Tom Cairney retorna ao Fulham para clássico contra o Queens Park Rangers

Tom Cairney retorna ao Fulham para clássico contra o Queens Park Rangers
Tom Cairney com a camisa do Fulham. Foto: Divulgação/Getty Images

Em suma, Tom Cairney foi liberado pelo departamento médico do Fulham, e assim, vai poder enfrentar o Queens Park Rangers, no próximo sábado (16), pela 12ª rodada da EFL Championship. 

Desse modo, o camisa 10 estava afastado dos Whites desde dezembro passado devido a um problema no joelho. Assim, a expectativa é que Cairney comece no banco de reservas no clássico contra o QPR. 

O técnico do Fulham, Marco Silva, confirmou a presença do seu capitão em coletiva de imprensa. O português sempre deixou claro que o atleta era peça fundamental no seu elenco, e que contava com ele após se recuperar da lesão. 

“O Tom Cairney estará envolvido. Ele está pronto. Ele precisa de algum condicionamento físico, mas é bom vê-lo com um sorriso no rosto”, disse o treinador. 

Além de Tom Cairney, Tete e Fábio Carvalho seguem fora 

De antemão, Cairney não é o único reforço do Fulham, logo que Nathaniel Chalobah também volta a estar disponível, o volante foi contratado há pouco tempo do Watford e busca adquirir minutos em campo. 

Por outro lado, nem tudo é alegria no Alvinegro do oeste londrino, pois Fábio Carvalho e Kenny Tete segue fora dos jogos. Na mesma entrevista, Marco Silva tratou de falar sobre a situação física da dupla. 

“O Fábio estará de volta na próxima semana, na minha opinião. Kenny está treinando, e talvez o tenhamos de volta na próxima semana também. Mas Chalobah está pronto e, além das longas viagens que fizeram, todos os atletas (estrangeiros) estão de volta e em boas condições”, informou Marco Silva. 

Por fim, o comandante dos Cottagers tratou de falar sobre o clássico londrino contra o QPR, e ressaltou que o estilo de jogo do adversário, vai tornar a partida atrativa. 

“Eles gostam de fazer gols. Será um jogo aberto se eles jogarem como vêm fazendo”, disse ele. Se eles mudarem, isso é com eles. Vamos jogar o mesmo.” 

Artigo anteriorMikel Oyarzabal é a mais baixa da Real Sociedad
Próximo artigoOs melhores jogadores da história Premier League
Estudante de jornalismo que sonha em trabalhar nos maiores eventos esportivos do mundo. E, assim, ser referência na área. Meu principal objetivo é ser correspondente internacional em Londres. Sou fascinado por futebol, e como o esporte influencia às pessoas, e o mundo. Não me limito apenas a assistir, mas a consumir em sua totalidade, estudando e entendendo regras, conceitos, histórias e tudo que envolve o mundo das quatro linhas. No entanto, gosto de acompanhar outras modalidades, como: Basquete, Surf, Futebol Americano, Hóquei, Tênis, dentre tantas outras. Junto isso, tenho o amor pela leitura e a escrita como minhas aliadas na hora de passar para os meus textos, todas as sensações e emoções que estou sentindo, ao lado de informações relevantes com apuração precisa. Seja bem-vindo (a)!