Southampton é vendido por £100 milhões

Southampton é vendido por £100 milhões
Foto destaque: Divulgação / Southampton FC

Na tarde desta terça-feira (4), o Southampton anunciou que Gao Jisheng vendeu sua parte do clube pelo valo de 100 milhões de Libras (Cerca de 769 milhões de Reais) para empresa Sport Republic do sérvio Dragan Solak. A empresa passa a ser a acionista majoritária do clube que ainda conta com a participação de Katharina Liebherr como acionista minoritária. 

Além de Solak, Rasmus Ankersen, o ex-codiretor de futebol de Brentford, e Henrik Kraft, também estão envolvidos na aquisição de Southampton. Além disso, são parte de empresa e de todo o projeto da Sport Republic. 

Segundo o CEO do Southampton, Martin Semmens, nos últimos dois anos o clube estava em busca do parceiro perfeito para levar o clube adiante. Ele ainda agradeceu ao Sr. Gao e Katharina pelo auxílio na análise de parceiro, inclusive recusando algumas ofertas. Em resumo o CEO se mostrou empolgado com a aquisição do clube pela empresa. 

“Hoje damos as boas-vindas a um novo começo com um novo grupo de propriedade. Encontramos parceiros com ambições para o futuro, mas com uma compreensão clara do que Southampton representa e a direção que devemos seguir agora.”

Solak também falou um pouco sobre o acordo. Dessa forma, o novo dono do clube disse que com a Sport Republic espera entregar um modelo nunca visto de investimento, que visa investimentos a longo prazo. Nesse sentido, o investidor ainda comentou sobre a estrutura de gestão que o clube já possui, além do futebol praticado. No fim, comentou também sobre os Saints terem torcedores fiéis e dedicados ao clube. 

“Estamos muito satisfeitos em poder concluir esta aquisição como um primeiro passo para a execução de nossa estratégia de investimento. Southampton será a base da organização que planejamos construir.”

Como será a participação da Sport Republic

Primeiramente, o presidente da empresa, Henrik Kraft, comentou um pouco de como a Sport Republic pretende atuar no clube. Assim, afirmou que não vieram para fazer nenhum tipo de revolução no Southampton que já tem boa administração, segundo ele. Por isso, Martin Semmens continuará cuidando das operações do dia-a-dia do clube. Em suma, a empresa irá trabalhar para acrescentar experiência e colaborar para o crescimento do time.

Aparentemente, a Sport Republic pretende ser uma holding que vai investir em mais clubes internacionais em um modelo parecido com o Manchester City. Porém este é o primeiro clube que foi adquirido pela empresa, que pretende investir também em empresas de tecnologia esportiva, além de outros ativos esportivos além do futebol.

A Premier League em relação à aquisição

Antes de mais nada, esta é a primeira aquisição de clube aprovada pela Premier League desde que o ex-ministro do esporte, Tracey Crouch, exigiu um relatório mais rigoroso sobre a compra de clubes da liga. Principalmente após os clubes ameaçarem migrar para a, criada e já extinta, Superliga. Além disso, a compra do Newcastle também causou certa revolta em alguns clubes da liga, pela forma que aconteceu. 

Concluindo, a partir de agora o Southampton tem um novo principal investidor e se trata da nova empresa de investimentos esportivos Sport Republic que pretende investir não só no clube, mas deu início ao seu projeto com os Saints. Cabe ao torcedor acreditar na nova investidora que promete fazer o clube crescer ainda mais.