Senise: Maguire não é o pior zagueiro do mundo e enfrenta críticas desmedidas. Só não defendo uma decisão dele

6 minutos de leitura

“Tratamento ridículo que o Maguire vem sofrendo há um bom tempo. É uma piada. Nunca vi um jogador ser tratado do jeito que ele é tratado, e pelos nossos próprios comentaristas e analistas”.

Palavras do técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate. E com toda razão.

A Inglaterra venceu, fora de casa, a Escócia, forte seleção que tinha 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para a Eurocopa. Jogo histórico, comemoração dos 150 do primeiro duelo entre os dois países vizinhos e rivais. Com apresentação de gala de Jude Bellingham, o English Team jogou muito bem e venceu por 3 a 1.

Mas o gol contra de Maguire, em um amistoso, que não mudou em nada a vida dos ingleses, ganhou destaque. Nas manchetes. Nos memes. Nos constantes ataques nas redes sociais. Nos comentários nas TV’s e rádios ingleses.

Uma ridicularização alimentando a outra, gerando milhares de visualizações às custas de um jogador que visivelmente está sentindo, há muito tempo, o peso de tantas críticas. E, no caso da seleção inglesa, elas são extremamente injustas. 

A importância de Maguire

Harry Maguire é o melhor e mais importante zagueiro do time desde que Southgate assumiu o comando, em 2016. Foi colocado na seleção da Euro 2020, disputada no Reino Unido. A Inglaterra ficou com o vice-campeonato em Wembley, depois de ser batida pela Itália, nos pênaltis. Maguire fez uma excelente Copa do Mundo de 2018.

O English Team terminou na quarta posição. Antes do mundial do Catar, havia um clamor para que Southgate não convocasse o zagueiro do Manchester United. Seis meses antes do início do torneio, teve o nome vaiado quando foi anunciado no amistoso contra a Costa do Marfim, em pleno estádio de Wembley.

O cara foi vaiado antes de a partida começar! 

Mas Maguire não só foi chamado, mas também foi titular em todas as partidas. Fez uma ótima Copa. Até as quartas de final contra a França, muita gente o colocava na seleção da competição. Eram comentários positivos, falando de uma possível recuperação na carreira do zagueiro.

Na época, Patrice Evra, ex-jogador do Manchester United, disse até que os torcedores ingleses deveriam estar envergonhados pelo bullying que fizeram com Maguire antes da competição. Mas aí veio a eliminação, mesmo com a Inglaterra jogando melhor, e ninguém se lembra disso. 

A única coisa que não consigo defender é a decisão de Maguire permanecer no Manchester United, mesmo tendo propostas para sair. Optou por ficar em um ambiente que o faz mal, em um clube onde nunca conseguiu ser feliz. A pressão era grande desde o início. Tornou-se o zagueiro mais caro da história do futebol: 80 milhões de libras.

Southgate Inglaterra
Southgate em jogo da Inglaterra. (Foto: Icon Sport)

Teve alguns bons momentos. Esteve, por exemplo, na seleção da Europa League 2020/21, ano em que o os Red Devils perderam a final da competição nos pênaltis contra o Villarreal. Mas nunca conseguiu repetir o futebol que apresentava no Leicester, onde foi eleito o melhor jogador do clube na temporada 2017/18.

Foram os seguidos erros, gols contra, cartões bobos e saídas de bola erradas que fizeram o jogador de 30 anos virar alvo de chacotas, na Inglaterra e no mundo. Por que ficar no United? Difícil entender.

É claro que Maguire não é craque. Longe disso. Também é óbvio que ele não tem futebol para jogar em um gigante como o Manchester United. Mas as críticas são desmedidas. Mais pesadas do que deveriam ser. Quase uma perseguição. E isso tem feito muito mal a um cara que só quer jogar e ser feliz. Processo parecido está acontecendo com Richarlison, atacante brasileiro do Tottenham. E este, já falou que vai procurar ajuda de um psicólogo.

Maguire Inglaterra
Harry Maguire em ação pela seleção da Inglaterra (Foto: Icon Sport)

Você, que chegou até aqui, já parou para pensar como deve ser difícil olhar para os seus filhos, sua esposa, sabendo que eles estão lendo, vendo e ouvindo milhares e milhares de pessoas tirando sarro de você? Como deve ser difícil ouvir os torcedores do seu próprio país te vaiando antes de uma partida, sendo que você é um dos jogadores mais importantes dos últimos anos da seleção? 

Muita gente critica o fato de Southgate continuar convocando o zagueiro. Afirmam que isso só faz mal para ele. Discordo totalmente. Se tem um lugar onde Maguire consegue ser feliz, mesmo com vaias e críticas, é na seleção. E acho muito corajoso um técnico que vem sendo tão questionado ter a coragem de chamar um jogador que ele confia, e sabe que merece estar lá. 

Na verdade, acho tudo isso triste. Toda vez que vejo Maguire em campo, torço para que ele termine o jogo ileso, sem nenhuma falha capital. Espero que ainda dê tempo de sair do Manchester United e, em uma nova casa, conseguir mostrar que não é o pior zagueiro do mundo.

Renato Senise
Renato Senise

Renato Senise é correspondente em Londres desde 2016. São mais de cinco temporadas cobrindo Premier League e Champions League. No currículo, duas Copas do Mundo “in loco”, além de entrevistas com nomes como Pep Guardiola, José Mourinho, Juergen Klopp, Marcelo Bielsa, Neymar, Kevin De Bruyne e Harry Kane.