Brilho de Joelinton e Bruno Guimarães! Newcastle escancara diferença para o Sunderland e passeia em clássico

5 minutos de leitura

Depois de sete anos, Sunderland e Newcastle fizeram mais uma edição de um dos maiores clássicos do futebol inglês. Pela terceira rodada da FA Cup, os times se enfrentaram no Stadium of Light, na manhã deste sábado (6). Mesmo visitantes, os Magpies levaram a melhor por 3 a 0, se classificaram e escancaram a diferença de patamar entre os times no momento.

A partida esteve cercada de expectativas desde o sorteio do confronto. Fora da Premier League desde 2016, o Sunderland passeou por divisões inferiores do futebol inglês e se distanciou do Newcastle que, pelo contrário, recebeu investimento saudita e cresceu. Os adversários protagonizam o Tyne-Wear Derby, principal rivalidade entre cidades do Nordeste da Inglaterra.

Joelinton e Bruno Guimarães brilham no primeiro tempo

Comandado por Michael Beale, ex-auxiliar de Rogério Ceni no São Paulo, o Sunderland entrou em campo ciente de sua inferioridade técnica. Por isso, a equipe alvirrubra teve, desde o primeiro momento, uma postura aguerrida e de muita dedicação na partida. Inicialmente, houve dificuldade do Newcastle impor seu ritmo, mas aos poucos o time de Eddie Howe foi controlando as ações do jogo.

Os Magpies terminaram o primeiro tempo com um domínio amplo. Posse de bola de 72% e seis finalizações, contra apenas uma dos donos da casa. Eddie Howe escalou o que tinha de melhor para a partida por conta da importância do clássico, mesmo com a diferença de investimento dos elencos.

O primeiro gol era questão de tempo e assim foi. Aos 35 minutos, Bruno Guimarães fizeram bela tabela no lado esquerdo do campo. O camisa 7 fez ótima arrancada e cruzou a bola à meia altura. Antes que Isak chegasse para finalizar, o defensor Ballard completou contra o próprio patrimônio e marcou gol contra.

A má notícia para Joelinton foi, mais uma vez, a questão física. O brasileiro foi substituído no início da segunda etapa, mancando e acusando dores. O meia tem tido uma temporada repleta de problemas musculares.

Newcastle segue dominante e amplia vantagem histórica no confronto

Com o 1 a 0 no placar, os Magpies seguiram em cima e dominantes, como reza a cartilha de um grande clássico. Para o Newcastle, não bastava vencer, era preciso expor ao rival quem é o grande time da região no momento. Foi com essa mentalidade que o time alvinegro chegou ao segundo gol.

A marcação alta foi uma marca do time de Eddie Howe. Essa postura, aliada às limitações técnicas do Sunderland, geraram muitas roubadas de bola no campo de defesa adversário. Em um desses lances, no primeiro minuto do segundo tempo, Almirón aproveitou erro da saída de jogo e serviu Isak, que só teve o trabalho de balançar as redes.

O Newcastle seguiu muito superior e teve chances de ampliar o placar. Aos 43 minutos do segundo tempo, Gordon arrancou em contra-ataque e só foi parado com falta. A arbitragem marcou penalidade máxima. Isak não titubeou e converteu o terceiro tento preto e branco.

Newcastle assume liderança de vitórias no confronto direto

Magpies e Black Cats fazem um dos clássicos mais equilibrados do mundo. Antes da partida deste sábado (6), os rivais estavam empatados no número de vitórias. Com o triunfo, a equipe do St. James’ Park superou o rival e agora é, de forma absoluta, o maior vencedor do confronto.

  • Jogos disputados: 157
  • Vitórias do Newcastle: 54
  • Vitórias do Sunderland: 53
  • Empates: 50

A vitória por 3 a 0 valeu ao Newcastle o avanço à próxima fase da FA Cup. O time está garantido nos 16avos e agora aguarda sorteio para conhecer seu adversário seguinte. A copa é a única chance de título dos Georgies na temporada.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.