Sugerimos alguns jogadores para a principal necessidade de cada time do Big 6

Mercado inglês pode aquecer nas próximas semanas; confira opções

Sugerimos alguns jogadores para a principal necessidade de cada time do Big 6

Faltando alguns dias para o fim da janela de transferências, o famoso ‘Big 6' (os 6 principais times ingleses na atualidade) tem lacunas em seus elencos. Com isso, a PL Brasil preparou nomes que poderiam preencher o setor carente de cada equipe. Confira!

Leia mais Os 12 melhores empréstimos da Championship 2018/19

Arsenal

O time londrino tem a pior defesa do “Big 6” junto com o Manchester United, tendo sofrido 32 gols em 22 partidas. O Arsenal precisa de reforços para a posição e não é de hoje.

Na última janela, chegou o grego Sokratis, contratado do Borussia Dortmund, mas que não foi o suficiente. Laurent Koscielny voltou de lesão recentemente após longo tempo parado devido ao rompimento do tendão de aquiles.

Outra posição carente nos Gunners é a “ponta”. Faltam jogadores qualificados para jogar pelas “beiradas”, que deem outra dinâmica e opções diferentes das que o elenco possui. No elenco atual, a falta de jogadores nessa posição é sentida em diversos jogos.

Após uma boa recuperação no campeonato, o time londrino sofreu com os desfalques e até mesmo com falta de opções para mudar o estilo de jogo, e a vaga para a Champions League está cada vez mais difícil.

Dessa forma, outra alternativa seria o clube vencer a Europa League para conseguir a classificação para a Champions League.

Pensando na atual situação do clube, alguns nomes que seriam viáveis e poderiam dar resultado de imediato, como a classificação para a Champions League, ou a médio/longo prazo.

Matthijs De Ligt – Ajax

O jovem zagueiro holandês do Ajax seria uma boa contratação já pensando no futuro da equipe. Um dos destaques na boa campanha do Ajax na Champions League, o zagueiro chegaria para o setor mais carente da equipe e com condições de já ser titular.

Foto: Getty

Na atual temporada, o defensor participou de 29 jogos pelo Ajax, e levou apenas 3 cartões amarelos. Zagueiro com qualidade no passe, se encaixaria no esquema do técnico Unai Emery.

Miranda – Internazionale

O zagueiro brasileiro seria uma contratação pensando a curto prazo. O veterano jogador seria uma opção para dar mais segurança defensiva. Miranda se destacou no Atlético de Madrid e posteriormente se transferiu para a Inter.

Com a falta de espaço na equipe italiana, o atleta disputou apenas 10 jogos na atual temporada, sendo 3 deles na Champions League. Por possuir qualidade no passe, se encaixaria no estilo do técnico dos Gunners, e seria um bom reforço pensando na Europa League.

Cristian Pavón – Boca Juniors

O jovem argentino disputou a última Copa do Mundo e foi um dos destaques do Boca Juniors na última temporada, ganhando um Campeonato Argentino e sendo finalista da Copa Libertadores. A equipe londrina já está de olho no atleta desde a última janela de transferências.

Foto: Reprodução

Com velocidade, bom drible e finalização, iria agregar muito ao time, que carece de jogadores com essas características. E pela idade, o investimento é válido, pois é um jogador com potencial para ser um dos principais jogadores ofensivos da equipe.

David Neres – Ajax

O brasileiro joga no Ajax e tem se destacado na Eredivisie. Na atual temporada já marcou 4 gols e deu 10 assistências em 28 jogos. Jogador hábil e veloz, cria muitas oportunidades de gols. É outro jogador que se encaixaria muito bem no elenco e que vale a pena investir.

O atleta tem apenas 21 anos e muito potencial. Nenhum outro jogador da equipe dos Gunners tem as características de David Neres. Seria uma importante contratação já pensando na Europa League.M

É mais um jogador com características distintas dos jogadores do elenco do Arsenal. O brasileiro tem velocidade e cria bastante oportunidades de gols. Seria um bom reforço para a Europa League.

Chelsea

Não é de hoje o problema do Chelsea com a camisa 9. Desde que Diego Costa deixou a equipe na temporada passada, os Blues sofrem sem ter um homem gol no elenco.

Álvaro Morata, que chegou como reposição para seu compatriota, não correspondeu às expectativas e é desprestigiado no clube. Olivier Giroud veio do rival Arsenal e também não conseguiu resolver o problema.

Sem o camisa 9 de confiança, o técnico Maurizio Sarri está escalando Eden Hazard na função. E isso muitas vezes compromete o rendimento do belga, que não está acostumado a jogar ali. O Chelsea precisa urgentemente ir ao mercado e contratar um goleador que resolva os problemas.

Gonzalo Higuaín – Milan

Marcado por seus gols perdidos em finais com a camisa da Argentina, Higuain tem seu desempenho pouco reconhecido nos clubes. Artilheiro por onde passou, o camisa 9 chegaria para resolver a carência do setor nos Blues.

Foto: Getty

E outro fator importantíssimo é o seu bom relacionamento com Maurizio Sarri. O treinador dos Blues já comandou Higuain no Napoli, e essa parceria rendeu ótimos frutos. Segundo os jornais italianos, Higuain quer ir para o Chelsea.

Timo Werner – RB Leipzig

O jovem atacante do Leipzig é uma das grandes revelações dos últimos anos. Werner é aquele camisa 9 moderno. Tem qualidade ao sair da área, é rápido e sabe fazer gols. Frequentemente é especulado em grandes clubes do mundo, como Liverpool e Bayern.

Além de resolver o problema instantaneamente, Werner seria aquele jogador para passar anos em alto nível com a camisa dos Blues.

Ele não renovou o seu contrato que acaba em julho de 2020, e a direção do Leipzig já afirmou que se a situação não mudar, vai vender o atleta em julho de 2019. Mas nada impede o Chelsea de fazer uma abordagem agora.

Mauro Icardi – Internazionale

Sem dúvidas, o grande sonho do torcedor do Chelsea. Um atacante incontestável e que é disputado por grandes clubes do mundo. Mauro Icardi é aquele jogador que, em um toque, decide o jogo.

Foto: Miguel Medina/AFP

O gande entrave é a concorrência, tendo em vista que o Real Madrid deverá buscar a contratação do atacante. Caso o Chelsea contrate Icardi, ele tem tudo para fazer história nos Blues. Talento e gols não faltam.P

Manchester United 

Os Red Devils tem se encontrado sob o comando de Ole Gonnar Solskjaer. Porém um problema ainda resiste na equipe: a defesa pouco segura. A equipe tem apenas quatro clean sheets na atual edição da Premier League e isso passa principalmente pela falta de qualidade de alguns dos zagueiros do elenco. 

Para a maioria dos torcedores do United, a dupla ideal seria formada por Lindelof Bailly. O sueco é hoje titular no time escalado pelo treinador norueguês, mas o zagueiro marfinense por diferentes razões não consegue ter uma boa sequência desde os tempos de José Mourinho. 

Com as outras áreas do time funcionando razoavelmente bem, o ideal nessa janela de inverno é a contratação de um zagueiro de qualidade, que chegue e seja colocado como titular ao lado de Lindelof. 

Harry Maguire – Leicester City

Um dos destaques positivos da Inglaterra na Copa do Mundo da Rússia, Maguire foi alvo do United na última janela, mas continuou em Leicester. Porém, com 25 anos, já maduro e adaptado a Premier League, o defensor dos Foxes formaria uma interessante dupla com Lindelof, que tem 24. 

Foto: Plumb

Forte pelo alto, seria importante na tentativa do time de ser menos vazado em bolas aéreas. Além dessa qualidade, também tem ótimo posicionamento na marcação do adversário, e ainda pode ser uma boa arma ofensiva em cobranças de bolas paradas.

Toby Alderweireld – Tottenham

Segundo a imprensa inglesa, o defensor belga do Tottenham era o principal alvo de José Mourinho para a sua defesa. Seu contrato com o clube londrino ia até o meio de 2019, o que facilitaria uma saída nessa janela. No entanto, os Spurs exerceram o direito de renovação automática por mais uma temporada. 

No Tottenham desde 2015, já com 29 anos, ainda mais experiente e adaptado que Maguire, chegaria em Old Trafford para ser dono da zaga. Considerado um dos melhores zagueiros da Premier League, o camisa 4 dos Spurs seria uma grande aquisição para os Diabos Vermelhos. 

Konstantinos Manolas – Roma

Manolas tem 27 anos, é grego e titular da Roma. Já com boa experiência em competições europeias, foi peça importante na equipe que chegou às semifinais da última Uefa Champions League. 

Foto: AFP

Ao contrário dos dois citados anteriormente, talvez tivesse que lidar com adaptação ao campeonato e estilo de jogo. Entretanto é uma opção muito melhor que as que hoje possui Solskjaer. 

Manchester City

Dentre os seis maiores da Inglaterra, o City é claramente o time com menores lacunas dentro do plantel. Isso porque, além de já ter gastado bastante em outras janelas, o time possui ótimos suplentes em quase todas as faixas do campo.

Mas, Pep Guardiola possui fortes dores de cabeça com duas posições do campo: lateral esquerdo e volante.

Vindo pela bagatela de quase 60 milhões de euros, Benjamin Mendy chegou no lado azul de Manchester com o status de titular, sendo constantemente elogiado por Pep.

O lateral, quando jogou, desempenhou muito bem e correspondeu às expectativas, mas sofreu duas graves lesões num período de dois anos. Com isso, o comandante dos Citizens precisou utilizar daquele lado jogadores como Danilo, Zinchenko e Delph – os quais jamais entregaram o necessário.

Já para a posição de volante, a preocupação é a longo prazo. Fernandinho já está com 33 anos, e mesmo permanecendo atuando em alto nível – sendo há anos o dono da posição com autoridade -, o jogador precisa de um substituto, o qual não existe no plantel atual.

Kieran Tierney – Celtic

Especulado como possível reforço do clube desde a temporada 2015-16, Tierney é um dos jogadores mais promissores da posição. Com 1,83m de altura, é um lateral alto, mas que não perde em velocidade e sobra em raça e técnica.

Foto: SNS

Não possui o mesmo perfil de Mendy, que é um lateral extremamente físico e chega constantemente no ataque.

O escocês apoia muito bem – possuindo um bom chute longo e bons cruzamentos -, mas a sua característica marcante é a marcação. Os adversários dificilmente criam chances em cima dele. Versátil e novo, funcionaria perfeitamente para Pep.

Frenkie De Jong – Ajax

Cobiçado por clubes como Barcelona e PSG, o holandês de 21 anos é um dos jogadores mais versáteis do futebol atual. Não possui destaque tamanho como o de Jorginho – que recusou o City para ir para o Chelsea – para atuar no setor de Fernandinho, mas com certeza é uma ótima opção.

Foto: Proshots

Ele consegue desempenhar funções como zagueiro, volante e meio-campo – tanto de forma ofensiva quanto defensiva -, sendo claramente uma peça que funcionaria sob o comando do treinador espanhol. Pode não ser o clássico volante que conhecemos, mas forneceria dinâmica ainda maior para um esquema já consolidado.

OUTRAS ALTERNATIVAS PARA AS POSIÇÕES

De modo que são jogadores promissores e os quais atraem os olhares de grandes clubes, o Manchester City precisa possuir outras opções para suprir essas lacunas, e elas existem no mercado.

Para a lateral, Ben Chillwell (Leicester) e Tagliafico (Ajax) são também nomes que se encaixariam no modo ofensivo de Guardiola pensar o futebol, suprindo todas as necessidades as quais a posição atualmente carece.

Já para volante, Allan (Napoli) e Doucoré (Watford) podem ser opções para atuarem nessa faixa do campo. Embora com diferenças físicas, ambos se assemelham pela facilidade de jogarem tanto como primeiro quanto como segundo volante.

Visto a facilidade para marcar e atacar, os dois conseguiriam tomar conta desse setor dos Citizens com tranquilidade.

Liverpool

Embora o técnico Jurgen Klopp já tenha afirmado que não trará nenhum reforço nesta janela, alguns atletas poderiam ajudar o clube em possíveis ausências ou como novas opções ao alemão.

Um jogador para a defesa, tendo em vista as lesões de Lovren e Gomez, seria excelente para o time. Os dois jogadores brigavam pela titularidade ao lado de Virjil van Dijk.

Kalidou Koulibaly – Napoli

Do lado do holandês de Ligt, o ganês Koulibaly é um dos nomes mais fortes no mercado. Destaque no Napoli, o zagueiro chamou ainda mais a atenção no confronto entre o time inglês e o italiano na fase de grupos da Liga dos Campeões desta temporada.

Foto: Squawka

Ao lado de Van Dijk, o atleta poderia formar a melhor dupla defensiva do futebol mundial. Entre controle, força física, velocidade e inteligência, o único ponto negativo seria o valor. O jogador de Gana está valorizado, e só sairá por um preço astronômico.

Nathan Aké – Bournemouth

O zagueiro do Bournemouth vem se destacando nesta edição da Premier League. O holandês já chegou a despertar interesse do Chelsea, que revelou o atleta. Embora jogue no mesmo lado de Van Dijk, ele seria uma boa opção para o elenco.

Em 2018/19, Aké é um dos melhores defensores nas estatísticas no Campeonato Inglês. É o sétimo atleta com mais bloqueios na competição (21), além de ser o segundo com mais vitórias defensiva no alto (80) e o terceiro com mais clearence (138).

Éder Militão – Porto

Destaque no Porto, o ex-São Paulo vem causando briga acirrada entre Liverpool e Manchester United, além de outros clubes. Foi eleito o melhor defensor da Liga Portuguesa em todos os meses desta temporada.

Foto: Record

Assim como foi utilizado por Tite na Seleção Brasileira, Militão pode ser utilizado como lateral-direito, sendo mais defensivo que Alexander-Arnold.

Tottenham

De uma hora pra outra, o Tottenham ficou sem seus jogadores principais de ataque. Son Heung-Min disputa a Copa da Ásia e o artilheiro Harry Kane sofreu uma lesão no tornozelo que o deixará de fora até o início de março.

Tendo jogos importantes pela frente (Champions, Copa da Liga e PL) as únicas peças de reposição dentro do próprio time são Fernando Llorente e Vincent Janssen, que recentemente tem atuado pelo time sub-23.

A necessidade por um camisa 9 é alarmante, e se quiser ter um bom desempenho nas próximas partidas, os Spurs precisão ir ao mercado.

Rodrigo – Valencia

Rodrigo teve uma fase excelente pelo Valencia na temporada passada, sendo o principal goleador do time e indo para a Copa do Mundo na Rússia. No entanto, nesta temporada o espanhol sofre com a queda de rendimento do time, e só marcou dois gols em 17 jogos até aqui.

Foto: Site oficial do Valencia

Apesar da má fase, o talento de Rodrigo é inquestionável e seria um bom nome para o Tottenham pelo fato de ter presença de área e velocidade. Ele pode jogar pelos lados e centralizado também. Considerando o atual momento, o seu valor pode ter caído um pouco.

Iago Aspas – Celta de Vigo

Mais um espanhol da lista, Iago Aspas é a principal referência do Celta de Vigo. Desde a passagem apagada pelo Liverpool, o atacante tem emplacado muitos gols pela Espanha, e na temporada atual já tem 10 tentos em 17 jogos pela liga nacional.

Assim como Rodrigo, ele pode jogar como referência ou pelas pontas – versatilidade interessante quando se considera a volta de Harry Kane e Son. O principal impasse seria o preço. Obviamente, o clube espanhol não liberaria seu artilheiro por qualquer valor.

No entanto, mais experiente e goleador, o seu retorno provavelmente seria certeiro.

Edin Dzeko – Roma

Fugindo um pouco das características de jogadores velozes, Dzeko oferece uma opção mais fixa dentro da área, abrindo espaço para os pontas infiltrarem e sendo uma constante ameaça aérea, além da finalização precisa.

Foto: Globo Esporte

A questão é o seu encaixe com a volta de Harry Kane. O bósnio constantemente tem revezado o seu lugar no time com Patrik Schick, o que sugere que poderia fazer essa rotação nos Spurs também.

Dzeko tem dois gols em 15 jogos na Série A. Na Champions, são cinco tentos em quatro jogos.

Colaboraram: Matheus Santana, Lucas Holanda, Yves Vieira, Rafael Brayan, Rodrigo Medeiros e Fabrício Santos