Os 10 melhores goleiros da era Premier League

O que achou da nossa lista? Mande sua opinião nos comentários!

Os 10 melhores goleiros da era Premier League

A Premier League é uma das melhores ligas do mundo e, devido a isso, faz história desde a temporada 1992/93. Grandes craques já desfilaram pelos gramados de toda a Inglaterra e muitos goleiros foram decisivos em seus respectivos clubes. Por isso, a PL Brasil preparou um top 10 especial dos melhores goleiros da história da competição.

Os 10 melhores goleiros da era Premier League

10 – David James 

David James atuou como goleiro em muitos times da Inglaterra. Passou por Watford, Liverpool, Aston Villa, Manchester CityPorstmouth, Bristol City e Bournemouth, e também jogou com a camisa da Inglaterra. 

James disputou as Copas do Mundo de 2002, 2006 e 2010, sendo titular apenas no Mundial da África do Sul.

Começou no Watford, no qual foi um dos responsáveis pela conquista da Copa da Inglaterra da temporada 1991/92. Chegou ao Liverpool na temporada seguinte, ficando quase sete anos em Anfield e  ganhando a Copa da Liga de 1994/95. 

Christopher Lee/Getty Images)

Chegou ao Aston Villa para a temporada 1999/2000 e ficou no clube somente por duas temporadas, sem ter tanto destaque, disputando menos de 100 jogos. Foi para o West Ham e, depois disso, deixou os Hammers para substituir David Seaman no Manchester City. 

Em Manchester, ficou durante duas temporadas, jogando exatamente 100 partidas com a camisa dos Citizens. Decidiu ficar mais próximo dos seus filhos e acertou sua ida para o Portsmouth. 

No time londrino, conquistou a Copa da Inglaterra no ano de 2008 Depois do Porstmouth, ainda conseguiu ter uma boa sequência no Bristol City.

9 – David De Gea 

David De Gea deu seus primeiros passos como goleiro no Atlético de Madrid. No dia 29 de junho de 2011, após muitas especulações, enfim De Gea e Manchester United acertaram oficialmente a transferência. O início de De Gea em Old Trafford não foi dos melhores, com muita irregularidade e falhas marcantes.

Leia mais
Ronaldo, Best, Owen… Veja todos os vencedores da Bola de Ouro!

A torcida dos Red Devils já demonstrava desconfiança no novo goleiro e ameaçava pedir outro arqueiro. No entanto, Fergie estava convicto que havia feito a escolha correta. 

Após um início longe dos melhores, já a partir da segunda temporada, quando foi campeão da Premier League, mostrava evolução e defesas impactantes. 

Há algum tempo, aproximadamente quatro temporadas, é a principal figura dos Red Devils.

Por pouco, há três anos não deixou Old Trafford para se transferir para o Real Madrid. Em uma negociação bastante polêmica, na qual o United não enviou a documentação necessário durante o período previsto. 

Se o Manchester United não vive um dos seus melhores momentos na história, De Gea vive, sem sombra de dúvidas, seu auge técnico, que já o coloca como um dos melhores goleiros da atualidade. 

Jan Kruger/Getty Images)

Leia mais: Modo Carreira do FIFA 19: confira 8 jogadores ingleses para usar no seu time

Com a camisa dos Red Devils, já conquistou sete títulos, em pouco mais de sete anos de clube. Além disso, recebeu a luva de ouro da Premier League na temporada passada e recentemente foi escolhido como goleiro do FIFPro Word XI de 2018. 

8 – Tim Howard 

Tim Howard deu início a sua carreira dentro do seu país, atuando por North Jersey Imperials e Metro Stars, antes de atrair a atenção do Manchester United. 

Howard chegava a Old Trafford como mais uma tentativa de substituição de Peter Schmeichel. Além disso, foi contratado para ocupar a vaga de Fabien Barthez, que não tinha dado certo no United.

A trajetória do norte-americano nos Red Devils foi de certa irregularidade, com grandes atuações e outros bem abaixo. Na sua primeira temporada com os Diabos Vermelhos foi nomeado para a equipe do ano eleita pelos próprios jogadores da Premier League.

Seu primeiro ano ficou marcado por grandes atuações. Na segunda temporada, Howard continuou irregular e viu sua vaga de titular absoluto sendo ameaçada por Carroll.

Os dois alternaram a titularidade da equipe durante a temporada 2004/05. Para a temporada seguinte, os Red Devils liberaram Ricardo López e Carroll, e contrataram o experiente Edwin van der Sar. 

Leia mais: As piores contratações de Alex Ferguson no Manchester United

Clive Rose/Getty Images)

Dessa forma, foi para o Everton em fevereiro de 2007, inicialmente por empréstimo, e ficou no Goodison Park até 2016. Nos Toffees, virou ídolo e foi titular por longos anos, disputando 376 partidas ao total.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

7 – Jens Lehmann 

Lehmann deu início no futebol profissional no Schalke 04, em 1988. Pela equipe de Gelsenkirchen, foi campeão da Copa da Uefa da temporada 1996/97. Foi para Itália para defender o Milan. Não foi bem e retornou à Alemanha para o Borussia Dortmund, até chegar ao Arsenal 

O alemão foi para Londres em 2003, com a missão de substituir David Seaman. Foi parte importante dos “The Invincibles”, conquistando a Premier League da temporada 2003/04 de forma invicta.  

John Walton – EMPICS/PA Images via Getty Images)

O Crazy Jeans, apelido dado pela torcida do time londrino, se destacava pelas grandes e surpreendentes defesas e saídas do gol incomuns.

Já na temporada 2005/06 foi essencial para a chegada do Arsenal à final da Champions League, ao defender pênalti decisivo de Riquelme na semifinal. No entanto, na grande final, foi expulso durante a primeira etapa. 

Lehmann ficou no Arsenal até o final da temporada 2007/08, indo para o Stuttgart com a intenção de encerrar sua trajetória dentro do futebol e isso ocorreu.

Mas por pedido de Wenger, Lehmann, após se aposentar em 2009/10, retornou ao Arsenal na temporada 2010/11, visto que os três goleiros do elenco se contundira. Ao fim da temporada, se aposentou. É considerado um dos melhores goleiros da história da Alemanha.

6 – Pepe Reina 

O goleiro espanhol iniciou sua carreira no time do Barcelona B, passando pela equipe principal culé. Também atuou no Villarreal, antes de se transferir para o Liverpool em 2005, depois dos Reds conquistarem o pentacampeonato europeu. 

Logo na primeira temporada, quebrou o recorde no Liverpool de tempo sem ser vazado, ficando sem levar gols entre 11 de outubro e dezembro de 2005. Durante o período que ficou em Liverpool teve suma importância na equipe e se manteve com a titularidade incontestada durante a maior parte do tempo.

Pelos Reds, se firmou como um dos melhores goleiros do mundo. Conquistou quatro títulos defendendo as cores do Liverpool, sendo eles a Supercopa da Uefa de 2005, a Copa da Inglaterra de 2005/06, a Supercopa da Inglaterra de 2006 e a Copa da Liga Inglesa de 2011/12.

Ben Radford/Getty Images)

Individualmente, alcançou os prêmios de melhor goleiro da Premier League em três oportunidades.  Depois de deixar Anfield, Reina atuou por Napoli, Bayern de Munique, Milan e atualmente é atleta do Aston Villa. 

5 – Shay Given 

Shay Given teve grande destaque e impacto dentro do futebol inglês, atuando por diferentes clubes. Seu time de maior relevância foi o Newcastle, pelo qual fez mais de 400 partidas. 

Além de Newcastle, passou por Blackburn, onde começou como profissional, Swindon Town, Manchester City, Aston Villa, MiddlesbroughStoke City 

Chegou ao Newcastle em 1997, pelas mãos de Kenny Dalglish, dirigente do clube na época. Disputou posição com outros três goleiros e logo assumiu a titularidade.

Na temporada 2011/02, atuou em todos os jogos da Premier League e foi nomeado para a equipe do ano da competição. Além disso, foi convocado para a Copa do Mundo de 2002. 

Paul Ellis/AFP/Getty Images)

Leia mais: Quiz: Que treinador da Premier League você é?

Mostrando muita regularidade e batendo recordes por partidas jogadas de forma seguida, foi nomeado novamente para a equipe do ano da Premier League na temporada 2005/06. Tinha a intenção de encerrar a carreira nos Magpies, mas não foi isso que ocorreu. 

O Manchester City anunciou sua contratação em 2009. Given chegou a Manchester criticando a diretoria do seu ex-clube, afirmando que a mesma não teve capacidade de mantê-lo em St James Park. Em dois anos nos Citizens, disputou 50 jogos e conquistou a Copa da Inglaterra. 

Naquela época, o City já alçava voos maiores e Given, que havia perdido a posição para Joe Hart, decidiu rumar para o Aston Villa. Em 2017, encerrou sua carreira, quando atuava pelo Stoke City. 

4 – David Seaman 

Se tornou notável pelas suas atuações como goleiro, principalmente pelo Arsenal. Além dos Gunners, atuou por LeedsPeterborough United, Birmingham City, Queens Park Rangers e Manchester City. É considerado um dos melhores goleiros da história do futebol inglês. 

Deu início a sua carreira no Leeds, mas não fez nenhum jogo oficial pela equipe. Sua estreia oficial foi no Peterborough United, no qual ficou por aproximadamente dois anos, disputando 91 partidas.

Passou pelo Birmingham City até chegar ao Queens Park Rangers, onde chegou à seleção no ano de 1988. Em 1990, se juntou ao Arsenal, para substituir John Lukic. Nos Gunners, foram 13 anos e 13 títulos.

Para encerrar a sua carreira profissionalmente se transferiu para o Manchester City, pelo qual atuou durante apenas uma temporada, fazendo somente 26 jogos.  

No Arsenal, conquistou três edições de Premier League e duas de Copa da Inglaterra, principalmente.  

Tony Marshall/EMPICS via Getty Images)

3 – Edwin van Der Sar 

O holandês passou nove anos no Ajax, onde conquistou importantes títulos, como a Uefa Champions League da temporada 1994/95, a Copa da Uefa de 1991/92 e a Copa Intercontinental de 1995.

Em 1999, se transferiu para a Juventus, ficando somente duas temporadas em Turim, em uma equipe que fracassou dois anos seguidos. 

Sua trajetória dentro da Premier League começaria em Londres, pelo Fulham. No time londrino, voltaria a se destacar positivamente. Foi responsável por feitos como a chegada do time de Craven Cottage às semifinais da Copa da Inglaterra de 2001/2002 e o título da Copa Intertoto da temporada seguinte. 

Leia mais: Ranking: os 10 melhores volantes da Premier League

Ben Radford/Corbis via Getty Images

Edwin finalmente chegou a Old Trafford na temporada 2005/2006, após seguidas janelas de interesse de Alex Ferguson pelo arqueiro holandês. Fergie ainda não havia encontrado um goleiro de confiança depois da saída de Schmeichel em 1999. Van der Sar certamente seria esse nome. 

Pelo United, conquistou quatro Premier League, uma Uefa Champions League, um Mundial de Clubes, duas Copas da Liga Inglesa e três Supercopas da Inglaterra.

Além disso, teve atuações inesquecíveis, como diante do Chelsea, na final da Liga dos Campeões de 2007/08, quando defendeu o pênalti decisivo de Anelka e assegurou o título em Moscou. Foi um dos melhores goleiros de sua geração.

2 – Petr Čech 

A carreira de Cech é marcada por muitos títulos, pelo uso do capacete e pela forte relação com o Chelsea. Iniciou sua trajetória dentro do futebol profissional em 1999, pelo Chmel Blšany, passando também por Sparta Praga e Rennes.

Depois, assinou com os Blues, em 2004, após grande desempenho com a seleção da República Tcheca na Eurocopa daquele ano.

Na sua primeira temporada pelo Chelsea, sob comando de José Mourinho, foi incrível. Por lesão de Carlo Cudicini, assumiu a posição de titular e sofreu apenas 15 gols na Premier League. 

Adrian Dennis/AFP/Getty Images

Leia mais: Quiz: Você consegue identificar esses 12 clubes ingleses por seus apelidos?

Um dos pontos mais marcantes da história do goleiro ocorreu em 2006, contra o Reading. O arqueiro foi atingido com o joelho do atacante Stephen Hunt, e sofreu afundamento do crânio, o que fez com que fosse necessário o uso do famoso capacete até hoje.

Pelos Blues, foram diversos títulos e a consagração com a conquista da Champions League, na temporada 2011/12, diante do Bayern de Munique, dentro da Allianz Arena.

Foram, no geral, 15 títulos com o Chelsea, sendo uma Champions League, quatro Premier League, quatro Copas da Inglaterra e uma Europa League. Já pelos Gunners, já foram uma Copa da Inglaterra e duas Supercopas da Inglaterra.

Os prêmios individuais mais importantes foram quatro Luvas de Ouro da PL, três de melhor goleiro da Uefa, um de melhor goleiro da Fifa, além de melhor jogador da final da Champions da temporada 2011/12. 

1 – Peter Schmeichel 

Peter Schmeichel é o maior goleiro da história da Premier League. O arqueiro dinamarquês foi extremamente vencedor dentro da Inglaterra, demonstrando notáveis qualidades embaixo das traves. Se destacou, principalmente, com a camisa do Manchester United. 

Deu início à sua carreira profissional em 1981, na equipe da sua cidade natal, o Gladsake-Hero BK. Ainda na Dinamarca, teve passagens por Hvidore IFBrøndby IF. 

O Grande Dinamarquês, apelido que ganhou em Old Trafford, desembarcou na Inglaterra no ano de 1991. O valor? Apenas 600 mil euros, valor que fez com que Alex Ferguson afirmasse depois que foi o negócio do século para os Diabos Vermelhos. 

Schmeichel chegou a Manchester numa época complicada. Depois de bater na trave na primeira temporada, o título viria no ano seguinte, na estreia da Premier League, na temporada 1992/93. 

Michael Steele/EMPICS via Getty Images)

Leia mais: Confira nosso quiz de escudos de times ingleses nível HARD!

A grande temporada da carreira, e uma das mais importantes da história do United, foi a de 1998/99. Os Red Devils se tornaram o único clube inglês a faturar o treble, ou seja, vencer o campeonato e copa nacionais e a Champions League.

Schmeichel foi decisivo nos três títulos. A épica vitória sobre o Bayern de Munique seria a última partida do arqueiro com a camisa do United, já que seguiria para o Sporting. 

Na Inglaterra, também atuou por Aston Villa, e pelo rival City, pelo qual se aposentou. Encerrou a carreira, com a excepcional marca de nunca ter sido derrotado no dérbi de Manchester. Pelo Manchester United, conquistou incríveis quinze títulos, em nove anos de Old Trafford.

E para você, quais são os melhores goleiros da era Premier League?