“Por que eu virei torcedor do… Sunderland”

Um clube tradicional da Inglaterra tenta deixar a terceira divisão e voltar aos dias de glória

torcedor sunderland
Credit Carlton Myrie Imago Images

Jamais esquecerei a narração épica de Paulo Andrade. Parecia que o Stadium Of Light se movia para a esquerda e para a direita com o gol do Sunderland. Foi, sem dúvidas, um dos melhores jogos que já contemplei.

Os Black Cats perdiam para o Chelsea pelas quartas da Copa da Liga Inglesa de 2013 até os 86 minutos. Mas o imprevisto aconteceu. A três minutos do fim, Borini empata e, na prorrogação, Ki faz o gol da vitória e da classificação milagrosa.

Antes de falar de como virei torcedor do Sunderland, preciso falar de futebol. A influência dele na minha vida se deu por conta do meu tio. Lembro que, desde cedo, lá em Santa Maria do Salto, no nordeste de Minas Gerais, ele me levava aos jogos de várzea para assisti-lo jogar.

Assim, fui desenvolvendo meu amor gradativamente pelo esporte. Também me recordo como se fosse hoje, ele me mostrando os gols narrados em rádios, e como era contagiante ouvir os gritos do gol.

Eu sempre gostei do Campeonato Inglês e a Premier League foi a primeira competição estrangeira que eu assisti. Me recordo que ainda era transmitido na TV aberta, na RedeTV. Sempre assistia aos jogos nos finais de semana e, ao longo do tempo, senti a necessidade de ter um clube para torcer e comecei as minhas descobertas.

Eu virei torcedor do Sunderland em meados de 2013.

Por que o time? Eu sempre me senti atraído por clubes grandes e de histórias magníficas. Até tinha interesses no Liverpool, Manchester United e Arsenal, clubes grandiosos, porém não me sentia atraído por eles. Através de uma pesquisa, conheci a história do Sunderland e vi o quão grandioso é o time vermelho do nordeste.

Quando vi que o time tinha conquistado seis campeonatos ingleses, procurei em outros sites para ver ser era mesmo verdade. E, sim, era verdade! O Sunderland está empatado em títulos ingleses com Chelsea e Manchester City e atrás apenas de Manchester United, Liverpool, Arsenal, Everton e Aston Villa.

Outro fator que teve grande importância na minha escolha para ser torcedor foi a própria torcida do Sunderland. A maneira como eles torcem é impressionante, sempre vibrantes e apaixonados. Sem dúvida alguma, é uma das torcidas mais fieis que existe na Inglaterra e no mundo.

Desde que virei torcedor, acompanhar as partidas do Sunderland nas divisões inferiores é muito delicado. O torcedor tem que fazer malabarismo para acompanhar seu clube do coração. São pouquíssimos sites e aplicativos que transmitem as partidas, normalmente eu assisto em streaming ou em app, como o Aiscore e o website hesgoal. Infelizmente, a acessibilidade para assistir League One especificamente é complicadíssima.

A minha relação com o Sunderland é maravilhosa. Sempre tenho contato com os torcedores e com pessoas que trabalham dentro do clube, em especial os ingleses que acolhem incessantemente os torcedores estrangeiros. Assim que passar a pandemia, vou conhecer Wearside. Meu sonho um dia é poder balançar para a esquerda e para a direita com a imensa torcida.

Depois de me frustrar nos últimos cinco anos, finalmente o Sunderland vem se consolidando e fazendo sua melhor temporada.

O clube já foi faturou a League Trophy, vem fazendo uma ótima campanha na League One e com grandes chances de ser soltar o grito de campeão. Com a chegada de Lee Jonhson ao comando, o time não tem oscilado como nas últimas temporadas.

Logo após a chegada de Louis-Dreyfus, o Sunderland se encontrou. O presidente mais novo da história do futebol colocou o clube nos trilhos, pagando as todas as dívidas e selecionando algumas peças fundamentais que faltavam para o restante da temporada. Antes da sua chegada muitos colocaram em dúvida a sua capacidade de administrar uma equipe do tamanho do Sunderland pela sua idade, mas tem comprovado que estavam errado.

Recentemente, o Sunderland já faturou um título, a League Trophy. Atualmente, o time está prestes a soltar o grito de campeão da terceira divisão inglesa, dependendo apenas de si mesmo para levar o troféu a Wearside.

Muito se diz, caso o Sunderland consiga a promoção à Championship, Louis-Dreyfus irá investir 60 milhões de euros em transferências para construir uma equipe competitiva e que consiga o acesso à Premier League.

por Igor Ferreira, da Sundeland Brasil

Confira outros textos da série

Por que eu virei torcedor…do Aston Villa

Por que eu virei torcedora do…Manchester City

Por que eu virei torcedor do… Everton

Por que eu virei torcedor do… Newcastle

Por que eu virei torcedora… do Arsenal

Por que eu virei torcedor…. do Tottenham