúne semanalmente para revisar incidentes importantes de arbitragem. Foi introduzido na Championship antes da temporada 2023/24, tendo sido implementado na Premier League na campanha anterior.

Ele é composto por sete membros, incluindo ex-jogadores e treinadores, além de um membro da EFL e do Professional Game Match Officials Board (PGMOL), órgão de arbitragem do futebol inglês.

Os principais incidentes da partida incluem pênaltis, cartões vermelhos, bloquear uma oportunidade clara de gol, receber o segundo cartão amarelo, gols e impedimentos que levaram a gols.

Ausência do VAR na Championship enfrentou críticas de treinadores

Daniel Farke, do Leeds, sugeriu que seu time estava recebendo decisões incorretas de arbitragem na segunda divisão em 2023/24, que teriam sido resolvidas pelo VAR.

O ex-técnico do Leicester, Enzo Maresca, pediu a introdução da ferramenta no campeonato em janeiro, após perder pontos contra Coventry City e Ipswich Town.

O técnico do Middlesbrough, Michael Carrick, questionou o quão difícil seria implementar o VAR, enquanto muitos torcedores expressaram sua desaprovação pela tecnologia.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.