A inércia do Tottenham na janela de transferências

Os Spurs seguem parados no mercado de transferências!

tottenham

Com o fechamento da janela inglesa no dia 9 de agosto, o Tottenham tem pouco tempo para tentar reforçar seu elenco para a temporada.

O clube londrino é o único do big six – ArsenalChelseaLiverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham – que não contratou absolutamente ninguém até o momento.

Antes da temporada passada começar, o ex-técnico do Chelsea Antonio Conte deu uma declaração polêmica que também serve para o momento atual.

“Se o Tottenham não ganhar títulos não é uma tragédia. Se eles não chegam na Champions League, não é uma tragédia. Cada equipe tem que entender quais são suas ambições. Se sua ambição for lutar pelo título ou ganhar a Liga dos Campeões, você deve comprar jogadores caros. Caso contrário, você permanece em seu nível. É simples”.

É inegável que a filosofia implantada pelo comandante Mauricio Pochettino vem dando resultados com boas campanhas.

Os Spurs vêm se consolidando na parte de cima com bem mais frequência em relação a anos anteriores.

A classificação para a Champions League por três temporadas seguidas é prova que o trabalho está dando frutos.

Leia mais: Barclays Premier League: por que o banco não é mais o patrocinador principal do Campeonato Inglês?

Tottenham tem um bom elenco e a perspectiva é que o clube repita os bons resultados de temporadas passadas.

Mas, num mundo tão imediatista, boas campanhas não são suficientes para consolidar uma equipe, mesmo que o projeto seja a longo prazo.

Harry Kane comemorando um de seus gols. O craque é a esperança dos Spurs. Foto: Getty Images

Separamos alguns nomes que chegariam para preencher lacunas pendente no Tottenham

Marko Arnautovic – O atacante do West Ham seria importante para eventuais ausências de Harry Kane.

Suso – Revelado pelo Liverpool, o meia espanhol é um dos destaques do atual Milan. Chegaria para aumentar as opções ofensivas de Pochettino.

Christian Pulisic – O jovem americano vem se destacando no Borussia Dortmund e se encaixa no perfil que os Spurs adotam.

Angel Di Maria – Com Neymar, Mbappe e Cavani comandando o trio de ataque do PSG, o argentino foi perdendo espaço. Poderia ser usado como um camisa 10 no Tottenham ou atuar pelos lados. E o principal: jogador vencedor.

Emil Forsberg – O sueco vem de boas temporadas no RB Leipizig e seria uma ótima sombra para Dele Alli.

Mateo Kovacic – O meio-campista declarou semanas atrás que precisa jogar com mais frequência. Os Spurs receberiam um jogador com muito potencial e que chegaria para ser titular.

Alex Telles – A lateral esquerda do clube londrino é um setor onde há muita desconfiança. O brasileiro que vem de boas temporadas no Porto, chegaria para ser o dono da posição.

Essas são algumas peças que chegariam para acrescentar a esse time que já é competitivo.

Se o Tottenham realmente quer sair do quase, é necessário investir alto. Do contrário, apenas as boas campanhas continuarão.

E um questionamento que só o tempo irá responder: não contratar é planejamento ou falta de ambição?