TAD rejeita recurso do Barcelona por Lewandowski

1 minuto de leitura

Nos preparativos para retomar as competições, as notícias para o Barcelona não são boas. Afinal, terá um desfalque importantíssimo nas próximas três rodadas da La Liga, incluindo dois clássicos na disputa pela liderança da competição.

Nesta sexta-feira (23), o Tribunal Administrativo do Esporte (TAD), rejeitou o recurso da equipe catalã, que solicitava a retirada da suspensão de três jogos no Campeonato Espanhol de Robert Lewandowski, que foi expulso na última partida antes da pausa para a disputa da Copa do Mundo 2022, na vitória contra o Osasuna.

Sendo assim, o técnico Xavi Hernández terá um desfalque importantíssimo no retorno da La Liga e com dois jogos importantes. A saber, no dia 31 de dezembro, o Barcelona terá o clássico da Catalunha contra o Espanyol. Bem como o Atlético de Madrid no dia 8 de janeiro. Por fim, o último jogo da suspensão de Lewandowski será contra o Getafe, no dia 22 de janeiro.

Portanto, o treinador poderá contra com o atacante na La Liga apenas no dia 29 de janeiro, no confronto contra o Girona. Contudo, o camisa nove estará à disposição para o jogo contra o Intercity na Copa Del Rey, além da semifinal da Supercopa da Espanha, contra o Real Bétis, além de uma eventual final.

Em suma, a última partida do Barcelona antes da Copa do Mundo 2022 foi marcada por muitas polêmicas. Ainda no 1º tempo, Lewandowski recebeu dois cartões amarelos e foi expulso. Na saída para o vestiário, o atacante colocou o dedo no nariz voltado para o árbitro da partida. Dessa forma, o TAD puniu o atleta com três partidas de suspensão. Aliás, Piqué também foi expulso no intervalo, após xingar o árbitro.

Xavi busca soluções para o ataque do Barcelona

Certamente, o desfalque de Robert Lewandowski é um grande problema para Xavi Hernández. Afinal, o atacante é o artilheiro do Barcelona na temporada, com incríveis 18 gols em 19 jogos disputados, além de quatro assistências, somando os números de La Liga Champions League.

A diretoria do Barça e o treinador estavam esperançosos que o recurso seria aceito. Aliás, Xavi afirmou publicamente que Lewandowski sempre foi um exemplo na conduto, não se envolvendo com problemas em campo, mas foi rejeitado.

Agora, Xavi trabalha com algumas opções para tentar suprir a ausência do polonês. A primeira opção é Memphis Depay. Na atual temporada, o holandês conta com poucos minutos em campo, enfrentando muitos problemas com lesão. No entanto, disputou a Copa do Mundo pela Holanda e demonstrou estar recuperado. Além disso, Ferran Torres Ansu Fati também podem assumir a posição como um ‘falso nove’.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.