4 talentos da Inglaterra sub-21 que podem estar nas próximas convocações da seleção principal

Joias inglesas estão buscando uma vaga nos Three Lions

0
166
4 talentos da Inglaterra sub-21 que podem estar nas próximas convocações da seleção principal
Foto: PA

Quem viu os resultados dos dois amistosos da Inglaterra sub-21 na última semana pode estar receoso quanto à qualidade e o desenvolvimento da nova geração dos Three Lions.

Um empate contra a Polônia seguido de um duro revés contra os alemães não é a melhor maneira de encerrar o ciclo de preparação para o Campeonato Europeu sub-21, que começa em junho.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

E se o Southampton não tivesse vendido seus jogadores?

Mas o grupo inglês demonstrou nessas duas partidas o quão completo é, tendo mais de uma opção de qualidade em todos os setores.

Com a constante estreia de novos jogadores sob o comando de Gareth Southgate (Jadon Sancho, Declan Rice e Hudson-Odoi são os exemplos mais recentes), é natural que muito em breve vejamos mais atletas deste ciclo representarem o grupo principal do país.

Separamos quatro atletas que julgamos estarem mais preparados no momento, levando em consideração tempo de jogo, desempenho e posição.

Ryan Sessegnon

Ryan Sessegnon é o jogador mais precoce desta lista, e talvez tenha que esperar um pouco mais que os outros para poder receber sua oportunidade. Além de ter apenas 18 anos, viu a subida recente de Ben Chilwell para o grupo principal.

No entanto, Danny Rose, que é constantemente convocado para a posição, vem sendo cada vez mais esquecido no Tottenham. O lateral já teve seus momentos de maior utilização e nesta temporada somou apenas 1356 minutos em campo pela Premier League. Sessegnon por outro lado tem 1690 minutos até aqui.

Não podemos esquecer que esta é a primeira temporada do jovem talento do Fulham na primeira divisão.

Sessegnon vem impressionando cada vez mais no Fulham. (Foto: Getty)

Ryan vem cada vez mais provando toda a expectativa criada sobre ele, e atua de maneira bem confortável na seleção sub-21, principalmente na questão ofensiva, fato que é importante devido à recente alteração de Southgate para o 4-3-3, o que pede naturalmente uma boa associação dos laterais com os pontas.

Tom Davies

A maior crítica feita à nova geração inglesa é a falta de “meias controladores”. Aqueles meio-campistas que conseguem pausar o jogo quando necessário com a mesma intensidade em que aceleram. Jogadores que ditam o ritmo da partida vindo de trás.

LEIA MAIS: – Podcast PL Brasil #60 – Conheça a nova geração da Inglaterra!

Tom Davies é o jogador que mais se encaixa nessa característica pensando a médio/longo prazo. O talento do Everton tem esbanjado confiança nos amistosos pela seleção sub-21, e mesmo não tendo tantas oportunidades no time de Liverpool em comparação com a temporada passada, as chances na seleção principal devem aparecer em questão de tempo.

Tom Davies pode ser o meia controlador que a Inglaterra precisa. (Foto: TheFa)

Ross Barkley nunca agradou pelos Three Lions e JordanHenderson não tem atuado tantos minutos pelo Liverpool. Esta pode ser a porta de entrada de Davies no time de Gareth Southgate. O campeonato europeu sub-21 poderá ser a plataforma que precisa para entrar de vez no radar do treinador inglês.

James Maddison

Muitos questionam o porquê de James Maddison não ter sido convocado pela seleção principal ainda. O meia tem sido brilhante em sua temporada de estreia na Premier League participando diretamente de 12 gols (seis tentos e seis assistências) em 29 jogos.

James Maddison tem sido brilhante em sua temporada de estreia na PL. (Foto: Getty)

O jogador é peça-chave do Leicester City e lidera a PL no quesito passes importantes (2.9 por jogo) mesmo concorrendo ao lado de Eden Hazard (2.6) e David Silva (2.4). Maddison não precisa provar mais nada ao técnico da seleção e provavelmente receberá logo a sua oportunidade.

Dele Alli em breve receberá um concorrente à sua altura e a Inglaterra terá dois grandes meias ofensivos para os próximos anos.

Demarai Gray

Gray está encerrando seu ciclo na Inglaterra sub-21, e mesmo sendo o menos falado da lista, tem tudo para receber uma chance no grupo principal. O ponta inglês tem algumas particularidades interessantes que se encaixariam muito bem nos Three Lions.

Ele é confortável usando os dois pés, podendo desta forma atuar nos dois lados do campo. Muito bom no drible, pode agregar sendo uma opção interessante ao esquema 4-3-3, muito embora a concorrência seja acirrada.

Demarai Gray se consolida cada vez mais na Premier League e deverá receber oportunidades de Gareth Southgate. (Foto: Rex/hutterstock)

O atleta do Leicester já vem atuando com regularidade desde a temporada passada e até já foi convocado pela seleção principal em 2018, para um amistoso contra a Suíça. Mas não recebeu nenhum minuto em campo. Seguindo nessa constância, não tardará em ter a sua sonhada oportunidade.