Southampton x Portsmouth: a história do derby da Costa Sul

Conheça mais sobre uma das grandes rivalidades da Inglaterra

0
255
Southampton x Portsmouth

Sete anos irão ser concluídos, neste dia 7 de abril, da última vez em que o Derby da Costa Sul da Inglaterra foi travado. O duelo Southampton x Portsmouth possui uma das histórias mais incompreensíveis da Terra da Rainha e isso se deve ao fato de a rivalidade ser extremamente forte apesar dos pouquíssimos encontros realizados até o momento.

Southampton x Portsmouth: um começo amistoso

Perfilado o time do Portsmouth do ano de 1909 antes de partida contra o Sheffield Wednesday (Fonte: PompeyVoices)
Perfilado o time do Portsmouth do ano de 1909 antes de partida contra o Sheffield Wednesday (Fonte: PompeyVoices)

Também conhecido como Hampshire Derby, o embate teve seu início oficial em 1900, em partida válida pela Southern League. A competição começou a ser realizada em 1894/95 e ainda é disputada nos dias atuais, com times semiprofissionais do sul da Inglaterra e País de Gales.

Foi computada em 14 de abril que a primeira vitória do Portsmouth, por um placar de 2 a 0. Começava ali o histórico de Southampton x Portsmouth, mas o confronto ainda estava longe de se tornar uma grande rivalidade.

Isso acontecia pelo fato de os times não serem da mesma cidade, apesar de fazerem parte da costa sul do país. Não havia uma rixa estabelecida entre as comunidades e nem motivos para se demonstrar ódio através do futebol, tendo um clima pacífico que perdurou até a década de 1960.

Leia mais: Newcastle x Sunderland, o clássico que vai muito além do futebol

Dois fatos curiosos demonstram que antes da rivalidade ter início, havia até uma certa amizade. O primeiro deles aconteceu em 1939, quando o Portsmouth ganhou a Copa da Inglaterra e o troféu foi exibido nas proximidades do estádio do Southampton com aplausos da conquista por parte de sua torcida.

O outro acontecimento deu-se durante a Segunda Guerra Mundial, quando os Saints tiveram de jogar no Fratton Park durante um tempo devido à uma bomba que caiu em seu estádio, o Dell.

Time do Portsmouth posando para foto com a taça da FA Cup, conquistada em 1939. (Foto: Portsmouth FC)
Time do Portsmouth posando para foto com a taça da FA Cup, conquistada em 1939. (Foto: Portsmouth FC)

Nesse tempo foram 32 partidas disputadas pela Southern League, quatro pela Divisão Three (South), seis pela League Division Two e uma pela Copa da Inglaterra. O confronto pela copa merece destaque por ser uma das maiores goleadas do duelo no período: o Southampton aplicou 5 a 1 sobre seu adversário.

É possível analisar que nestes 60 anos iniciais de história oficial foram apenas 43 partidas e somente sete delas com proporções nacionais (Segunda Divisão e Copa da Inglaterra). Em 1927 ocorrera o último embate das equipes até 1960, quando voltariam a se ver oficialmente e já com uma ligação muito mais forte.

O início da rivalidade

O reencontro de Southampton x Portsmouth foi em 27 de agosto de 1960. O Pompey já trazia consigo o peso dos títulos que conquistara ao longo dos anos, tendo sido campeão inglês em duas ocasiões e também da Copa da Inglaterra. Enquanto os Saints nutriam apenas a esperança de conquistas maiores.

Uma das explicações para o fato de ter florescido uma rixa entre as equipes foi o hooliganismo. Crescendo no cenário europeu e tendo fortes raízes se fincando na Inglaterra, o comportamento não era apenas um reflexo das rivalidades, mas também as impulsionava para que os atritos fossem mais intensos.

Jogadores do Southampton comemorando em jogo contra o Portsmouth. A partida era válida pela FA Cup em 1984 (Foto: GettyImages)
Jogadores do Southampton comemorando em jogo contra o Portsmouth. A partida era válida pela FA Cup em 1984 (Foto: GettyImages)

Existem materiais que indicam que Portsmouth e Southampton já traziam certa hostilidade, porém os confrontos agressivos entre as torcidas passsaram a acontecer com maior frequência a partir da década de 1960.

Um contexto histórico traçado por uma matéria do jornal The Guardian, mostra que poderia haver um desdém antigo relacionado com os portos de ambas as cidades. E dessa ligação que teria surgido os apelidos indesejáveis de “scum” para os Saints e “skates” para o Pompey.

A cidade de Portmouth detinha na época um porto menor que o da de Southampton, porém ele surgira através de uma iniciativa da coroa para resguardar os navios da marinha real (militar). Enquanto a cidade vizinha detinha um porto mercantil.

O apelido “scum” teria uma de suas origens explicadas pelo fato de os militares chamarem assim as embarcações na água que serviam para fins comerciais. Na tradução, a palavra significa “escória”.

Leia mais: E se o Southampton não tivesse vendido seus jogadores?

Torcedores do Portsmouth utilizando o apelido pejorativo "scummer" em protesto à saída de Harry Redknapp do Pompey diretamente para o Southampton em 2005 (Foto: GettyImages)
Torcedores do Portsmouth utilizando o apelido pejorativo “scummer” em manifesto a saída de Harry Redknapp do Pompey diretamente para o Southampton em 2005 (Foto: GettyImages)

O nome “skates” possuí uma conotação muito mais agressiva, sendo essa a zombaria que se usava contra os marinheiros militares dizendo que eles utilizavam peixes skates para satisfazer suas necessidades sexuais durante os longos períodos embarcados.

A reportagem do jornal inglês ainda apresenta um contexto socioeconômico, mostrando que a cidade de Southampton era mais abastada financeiramente e a de Portsmouth possuía menos dinheiro, criando-se assim uma rixa muito característica dos anos que se seguiriam.

Leia mais: Em livro, Fernando Torres explica saída do Liverpool

Em 1966, houve uma invasão após goleada dos Saints por 5 a 2 no Fratton Park. Em 1984, pela Copa da Inglaterra, um torcedor do Pompey agrediu um jogador do time adversário com moedas. O duelo pela copa ainda teve cenas de racismo com bananas sendo jogadas pela torcida do time da cidade de Portsmouth.

Registro de partida entre Southampton e Portsmouth no The Dell em agosto de 1965. O jogo terminou empatada por 2 a 2 (Fonte: PompeyVoices)

As aspas de Alan Ball, que atuou como jogador pelo Southampton e treinou ambas os times, publicadas no livro “Saints v Pompey: A History of Unrelenting Rivalry” de Dave Juson demonstram bem o clima que rondava o clássico da Costa Sul. (Foto das invasões de campo e/ou dos times no período 1960/80).

“Fiquei (Alan) surpreso com a ferocidade da rivalidade quando cheguei a Hampshire no final dos anos 1970. […] e a sensação é tão alta aqui quanto em qualquer outro lugar.”


Recorte de jornal trazendo a seguinte manchete: “PARTIDA DA DÉCADA NO FRATTON” (Fonte: PompeyVoices)

Foram 18 encontros em 40 anos (1960/2000), sendo 2 pela elite inglesa e tendo o Portsmouth vencido uma e empatando outra. Nesse período, no entanto, fora o Southampton quem conseguira alcançar um título de proporções nacionais. Na temporada de 1975/76 o time ganhou o caneco da FA Cup.

Recorte de jornal com a notícia da vitória o Southampton sobre o Portsmouth pelo placar de 1 a 0 nos acréscimos na FA Cup (Fonte: PompeyVoices)
Recorte de jornal com a notícia da vitória o Southampton sobre o Portsmouth nos acréscimos na FA Cup (Fonte: PompeyVoices)

Os últimos duelos

Danny Higginbotham (Saints) e Alexei Smertin (Pompey) em partida válida pela Copa da Liga em 2003. (Foto: Phil Cole/Getty Images)
Danny Higginbotham (Southampton) e Alexei Smertin (Portsmouth) em partida válida pela Copa da Liga em 2003. (Foto: Phil Cole / Getty Images)

O século XXI só pôde ver os times se enfrentando pela primeira vez em 2003, ano em que se iniciou o que pode se considerar um período marcante para o duelo. Em três anos (2003 a 2005) os clubes se enfrentaram em 6 oportunidades, 4 delas pela Premier League e duas pelas Copas (FA e Copa da Liga).

Mas, o que poderia ser considerado bom para a rivalidade acabou apresentando novas cenas dramáticas. Em 2004, 94 pessoas foram presas em jogo vencido pelo Portsmouth.

Dentre elas estava uma menina de 14 anos que foi banida das partidas de futebol e um menino de 10 anos que sofreu a punição de se afastar por três anos dos estádios.

Leia mais: 10 jogadores que passaram pelo Portsmouth que você talvez nem sabia

Torcedora manifestando sentimento adverso contra Harry Redknapp, que saíra do Portsmouth diretamente para o Southampton em 2005. (Foto: GettuImages)
Torcedora manifestando sentimento adverso contra Harry Redknapp, que saíra do Pompey diretamente para o Southampton em 2005. (Foto: GettuImages)

O treinador Harry Redknapp tem parcela da culpa dos confrontos desse ano. Então técnico do Southampton, ele havia deixado o Pompey e transferira-se para o rival Abandonou uma torcida com sentimentos que iriam muito além da indignação.

Com a queda dos Saints para Segunda Divisão no fim da temporada de 2004/05, um novo hiato se iniciaria. Depois disso os times tiveram apenas mais três encontros. O último deles sendo um empate pela Championship em 2 a 2 no dia 7 de abril de 2012.

Alguns jogadores que atuaram tanto pelo Portsmouth quanto pelos Southampton. (Créditos: Lucas Bichão / Fotografias: Getty Images. Alamy, Southampton FC e St. Helena)
Alguns jogadores que atuaram tanto pelo Pompey quanto pelos Saints (Créditos: Lucas Bichão / Fotografias: Getty Images. Alamy, Southampton FC e St. Helena)