Técnico do Forest em possível última fala sobre Andrey Santos: ‘Não concordo com…

4 minutos de leitura

Andrey Santos é um dos jogadores brasileiros mais promissores de sua geração, mas tem vivido uma temporada decepcionante. Emprestado pelo Chelsea ao Nottingham Forest, o ex-Vasco pouco atuou com a camisa vermelha e um ponto de interrogação foi colocado em torno de seu futuro. Os Blues estão insatisfeitos com a situação.

Em entrevista coletiva, Steve Cooper, técnico do Forest, falou sobre o impasse de Andrey Santos na equipe. Com contrato até o fim da temporada, o meio-campista pode deixar o time dos também brasileiros Danilo, Murillo e Felipe já em janeiro. O Chelsea estuda encerrar o empréstimo e cedê-lo a outro clube.

‘Todos gostariam que Andrey Santos jogasse mais'

Segundo Cooper, a baixa minutagem do brasileiro em campo não é algo premeditado. O treinador alegou não estar totalmente de acordo com a intenção do Chelsea em tirá-lo do Nottingham Forest, mas salientou que poucos jogadores da idade de Andrey Santos (19 anos) jogam com frequência na Premier League.

 — Não concordo muito com o que foi dito. É claro que todos gostariam que Andrey jogasse mais. Ele é um jogador jovem muito bom, mas não há muitos jogadores da sua idade que joguem regularmente na Premier League–, avaliou.

Steve Cooper, treinador do Nottingham Forest - Foto: Icon Sports
Steve Cooper, treinador do Nottingham Forest (Foto: Icon Sports)

O treinador ainda ponderou que trata o desenvolvimento dos jogadores jovens como algo pessoal, por suas raízes. Cooper era treinador de divisões de base e foi campeão mundial sub-17 com a Inglaterra, em 2017. Segundo o comandante, há todo um trabalho para a formação dos atletas mais novos do elenco.

Levo o desenvolvimento individual dos jovens para o lado pessoal. Significa muito para mim por causa da minha formação e onde passei grande parte dos meus anos como treinador. Isso não será diferente com Andrey (…) Certamente estamos empenhados no nosso trabalho diário com ele, como fazemos com todos os jogadores e principalmente com os mais jovens devido à fase da jornada em que se encontram–, revelou.

Andrey Santos em campo pelo Forest (Foto: Icon Sport)
Andrey em ação pelo Nottingham Forest (Foto: Icon Sport)

Cooper acredita que o fato de Andrey Santos ser do Chelsea pesa na situação

Para o treinador, o descontentamento pelo pouco tempo de jogo do volante surgiu por ele pertencer a outro clube. Caso fosse do Forest, Andrey Santos poderia encarar o momento sem oportunidades como uma fase normal do desenvolvimento. Não é a realidade, já que o Chelsea o emprestou justamente com a premissa de ganhar experiência em campo, o que não seria possível em Stamford Bridge.

É o tipo de situação em que se ele fosse nosso jogador, estaria na situação perfeita de estar dentro e perto do time titular, procurando envolvê-lo e dar alguma oportunidade quando possível, mas sabendo que você o está desenvolvendo. O contexto é que ele não é nosso jogador, é do Chelsea. Isso provavelmente apenas acrescenta alguns pontos de interrogação à situação, o que eu entendo–, opinou.

No Forest desde o início da temporada, Andrey Santos entrou em campo apenas duas vezes, uma pela Premier League e uma na Copa da Liga Inglesa. Os Blues estão chateados com a situação e podem reintegrá-lo ao elenco de Mauricio Pochettino, já que uma regra da Fifa dificulta um possível novo empréstimo do jogador. A entidade limita os clubes a terem apenas sete jogadores emprestados para o exterior, número já atingido pelo Chelsea. O brasileiro só poderia ser cedido a outro time inglês.

Andrey Santos Chelsea
Andrey Santos pelo Chelsea (Foto: Icon Sport)

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.