Montamos a seleção do Manchester City no século XXI; confira

A PL Brasil listou os 11 principais jogadores dos Citizens desde 2001

manchester city seleção
Alex Livesey/Getty Images

A PL Brasil listou a seleção do século XXI de vários clubes ingleses e falaremos agora do Manchester City. Vamos listar, portanto, o time ideal dos Citizens desde 2001.

A formação tática é com três defensores, já que não poderíamos deixar tantos ótimos meio-campistas fora da lista.

A seleção do Manchester City no século XXI

Joe Hart

Joe Hart integra a seleção do Manchester City no século XXI por vários fatores. Embora tecnicamente inferior ao brasileiro Ederson, Hart foi importante em um momento de grande transformação do clube dentro e fora de campo.

Ao lado de Petr Cech, é o goleiro com mais prêmios da Luva de Ouro da Premier League (4). Nas 348 partidas pelos Citizens, foram cinco títulos conquistados: Premier League (2), Copa da Inglaterra (1) e Copa da Liga Inglesa (2). Além disso, fez parte duas vezes da seleção da temporada da Premier League pela Associação dos Jogadores Profissionais (PFA).

Paul Ellis/AFP via Getty Images

Pablo Zabaleta

Se teve um jogador que deixou até a última gota de suor em campo pelo Manchester City nos últimos anos foi o argentino Pablo Zabaleta. Ele rejeitou uma proposta da Juventus para se transferir para os Citizens.

Tem forte identificação com a torcida, respeito de técnicos e jogadores e honrou a camisa do clube. Foram seis títulos em 333 jogos nas nove temporadas em que atuou pelo City.

Vincent Kompany

Sem dúvidas, Vincent Kompany é um nome indiscutível da lista. O belga até sofreu com muitas lesões, mas levantou 12 taças em 360 partidas. Entre 2008 e 2019, o período em que esteve no clube, o City se transformou completamente.

Aliás, muito da melhora do clube em campo se passa pelo eterno capitão. Além disso, é um dos grandes zagueiros da era Premier League e integrou três vezes a seleção da temporada da liga pela PFA.

Richard Heathcote/Getty Images

Aymeric Laporte

Embora não tenha feito tanto pelo clube quanto os outros nomes da lista, Laporte ganhou a vaga pela baixa concorrência do setor. O francês superou nomes Micah Richards, Nicolás Otamendi e John Stones, devido à qualidade e regularidade.

Foi titular na grande maioria das partidas que levaram aos seis títulos que conquistou pelos Citizens: Premier League (2), Copa da Inglaterra, Copa da Liga (2) e Supercopa da Inglaterra.

Oli Scarff/AFP via Getty Images

Fernandinho

Odiado por parte da torcida brasileira e amado no Manchester City. Fernandinho é sinônimo de eficiência e dedicação pelo clube inglês. O volante fez de tudo um pouco pela equipe e é uma das referências do time.

Sempre exaltado pelo técnico Pep Guardiola, é peça fundamental na engrenagem do time. São nove taças “nas costas” e o nome marcado na lista dos maiores brasileiros da era Premier League.

Yayá Touré

Um dos grandes meio-campistas da era Premier League não poderia ficar fora da seleção do Manchester City no século XXI. Yaya Touré virou lenda dos Citizens e não por acaso.

Grandes atuações, gols memoráveis e muitos títulos. No total, foram sete títulos em 316 partidas.

David Silva

O espanhol, que chegou aos Citizens em 2010, foi um dos grandes protagonistas na elevação de patamar do clube da cidade de Manchester. Em dez anos de Manchester City, David Silva conquistou incríveis 13 títulos, marcando 74 gols e concedendo 137 assistências.

O camisa 21 foi treinado por Roberto Mancini, Manuel Pellegrini e Pep Guardiola, sendo figura importante e erguendo taças com os três técnicos.

Alex Morton/Getty Images

Kevin De Bruyne

O meio-campista belga, camisa 17, chegou ao clube na última temporada de Manuel Pellegrini no comando do City. Mas foi com Pep Guardiola que alcançou um nível surpreendente, se transformando na principal peça da equipe para o técnico espanhol.

Reconhecido por dar muitos passes para gol, já se aproximando da casa das 90 assistências, Kevin De Bruyne também tem um bom número de tentos e já chegou na casa dos 50 gols com a camisa azul do City. Obviamente, KdB faria parte desse selecionado.

Carlos Tévez

Tévez chegou a Inglaterra atuando no West Ham e foi campeão europeu com o Manchester United. Porém, pode-se dizer que seus principais momentos na Terra da Rainha foram no Manchester City.

Foram 148 jogos em quatro temporadas, de 2009 até o ano de 2013. Durante esse período, três títulos, 73 gols e 35 assistências. Teve uma ótima média de participação direta de aproximadamente 0,73 gol por partida.

Lindsey Parnabay/AFP via Getty Images

Raheem Sterling

Contratado a peso de ouro junto ao Liverpool em 2015, ainda bastante jovem, Sterling demorou um pouco para demonstrar todo seu potencial no City. Foi com Pep Guardiola, que o camisa 7 atingiu seu auge no clube, se tornando um atacante incisivo, decisivo e mais artilheiro.

Atualmente, é titular na equipe de Guardiola. Pelo City, são 230 jogos, 89 gols e 72 assistências. Além das taças conquistadas: duas PLs, uma Copa da Inglaterra, quatro Copas da Liga Inglesa e uma Supercopa da Inglaterra.

Michael Regan/Getty Images

Sergio Agüero

Possivelmente, o maior jogador da história do Manchester City. O ex-camisa 16 e atual número 10 dos Citizens, se especializou em quebrar recordes atuando pelo City. Em 368 jogos, foram 254 gols marcados, e provavelmente o mais importante da história do clube: aquele contra o Queens Park Rangers, na temporada 2011/2012.

Com Agüero como protagonista, o Manchester City mudou de patamar. São quatro títulos ingleses, uma Copa da Inglaterra, cinco Copas da Liga Inglesa e três Community Shield, a Supercopa da Inglaterra.

Leia mais: Os maiores artilheiros da história do Manchester City

Siga a PL Brasil no Youtube

  • COMO ERA O MANCHESTER CITY ANTES DA GRANA?

Colaboraram Pedro Ramos e Yves Vieira.