Sir Alex Ferguson: maior técnico do futebol inglês foi artilheiro na época de jogador

Muitos conhecem a história de Fergie como técnico, mas como jogador?

0
367
Manchester-United-Alex-Ferguson Credit Allsport UK-min
Credit Allsport UK-min

Sir Alex Ferguson é o maior técnico da história do futebol inglês e com mais títulos da Premier League (13). Além disso, conquistou muitos outros troféus sob o comando da equipe do Manchester United, clube no qual ficou por incríveis 27 anos.

Porém, isso você, provavelmente, já sabe. O que pode não saber é que além de carreira de grande sucesso como treinador, Ferguson foi artilheiro na sua época de jogador.

Siga a PL Brasil no Youtube

Listamos 5 comemorações icônicas da era Premier League

Leia mais: Sandy Turnbull, a referência polêmica de Manchester que morreu na Primeira Guerra Mundial

Sir Alex Ferguson Rangers Credit Allsport Hulton Archive
Credit Allsport Hulton Archive

Alexander Chapman Ferguson nasceu no dia 31 de dezembro de 1941, na Escócia. Ferguson deu início à sua carreira como jogador no time amador Queen’s Park Footbal Club, clube localizado em Glasgow, aos 16 anos, como atacante. 

Pelo Queen’s Park, realizou apenas 31 jogos e marcou 20 gols. O segundo clube de Ferguson foi o St. Johnstone Football Club, de Perth, chegando no ano de 1960. 

Sua situação no St. Johnstone não era das melhores, mas inesperadamente o técnico selecionou a presença do então atacante no confronto contra o Rangers, jogo no qual Ferguson marcou três gols e garantiu a vitória do seu time. No segundo clube da sua trajetória, foram 37 jogos e 17 gols.

Leia mais: Quais ingleses jogariam a Champions caso não houvesse punição por Heysel?

Sir Alex Ferguson se tornou definitivamente profissional no ano de 1964, após sua caminhada no St. Johnstone e chegada no Dunfermline Athletic, clube que se surpreendeu pela atuação do hat-trick de Ferguson diante do Rangers. 

Pelo Dunfermline, Ferguson conseguiu a ótima marca de 66 gols em 89 partidas. Além disso, teve uma temporada 1965/66 de destaque, indo às redes em 45 oportunidades das 51 partidas disputadas, dividindo a artilharia do Campeonato Escocês com Joe McBride, com 31 gols.

O ex-técnico e atacante foi protagonista de uma transferência que chamou atenção na Escócia na época. Por 65 mil euros, o Rangers contratou o destaque Alex Ferguson.

Leia mais: Notts County e Juventus: uma antiga e curiosa relação

Manchester-United-Alex-Ferguson Credit Allsport UK-min
Credit Allsport UK-min

Em 1969, Ferguson ficou marcado por falha em gol do Celtic na final da Copa da Escócia, que tirou o título dos Rangers, fato que fez com que o clube não renovasse seu vínculo. Nos dois anos no Rangers, fez 41 partidas e marcou 25 gols.

Os dois últimos clubes da sua carreira como atacante foram o Falkirk e o Ayr United. No Falkirk disputou 95 jogos e fez 36 gols, enquanto no Ayr United foram 24 partidas e nove tentos. 

Antes dos dois clubes derradeiros da sua trajetória, percebe-se uma boa média de gols por onde passou, principalmente no Rangers, no Dunfermline e Queen’s Park.