Torino – História, estatísticas e conquistas

A Torino Football Club, ou conhecida originalmente como Torino, nasceu em Turim, na Itália. Fundado em 3 de dezembro de 1906, por membros dos extintos clubes como Internationale Torino (1891) e FC Torinese (1894).

O clube usou o nome FC Torino até meados de 1970, ficando como Torino Calcio entre 1970 e 2005. O seu principal uniforme é camisa e meias grenás com calção branco.

A sua casa se chama Estádio Olímpico Grande Torino, e foi fundado no ano de 1933, sendo inaugurado para a Copa do Mundo de 1934. Portanto, possui atualmente uma carga total de 28 mil torcedores.

Certamente, a sua grande rival na Itália, fica justamente no outro lado de Turim, a Juventus. Em pesquisas recentes, para se ter uma ideia de como estão as preferências dos torcedores, o Torino possui a oitava maior torcida italiana.

Por fim, em maio de 1949, uma das maiores tragédias aéreas devastaram o mundo do futebol. A delegação do clube de Turim, e alguns jornalistas não sobreviveram a queda do avião, que resultou em 31 mortes.

Trajetória do Torino: fundação, conquistas e ascensão

Antes de mais nada, o clube é o quinto maior campeão nacional, com sete títulos do Campeonato Italiano e cinco da Copa da Itália. No âmbito internacional, a sua melhor participação foi o vice-campeonato da UEFA 1991/92

Principais títulos:

  • 7x Campeão Série A (1928, 1943,1946, 1947, 1948, 1949 e 1976)
  • 5x Campeão Copa da Itália (1936, 1943, 1968, 1971 e 1993)
  • 3x Série B italiana (1960, 1990 e 2001

Mercado de Transferências do Torino

Decerto, confira as principais contratações no mercado da bola, maiores vendas, rumores,  artilheiros e ídolos.

Davide Zappacosta, do Torino para o Chelsea, por € 25 milhões, no mercado da bola de 2017/18

No mercado da bola de 2017, Davide Zappacosta se tornou a maior venda em toda a história do clube grená. Os valores giravam em torno de aproximadamente R$ 125 milhões.

Simone Verdi, do Napoli, por € 22 milhões, no mercado de transferências 2020/21

De antemão, no mercado da bola de 2020, antes mesmo dos rumores se concretizarem, o Torino agiu rápido no mercado e fez a maior compra da sua história, trazendo o meia italiano Simone Verdi por € 22 milhões (aproximadamente R$ 122 milhões). O atleta de 29 anos, realizou 91 jogos com a camisa grená, marcando 6 gols e dando 16 assistências.

Andrea Belotti, do Palermo, por € 8,4 milhões, no mercado de transferências 2015/16

Em primeiro lugar, Bellotti vem se consolidando como um dos principais jogadores que mais representaram a camisa grená. O atleta que está de saída do clube, chegou no mercado da bola de 2015, logo após boas atuações pelo modesto Palermo.

Atualmente, alguns rumores estão surgindo no seu nome, e um dos clubes interessados é o Mônaco, da França. Em suma, pela equipe de Turim, Belotti marcou 113 gols em 251 jogos.

Paolo Pulici, o maior artilheiro de todos os tempos do clube

O atacante Paolo Pulici, fez parte das grandes seleções da Italia nas copas de 1974 e 1978. No Torino, o goleador marcou 172 gols em 431 jogos, sendo peça fundamental nos títulos da Copa da Itália (1971) e Campeonato Italiano (1976).

Júnior, um dos maiores ídolos do Torino

A saber, além de ser ídolo do Flamengo, Júnior foi considerado um dos maiores da história do clube italiano. Independente do brasileiro nunca ter levantado um troféu em Turim, certamente está entre os grandes do clube.

Vítor, 32 anos, natural de Criciúma-SC, apaixonado por esportes, especialmente por futebol. Já escrevi para alguns portais de Criciúma e região, e atualmente estou no portal 4oito de Criciúma. Tenho um blog que leva meu nome, Vítor Rizzatti e escrevo de um a dois posts por semana, abordando temas atuais no âmbito esportivo. Faço jornalismo digital na Uniasselvi e estou na 1 fase.
Artigo anteriorNapoli – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoSalernitana – História, estatísticas e conquistas