8 jogadores que poderiam estar na seleção da PFA

Eles jogaram demais e mereciam uma vaga na seleção

0
199
Créditos: Marc Atkins/Offside/Getty Images

A seleção da Associação de Jogadores Profissionais (PFA) foi divulgada na quinta-feira (25) sem grandes novidades e com a seguinte formação: Ederson; Alexander Arnold, Van Dijk, Laporte, Robertson; Fernandinho, Pogba, Bernardo Silva; Mané, Agüero, Sterling.  

Percebe-se a predominância de Manchester City e Liverpool, com apenas Pogba, do Manchester United, como “intruso”. Apesar de concordar com boa parcela da escolha dos atletas, sempre há alguém que também poderia estar presente no selecionado. 

Pensando nisso, a PL Brasil listará outros jogadores que vem fazendo grande temporada e integrariam bem a seleção. 

Leia mais: Valor à experiência: Manchester City e a relação exemplar com os seus torcedores

Alisson 

Os goleiros brasileiros de Liverpool e Manchester City são os dois melhores da temporada na Premier League. E isso é um grande fato quando a Liga possui o espanhol David De Gea, considerado por muitos o melhor goleiro do mundo, mas que vem tendo uma temporada não tão boa. 

O arqueiro se adaptou prontamente à Premier Legague, demonstrando que já era um goleiro pronto na capital italiana e se provando para muitos brasileiros que duvidavam da sua capacidade, principalmente por uma Copa do Mundo abaixo, coisa que passa longe de ter acontecido. 

Alisson é hoje um dos melhores goleiros do mundo (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)

Klopp percebeu que para ir ainda além do que foi na última temporada, precisava de um grande “camisa 1”. E utilizando a camisa 13, Alisson vem valendo cada milhão de euros investido em sua contratação. 

Na comparação com Ederson, o ex-Internacional e Roma, até o momento do campeonato, fez mais defesas, teve mais clean sheets (jogos sem sofrer gols), sofreu menos gols, possui uma maior taxa de defesas por jogo. Talvez se o Liverpool não tivesse Alisson, hoje o Manchester City já fosse virtual campeão inglês. 

Leia mais: A surpreendente temporada de Ryan Fraser, destaque do Bournemouth

Wan-Bissaka 

Aaron Wan-Bissaka é lateral-direito, tem 21 anos, atua pelo Crystal Palace e é natural da própria Inglaterra. O camisa 29 do time londrino vem tendo a melhor temporada na Premier League e até o momento, já disputou 32 partidas, tendo iniciado todas como titular do time comandado por Roy Hodgson

O jovem lateral se posiciona bem, tem velocidade, qualidade no apoio e também vai muito bem na defesa, tendo um bom número de interceptações e desarmes por partida.  

O que se sabe é que a Inglaterra terá uma boa dupla de laterais-direitos por muito anos, com Alexander Arnold e Wan-Bissaka. 

Wan-Bissaka tem grande futuro e deve ficar por pouco tempo no Crystal Palace (Foto: Marc Atkins/Getty Images)

Leia mais: A crise financeira do Bolton Wanderers

Eriksen 

O meia dinamarquês do Tottenham é muitas vezes “silencioso”, mas extremamente regular e competente, sendo peça primordial para o esquema de Mauricio Pochettino

Em 2018/19 vem tendo mais uma boa temporada com a camisa 23 do time londrino. Tendo disputado 32 partidas até aqui, sendo 27 como titular, o principal meio-campista dos Spurs auxilia demais os seus companheiros de ataque com assistências. 

Na atual temporada já são 12 passes para gol, além de ter ido às redes em sete oportunidades. A qualidade dos jogadores da Liga faz com que o dinamarquês em certos momentos fuja das discussões de melhores meias da Premier League, mas aqui sabemos que ele está nessa lista, e há algum tempo. 

Eriksen temporada a temporada se consolida como grande meio-campista (Foto: Sebastian Frej/MB Media/Getty Images)

Leia mais: Por que Margaret Thatcher é odiada em Liverpool?

Hazard 

O craque belga é um dos melhores jogadores da Premier League, sem sombra de dúvidas, mas a qualidade da Liga é tão grande, que mesmo com mais uma ótima temporada do camisa 10 do Chelsea, Hazard ficou de fora.  

Talvez pela parte da temporada na qual o técnico Maurizio Sarri tentou utilizá-lo como “falso 9”, posição que notoriamente o belga não rende. A posição de Hazard é na ponta-esquerda, sendo um dos melhores do mundo na posição. 

Mesmo assim, o camisa 10, até o momento, marcou 16 vezes, disputando fortemente a artilharia da competição com nomes como Salah, Sterling, Mané, Aubameyang e Agüero. Além disso, é o maior assistente do torneio, com 13 passes para gol. 

Hazard pode ser considerada uma das ausências mais sentidas da seleção (Foto: Harriet Lander/Copa/Getty Images)

Eden Hazard poderia ter entrado na seleção na vaga ocupada por Paul Pogba. Sim, os dois craques são de posição diferentes e talvez o time ficasse um pouco desequilibrado taticamente, mas entre os outros presentes no time Pogba é o de “pior” temporada. 

Leia mais: Sarri merece continuar no Chelsea para a próxima temporada?

Son 

Que temporada fantástica vem tendo o coreano, não é mesmo? Se já era considerado um bom atacante antes dessa temporada, nessa ele se confirma como um excelente, demonstrando todas as suas qualidades. 

Explosivo, veloz, habilidoso e decisivo. Quatro bons adjetivos para descreverem como vem sendo Heung-Min Son em 2018/19. Os Spurs não puderam contar com seu principal jogador, Harry Kane, por bons jogos nessa temporada, e Son, exalando confiança, ocupou muito bem o papel de protagonista enquanto o craque inglês esteve de fora. 

E a narrativa fica ainda mais bonita quando lembramos que hoje ele poderia estar servindo ao exército do seu país, caso não tivesse conquistado os Jogos Asiáticos. Seriam dois anos no serviço obrigatório e não sabemos se ele voltaria no mesmo nível que possui hoje. 

Son vem fazendo grande temporada com a camisa 7 dos Spurs (Foto: Daniel Hambury/EMPICS/PA Images via Getty Images)

Leia mais: Brasil ou Inglaterra: qual a melhor seleção?

Salah 

O egípcio teve uma ótima temporada de sonhos, alcançando o prêmio PFA de melhor jogador da temporada, superando Kevin De Bruyne, que também foi espetacular e acabou campeão com o Manchester City. 

No entanto Salah não manteve o incrível nível de 2017/18, fato que não faz com que ele não tenha fazendo mais uma boa temporada com a camisa dos Reds.  

O trio de ataque comandado por Klopp continuou infernal, mas o senegalês Sadio Mané acabou tendo mais destaque e integrando o time, todavia poderia ser substituído pelo craque do país dos faraós.  

Mesmo sem repetir 2017/18, Salah faz boa temporada (Foto: Marc Atkins/Offside/Getty Images)

O egípcio pode terminar a Premier League mais uma vez como artilheiro da competição. Nesse momento divide a artilharia com Kun Agüero e Pierre-Emerick Aubameyang, com 19 gols marcados. Bom relembrar que Salah passou um período sem marcar e mesmo assim é artilheiro.

Leia mais: Decisivo, Salah quebra recorde no Liverpool

Firmino

Bobby Firmino não disputa a artilharia do torneio como seus companheiros Mané e Salah, no entanto, é provavelmente o atacante mais inteligente e dinâmico da Premier League.

O camisa 9 do Liverpool é primordial para o esquema pensado por Klopp e hoje faz mais que um simples centroavante, sendo em muitos momentos responsável pela armação das jogadas ofensivas do time, juntamente com os demais meio-campistas. 

Cria muitas boas chances para Mané e Salah, mas também vai às redes com certa frequência, tendo até aqui 12 gols na competição. Sua principal atuação na temporada foi diante do Arsenal, quando fez três gols, na goleada por 5 a 1. 

Bobby é extremamente regular sob o comando de Klopp (Foto: Nick Taylor/Liverpool FC/Liverpool FC via Getty Images)

Leia mais: Brasileiros batem recorde de gols em uma única temporada da Premier League

Aubameyang 

O gabonês ex-Borussia Dortmund foi contratado pelo Arsenal na janela de inverno da última temporada, ou seja, vem tendo sua primeira temporada completa em 2018/19. Contratado para entregar gols, vem cumprindo bem sua função. 

Com 19 gols, divide a artilharia com Agüero e Salah no momento, e é um dos principais trunfos dos Gunners na busca pela classificação pela Champions League via Premier League. 

Juntamente com Lacazette, compõe uma das melhores e mais carismáticas duplas de ataque da Inglaterra. Além dos tentos, também assiste seus companheiros, já tendo sido responsável por cinco assistências. Definitivamente, Auba merece estar nessa lista. 

Auba se adaptou bem a Premier League (Foto: Marc Atkins/Getty Images)

Leia mais: PL Brasil entrevista Geovanni: ‘O Manchester City foi algo diferente’