Balanço da temporada 2018/2019 do Everton na Premier League

Inconsistência foi a palavra chave da temporada

Quem é o melhor brasileiro atuando na Premier League?

Balanço da temporada 2018/2019 do Everton na Premier League

O lado azul de Liverpool começou sua temporada com um novo diretor de futebol e um novo técnico. Porém, nem Marcel Brands nem Marco Silva garantiram o resultado esperado há cerca de um ano.

Em busca de uma posição que desafiasse o Big Six, o Everton investiu pesado nas contratações de Richarlison, Digne, Bernard e Mina. Contudo, durante boa parte da temporada o clube oscilou de forma quase pendular entre a 8ª e a 12ª posição.

Everton teve seus grandes momentos, como a vitória por 5 a 1 sobre o Burnley e os 4 a 0 em cima do Manchester United em Goodison Park. Mas os maus momentos também cobraram seu preço, como o triste começo de temporada, e as derrotas para West Ham, Tottenham (inacreditáveis 2×6) e Newcastle.

Assim, a famosa Everton Cup, ou Troféu Sétimo Lugar, ficou com o Wolverhampton e não com o time homônimo à competição. O Everton precisa decidir se o técnico português Marco Silva fica ou não; e mais do que isso, precisa definir qual será a estratégia que garantirá um resultado melhor na próxima temporada.

Destaque

O atacante brasileiro Richarlison chegou em Liverpool com duas legendas: homem de confiança de Marco Silva e um acréscimo ímpar de qualidade ao ataque. Ele fez-se cumprir todas as palavras.

Com 13 gols (empatado com Sigurdsson na artilharia) e três assistências, o brasileiro chegou inclusive a atuar pela Seleção: 40 milhões de libras muito bem gastos.

O jovem de 22 anos estreou de forma espetacular, marcando três gols em dois jogos. Contudo, recebeu um cartão vermelho direto e passou duas rodadas sem atuar. Durante o resto da temporada foi mais consistente e teve seus momentos de brilhantismo, como no belíssimo gol contra o Manchester United.

Richarlison se consolidou como um atacante de seleção e um nome diferenciado na ponta esquerda. Mostrou velocidade, habilidade e vontade ofensiva. Itens esses muito essenciais nos momentos complicados do ano do Everton.

Decepção

O que houve com o goleiro (Foto: Reuters)

Destaque durante a Copa do Mundo 2018Jordan Pickford teve momentos muito ruins na temporada 18-19. Os bons, ao contrário, se tornaram mais raros.

O goleiro inglês era cotado como um destaque certeiro do time, mas não conseguiu bater as expectativas. Além disso, falhas cômicas como contra o Liverpool (onde a bola bateu na trave ao invés da mão dele e Origi cabeceou) rodaram o mundo.

Pickford é um ótimo goleiro. Nunca deixou de ser. Precisa apenas deixar os erros crassos para trás, bater a poeira e recomeçar uma temporada com confiança.

Leia mais 5 times que quase conquistaram a UEFA Champions League

Revelação

Lookman atraiu olhares (Foto: Lars Baron)

É verdade que muitos fãs esperavam uma temporada impecável de Ademola Lookman. Mas é importante lembrar que o vem inglês ainda tem apenas 20 anos. Ele ainda atingirá seu auge.

Isso não impediu que o atacante mostrasse talento. Embora um reserva de luxo durante toda a temporada, quando entrava em campo era motivo de medo na defesa adversária.

Veloz, driblador e com muito potencial, Lookman só precisa de lapidação e cuidado médico. Seus tornozelos foram motivo de problemas e afastamentos durante a temporada 18-19, e para que o ponta-esquerda alcance seu potencial máximo o Everton precisa dar atenção à sua saúde e condicionamento.