A chave para o Tottenham disputar títulos (dentro e fora da Inglaterra)

O que os Spurs precisam fazer para disputarem títulos

0
288
Tottenham disputar títulos
(Photo by Bryn Lennon/Getty Images)

Nas últimas temporadas, o Tottenham tem se firmado entre os principais times da Premier League, com uma base forte e entrosada. O time tem ficado entre os quatro primeiros desde a temporada 2015/2016.

Mauricio Pochettino fez uma grande temporada no Tottenham (Foto: Telegraph)

A cada início de temporada, se espera mais dos Spurs, porém, até o momento, ainda não conseguiram transformar essa evolução em títulos.

O ótimo treinador Maurício Pochettino está no clube desde maio de 2014 e foi um dos responsáveis pela evolução da equipe.

O Tottenham fica em uma das cidades mais badaladas da Europa, prestes a ter a arena mais moderna do mundo e disputa a principal liga nacional do mundo e a Champions League.

Mas o que falta para o clube londrino deixar de ser um time que “briga” por uma vaga na Champions League para se tornar de fato um dos candidatos ao título da Premier League?

A cada ano que se passa mais dinheiro é investido nos estádios pelos clubes da Premier League (Divulgação/Tottenham)

Ser mais ativo na janela de transferências

Os Spurs não são de realizarem grandes investimentos no mercado de transferência. Na última janela não fizeram contratações devido aos gastos com o novo estádio. O clube investe mais em jogadores jovens para lucrarem na venda.

O elenco do Tottenham é de qualidade, tem uma base entrosada e o técnico realiza um bom trabalho frente à equipe. Um time que joga em busca do gol, com jogadores de qualidade principalmente do meio campo e atacantes.

Porém, falta ao time investir em jogadores que cheguem prontos, “estrelas”, preparados para assumirem a condição de titular e dar aquele salto de qualidade. O time hoje, comparado com o elenco de Liverpool e Manchester City, já fica atrás. Ambos possuem mais opções e times com mais jogadores decisivos.

Tottenham venceu o Man United por 3 a 0 em Old Trafford

A diretoria precisa abrir os cofres para fortalecer o elenco e enfim conquistar títulos. Tem que aproveitar que hoje tem Christian Erikssen, Delle Alli, Son Heung-Min, Lucas Moura e Harry Kane.

Embora ótimos jogadores, ainda falta um jogador que chame a responsabilidade em momentos decisivos.

Analisando os principais rivais na Premier League, hoje vemos City, United e Liverpool com mais jogadores com capacidade de decidir os grandes jogos.

Se analisarmos em nível de Champions Leaque, a disparidade é ainda maior, com Real Madrid, Barcelona, Juventus, Bayern de Munique.

Para o Tottenham disputar títulos, precisa ousar

Essa é a hora de a diretoria rever sua política de investimentos. A estreia do time na Champions League mostrou que faltam ainda jogadores para elevarem o patamar do time.

Mesmo saindo na frente da Inter de Milão, o time não soube administrar o resultado e levou a virada. Na edição passada, saiu na frente no confronto diante da Juventus e perdeu em casa a classificação.

Em ambos os confrontos, faltou um líder em campo, que chame a responsabilidade em momentos decisivos. A referência que oriente os companheiros e seja o “cara” para “desafogar” o time, segurando a bola no ataque e ditando o ritmo do jogo.

Arrisco dizer que com a adição de um zagueiro para fazer dupla com o excelente Toby Alderweireld, e dois meias, um mais defensivo e um mais ofensivo ou um atacante que jogue mais aberto, seriam contratações pontuais para dar um salto de qualidade.

Inter comemora gol da vitória sobre o Tottenham, pela Champions (AP Photo/Luca Bruno)

Com o término das obras de construção do novo estádio, o clube deve adotar uma postura mais agressiva no mercado de transferência ou corre sério risco de ficar “apenas” brigando por uma vaga na Champions League.

Após o término dessa temporada, a diretoria deve avaliar se houve evolução ou se essa equipe já atingiu seu potencial.

Leia mais QUIZ: Tente adivinhar os 20 escudos de clubes ingleses!

E projetar quais reforços seriam capazes de se encaixarem nessa filosofia do time. Dentro dessa avaliação, cabe também analisar o trabalho de Pochettino. Acredito em seu potencial, mas precisa ser cobrado pelos resultados também.

Mesmo sendo difícil competir por uma estrela do futebol mundial contra times como United, City, Barcelona e Real Madrid, há ainda times mais próximos da realidade financeira do Tottenham que daria para brigar por reforços.

O Atlético de Madrid contratou Diego Costa e Thomas Lemar, manteve Antoine Griezmann mesmo com o interesse de outros clubes. São jogadores que elevariam o patamar do clube londrino.

Há ainda outros jogadores que atuam em times “semelhantes economicamente” como o francês Nabil Fékir, atualmente no Lyon.

A diretoria deve ficar de olho também, em “mercados menores” como nos campeonatos Italiano, Português, Alemão e Francês.

A Premier League é muito mais atrativa e, com o time participando da Champions League, aumentam as chances de contratar melhores jogadores.

Tottenham disputar títulos
(Photo by Bryn Lennon/Getty Images)

Portanto, para o Tottenham disputar títulos, precisa investir de forma mais agressiva em contratações de jogadores “prontos”. Ter, ao menos, uma “estrela” para conduzir os Spurs de volta ao caminho das conquistas.

Hoje, se pudesse escolher um jogador, excluindo Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, NeymarKylian Mbappé, minha aposta seria em Griezmann.

O francês faria ótima dupla com o artilheiro Harry Kane.

E para você caro leitor, quais as principais posições o Tottenham precisa de reforços? Quais os jogadores se encaixariam no time?