‘Estragou tudo’ e ‘precisa sair’: torcida detona técnico da Inglaterra após vitória do Brasil

5 minutos de leitura

A Inglaterra perdeu o amistoso contra o Brasil por 1 a 0, no fim da tarde deste sábado (23). É a primeira vitória da seleção brasileira sobre os ingleses desde 2009, quando a Amarelinha conquistou o mesmo resultado em um amistoso disputado no Catar.

A equipe de Gareth Southgate entrou em campo com dois importantes desfalques: Harry Kane, Bukayo Saka, Trent Alexander-Arnold, Trippier e Reece James que estavam lesionados. O atacante do Bayern de Munique ficou no banco, mas o ponta do Arsenal foi cortado de última hora.

Mesmo assim, a torcida do país não poupou o treinador de críticas por ter levado o revés, já que supostamente eram favoritos no confronto.

Torcida da Inglaterra pede saída de Southgate após derrota

Mesmo alcançando o mesmo número de finalizações que a do Brasil (14), a Inglaterra não conseguiu estufar as redes do goleiro Bento. Southgate foi criticado por não conquistar a vitória em um time de jogadores com qualidade, como Bellingham, Foden e Rice.

Além disso, o momento da substituição de Bellingham, aos 22 minutos do segundo tempo, foi especialmente reprovado, inclusive em Wembley. A torcida presente no estádio vaiou o momento em que o meio-campista do Real Madrid saiu para a entrada de Jarrod Bowen.

Eu sei que foi um amistoso e com muitos jogadores faltando, mas Southgate estragar tudo com um time que inclui jogadores como Bellingham e Foden não é bom o suficiente…”
Gareth Southgate sempre me surpreende. Fazer com que jogadores como Foden, Bellingham e Rice tenham essa média é uma façanha.”
“Na Inglaterra, nunca houve melhores chances de ganhar algo com jogadores como Bellingham e Foden. Para tirar o melhor proveito desses jogadores, Southgate precisa sair.”
Inglaterra
23/03/24 - 16:00

Finalizado

0

-

1

Brasil

Inglaterra - Brasil

International Match

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.