O que esperar do Southampton para o restante da PL 2019/2020

A PL Brasil analisou como os Saints voltam para a sequência da temporada

0
308
southampton 2019 2020
Naomi Baker/Getty Images

Com 34 pontos conquistados em 29 rodadas, o Southampton foi uma verdadeira montanha russa na atual temporada 2019/2020. A PL Brasil analisou o que aconteceu até aqui e projetou o restante da temporada dos Saints.

O Southampton antes da parada

Após ser derrotado por Burnley e Liverpool nas duas primeiras rodadas da Premier League, a vitória diante do Brighton fora de casa recolocaria a equipe de Ralph Hasenhüttl nos eixos. O empate diante do Manchester United e, em seguida, a importante vitória diante do Sheffield United em Bramall Lane deixavam a equipe na décima colocação após cinco rodadas.

Porém, o calvário do Southampton teria início após a derrota para o Bournemouth, em St Mary's. Uma das marcas da equipe foi essa: péssimos resultados em casa (sendo o pior mandante) e resultados expressivos jogando longe de seus domínios (sexto melhor visitante).

Uma sequência de oito jogos sem vencer, incluindo a história goleada sofrida por 9 a 0 diante do Leicester, colocavam a permanência do treinador em cheque. Mudanças eram necessárias para modificar a atual situação.

Após manter Hasenhüttl, transformações significativas ocorreram no clube. O esquema tático mudou, atletas como Stephens e Armstrong passaram a ser importantes no time titular, além da ótima fase de Ings, um dos artilheiros da competição.

O time conquistou vitórias importantes diante de equipes como Tottenham e Chelsea. Até então, foram 10 vitórias, quatro empates e 15 derrotas do clube na competição, onde é o 14º colocado.

O que esperar do Southampton para o restante da temporada 2019/2020

Há mudanças significativas dentro do clube para o fim da temporada. Com os rumores de uma possível transferência, o capitão Pierre Emile Hojbjerg provavelmente deverá perder sua braçadeira. Sua saída, com um ano de contrato restante, não é algo distante. O Tottenham se mostra como o principal favorito para contratá-lo.

Shane Long e o promissor meia irlandês Will Smallbone foram os únicos jogadores que renovaram seus contratos nessa parada por conta da covid-19, mas há esperanças de mais atletas ampliando seus vínculos com o clube. A recuperação do então lesionado Redmond é extremamente importante, visto que é outro excelente destaque do clube na competição.

Espera-se que o time possa se manter sem sustos na Premier League. Os 40 pontos citados pelo treinador austríaco como a meta para a temporada não parecem distantes. Com a equipe focada apenas no campeonato nacional, a permanência se torna obrigação.

Com a renovação de Hasenhüttl até 2024 é esperado que ocorram mudanças a níveis administrativos no clube, após os intensos rumores de uma possível nova venda do clube por parte de Gao Jisheng, sócio majoritário.

Leia mais: Montamos a seleção do Southampton no século XXI; confira

Acompanhe a PL Brasil no Youtube!

  • E SE O SOUTHAMPTON NÃO TIVESSE VENDIDO SEUS JOGADORES?