Após suspensão de Tonali, companheiro de Douglas Luiz no Aston Villa ‘não corre perigo’, indica jornal

4 minutos de leitura

Nicolò Zaniolo, meia recém-chegado ao Aston Villa, está buscando resolver o seu caso de apostas e voltar a defender a seleção da Itália. Após um incidente que levou à sua expulsão do retiro da Azzurri em Coverciano, no último dia, 12 de outubro, o jogador vê uma nova oportunidade no horizonte.

Segundo o jornal italiano “Gazzetta dello Sport” informou nesta quarta-feira (1º), espera-se que o jogador receba apenas uma multa e não seja suspenso das atividades futebolísticas, como ocorreu com seus compatriotas Sandro Tonali e Nicolò Fagioli.

Zaniolo não corre perigo

Segundo o periódico, do ponto de vista desportivo, o jogador encontra-se em boa situação, sem processos abertos no Ministério Público Federal. A questão penal poderá ser resolvida em breve com uma multa de alguns milhares de euros em Turim.

A sua responsabilidade resume-se a ter jogado blackjack e poker em plataformas ilegais, uma admissão que agora é considerada “ocasional”, o que, segundo a justiça desportiva, não constitui um crime.

Foto: Icon Sport

O limite está na participação em jogos de futebol, como fizeram outros jogadores que optaram por admitir a sua culpa e negociar sanções. A investigação em Turim está em andamento, e embora não se descartem novos desenvolvimentos, por agora, não há indícios de uma mudança na situação atual.

O interrogatório de Zaniolo não forneceu provas contra ele em relação à hipótese de apostas em jogos de futebol, de acordo com o relato dos seus advogados. A documentação relacionada com o caso em Turim será enviada à Federação de Futebol assim que a investigação for concluída.

Além disso, foi relatado que haverá coordenação entre os procuradores de Turim e Milão, que estão a investigar as denúncias de difamação apresentadas pelos jogadores mencionados por Fabrizio Corona, jornalista que deu o furo sobre os casos de apostas entre atletas italianos.

As diferenças para o caso de Tonali

Ao contrário de Tonali e Fagioli, que foram suspensos por 10 e sete meses, respectivamente, Zaniolo não apostou em jogos de futebol. Tonali, por exemplo, chegou a apostar no Milan quando ainda jogava pela equipe.

O diário italiano afirma ainda que não são esperados novos desenvolvimentos na investigação que possam acentuar a punição ao jogador do Aston Villa. Já após o interrogatório a que o jogador fora sujeito, os seus advogados, Antonio Conte e Gianluca Tognozzi, acreditavam no desfecho rápido do processo:

— Estamos confiantes de que o processo judicial do nosso cliente será encerrado em breve — afirmaram os advogados.

Estas acusações, inclusive, não impediram Zaniolo de atuar pelo Aston Villa, tendo o italiano sido titular na última rodada da Premier League. Tonali até chegou a jogar enquanto as negociações estavam em curso, antes de ser banido do futebol por 10 meses.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]