Skriniar, da Inter de Milão, se aproxima de outro grande clube europeu

Skriniar, da Inter de Milão, se aproxima de outro grande clube europeu
Foto Destaque Divulgação: SempreInter.com

Antes de mais nada, as equipes devem aproveitar esse tempo de fim de campeonato para começarem a se preparar para a próxima temporada. Assim, aprimorar seu plantel é um passo importante e Milan Skriniar pode ser o reforço de outro grande europeu. Então, acompanhe aqui na Premier League Brasil tudo sobre seu possível destino.

De antemão, segundo o jornal italiano Tuttomercato, a Inter de Milão teria aceitado diminuir o valor de seu jogador, que antes era de 80 milhões de euros. Dessa forma, facilitaria a negociação com o PSG, que estaria disposto a pagar 65 milhões de euros (R$ 344,9 milhões) para tirá-lo da Itália. Além disso, o clube também ofereceu oito milhões de euros em salários anuais.

Decerto, as atuações dos defensores Kimpembé e o brasileiro Marquinhos não agradaram tanto a diretoria parisiense na temporada passada. Do mesmo modo, para quem achava que Sérgio Ramos seria titular incontestável na equipe, o jogador passou grande parte afastado por lesões.

Logo, Skriniar chegou na Itália em 2017 e é um dos grandes nomes dessa Nerazzurri, mas tem contrato até 2023. Por isso, deve ser um dos motivos para a Inter abaixar o preço pelo jogador e não correr o risco de perdê-lo de graça posteriormente.

Skriniar não vai ser a primeira contratação do PSG nesta janela

Primeiramente, o Paris Saint-Germain já começou a se mexer nesta janela de transferências, afim de aprimorar seu elenco para conquistar os seus objetivos. Dessa maneira, o clube da capital francesa pagou 40 milhões de euros para tirar o jovem Vitinha do Porto.

Por outro lado, o novo diretor esportivo, Luís Campos, visitou a Roma para tentar negociar com o atacante Gianluca Scamacca, do Sassuolo. Logo, a negociação também giraria em torno de 40 milhões de euros e pode ser a terceira transferência do time.

Por fim, o tão sonhado técnico Zinedine Zidane teria recusado a proposta do PSG e continua com o desejo de assumir a Seleção Francesa após a Copa.