Ten Hag bate recorde do United, mas se nega a comemorar: ‘Temos outras preocupações’

4 minutos de leitura

O Manchester United venceu a segunda partida seguida na Premier League neste sábado (11), um 1 a 0 em cima do Luton Town, em Old Trafford.

Em meio a tantas notícias ruins, como a péssima campanha na Champions League, os diversos desfalques e a pressão sobre si mesmo, Erik Ten Hag, treinador do clube, não se deu ao luxo de comemorar muito o resultado.

Isso mesmo com o fato de que o holandês ganhou 30 dos primeiros 50 jogos de liga no comando do United, um recorde na história do clube.

Isso não é ruim, mas eu não posso comemorar. Nós temos outras preocupações e temos que jogar melhor — afirmou Ten Hag.

Ele chamou a atenção para os próximos três compromissos do United, todos fora de casa, que podem ter um papel decisivo na temporada: Everton, Galatasaray e Newcastle. Eles serão jogados após a paralisação para a Data Fifa.

Temos que nos preparar para esses três jogos fora de casa, todos grandes. Espero que os jogadores permaneçam saudáveis na Data Fifa. Temos muito trabalho mas estaremos preparados — disse.

United sofre com lesões

As lesões têm sido um dos principais problemas do treinador holandês. No momento, ele tem os desfalques importantes de Casemiro, Lisandro Martinez e Luke Shaw. Diante do Luton, Eriksen e Hojlund também saíram machucados.

Ten Hag não quis fazer uma previsão sobre os lesionados. Ele afirmou que é preciso esperar 24 horas para ter um diagnóstico preciso.

Sobre Hojlund, especificamente, o holandês também garantiu não estar preocupado. O centroavante, uma das principais e mais caras contratações da última janela, ainda não marcou gols na Premier League — apesar de já ter balançado as redes na Champions.

Rasmus Hojlund marcou cinco gols na Champions. Ele está com confiança e os gols irão aparecer (também na liga) — prometeu ele.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]