Unai Emery, ex técnico do PSG, comenta sobre seu ex clube

Unai Emery, ex técnico do PSG, comenta sobre seu ex clube
Foto Destaque Divulgação: SPORT

Antes de mais nada, o Villarreal venceu o poderoso Bayern de Munique por 1 x 0 nesta quarta-feira (6), no primeiro confronto das quartas de final da Champions League. Dessa forma, o técnico Unai Emery não deixou de comentar sobre o PSG (equipe que já treinou anteriormente). Então, acompanhe aqui na Premier League Brasil a resposta do treinador em entrevista ao jornal francês L'equipe, antes do jogo.

Três ex-técnicos do PSG nas quartas de final significa que eles são muito bons treinadores. Se eles não conseguiram com o PSG, é porque há outra coisa porque o PSG… Eu disse a Nasser (Al-Khelaïfi, dono do PSG): “Você vai ganhar a Liga dos Campeões. Com o tempo, você vai vencer”. O PSG está no caminho certo porque há uma certa consistência nos resultados e eles ainda estão procurando progressão

A saber, o Paris Saint-Germain ainda não conseguiu encontrar o técnico ideal para guiar a equipe em sua obsessão pela Champions. Com isso, três treinadores que disputam as quartas da competição, já passaram pelo comando do time parisiense.

Primeiramente, sem contar o Unai Emery (que concedeu a entrevista), o italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid e o alemão Thomas Tuchel, do Chelsea, são os outros nomes.

Decerto, Tuchel foi quem chegou mais longe, conseguiu levar a equipe francesa a sua primeira final, perdendo para o Bayern de Munique por 1 x 0. Entretanto, a diretoria não ficou convencida e após um começo de temporada meio irregular, demitiu-o na véspera de natal. Logo, na temporada seguinte, conseguiu o bi campeonato para os Blues (junto com o ex capitão, Thiago Silva), em sua primeira passagem pelo clube Londrino.

Por outro lado, coincidentemente, o time Bávaro não perdia fora de casa na competição desde 2017, contra o próprio PSG. Coincidentemente, Emery estava no comando nas duas ocasiões.

Unai Emery sofreu com o 6 x 1

Portanto, Unai chegava ao PSG com muita moral, conseguiu ser campeão três vezes da Europa League com o Sevilla e comandaria pela primeira vez, um grande time. Em conclusão, conseguiu um grande aproveitamento de 76,3%, com 87 vitórias, 15 empates e apenas 12 derrotas.

Por fim, mesmo depois de sete títulos em dois anos, a eliminação por 6 x 1 para o Barcelona pesou e muito a sua saída. Sendo considerada por muitos como a maior virada da história da competição.