Quem é Sean Longstaff, a promessa do Newcastle que esteve no radar da Inglaterra

Jovem é uma das principais joias do futebol

longstaff

Nascido e criado na região de North Shields, o meia Sean Longstaff é torcedor do Newcastle desde pequeno e tinha o sonho de vestir a camisa preta e branca.

Hoje, o jovem atleta é um dos grandes nomes dos Magpies na edição atual da Premier League, apesar de ter realizado apenas 8 partidas e de sofrer uma lesão que tirou o talentoso meia do restante da temporada.

Vamos apresentar a história de Sean Longstaff e fazer uma projeção de como ele poderá ser muito importante para os Magpies na próxima temporada.

Leia mais

Quem é Miguel Almirón, novo reforço do Newcastle

Sean Longstaff: início promissor nas categorias de base

Longstaff comemora um gol marcado em seus tempos de categorias de base no Newcastle. (Foto: Serena Taylor/NUFC)

Longstaff começou no clube atuando pela categoria sub-18 e estreou em uma partida contra o Arsenal em 2014. Desde então, o meia tem se desenvolvido rapidamente e alcançou patamares mais altos mais cedo do que se esperava.

Mesmo jovem, ele foi passado para o time sub-21, onde fez parte do elenco que venceu a Northumberland Senior Cup, uma copa das categorias de base que reúne elencos da região de North Shields, onde ele entrou na partida contra o Northumbria como um substituto e acabou marcando um hat-trick.

Em sua primeira oportunidade como profissional, Longstaff foi emprestado para o Kilmarnock, da Escócia. (Foto: Divulgação/Kilmarnock)

Em 2017, o Newcastle decidiu dar uma oportunidade a Longstaff para atuar em um elenco profissional e o jovem atleta acabou sendo emprestado ao Kilmarnock, da Escócia.

Pelo clube escocês, Longstaff atuou em 16 partidas ao longo da temporada e fez 3 gols. Após terminar o Campeonato Escocês na 8ª colocação, o jovem meia retornou para o Newcastle e na temporada seguinte foi novamente emprestado, mas desta vez para o Blackpool, que disputa a League One.

A passagem do jovem meia pelos Tangerines foi realmente muito marcante e ele foi considerado um dos grandes nomes do clube na temporada de 2017/18. Foram 42 jogos pela competição nacional, com 8 gols e 1 assistência creditadas ao seu nome.

Longstaff se destacou após passar uma temporada emprestado ao Blackpool, para disputar a terceira divisão inglesa. (Foto: Getty)

Atuações de destaque fazem Longstaff ser observado por Rafael Benítez

Após a volta do jovem meia para os Mapgies, o técnico Rafael Benítez gostaria que Longstaff fizesse a pré-temporada com o clube e que não fosse emprestado para outro clube de imediato como nas temporadas anteriores.

Em um amistoso contra o St.Patrick's Athletic, da Irlanda, ele ganhou a chance de entrar ao longo do confronto e acabou fazendo um gol, o que impressionou a todos, não só pelo tento, mas pelo jovem demonstrar grande personalidade dentro de campo.

Sean Longstaff atuando em um amistoso de pré-temporada do clube contra o Hull City no KC Stadium. (Foto: Divulgação/NUFC)

A primeira chance como profissional veio pela estreia do clube na Carabao Cup contra o Nottingham Forest no City Ground. Longstaff foi titular do confronto, mas não impediu a eliminação dos Magpies, que foram derrotados por 3 a 1.

A partir daí, as suas chances foram reduzidas e muito se falava em um novo empréstimo, mas Rafael Benítez queria segurar o jovem um pouco mais.

As inúmeras contusões no elenco fazem Longstaff ser titular do clube

Longstaff ganhou a sua primeira oportunidade na Premier League na partida contra o Liverpool em Anfield, na 19ª rodada. (Foto: Getty)

Com as contusões de Ki, Diame e Shelvey, o Newcastle vivia um drama com seus volantes e só tinha Isaac Hayden disponível. Foi aí que surgiu a grande chance para o menino Sean Longstaff brilhar.

Ele estreou na Premier League na derrota de 4 a 0 para Liverpool, onde criou a melhor chance da equipe após se livrar de dois defensores dos Reds mas parar no goleiro Alisson.

Como titular, a estreia veio diante do Chelsea no Stamford Bridge. A partir daí, ele emplacou uma sequência que não tirou mais ele da equipe, mesmo com as voltas dos volantes que se encontravam indisponíveis.

As suas atuações nas partidas contra o Manchester City e Burnley no St James' Park tiveram uma contribuição direta para os resultados dos confrontos. Contra o City, Longstaff sofreu o pênalti em que saiu o gol da vitória dos Magpies e diante do Clarets, ele marcou o seu primeiro gol pela Premier League na vitória de 2 a 0.

Contusão tira o jovem atleta do resto da temporada

Na semana em que foi indicado ao prêmio de melhor jogador do mês de fevereiro da Premier League e que se especulava o nome de Longstaff na seleção inglesa, o meia acabou rompendo o ligamento do joelho. Assim, terá que ficar de fora do resto da temporada da Premier League.

A contusão aconteceu em um jogo contra o West Ham, no dia 2 de março. O técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate, havia enviado um assistente para observar o meia do Newcastle, além da revelação dos Hammers, o meia Declan Rice.

Na partida, Rice acabou sendo um dos grandes destaques e fez um gol na vitória de 2 a 0 do West Ham. Já Longstaff acabou saindo machucado após uma dividida com o meia Robert Snodgrass e, desde então, não atuou mais.

Apesar de se tratar de uma lesão de ligamento, a tendência é que Longstaff já tenha condições de treinar com o grupo no início da próxima pré-temporada do clube.

LEIA MAIS:

Até onde é viável a permanência de Rafa Benítez no Newcastle?

Projeção para a próxima temporada

Destaque no profissional do clube, Sean Longstaff (direita), posa ao lado de seu irmão, o winger Matthew Longstaff, que atua pela equipe sub-21 do Newcastle

O futuro do Newcastle para a próxima temporada continua sendo incerto. A tendência é que o atual dono do clube, Mike Ashley, não venda mais o clube e isso pode afetar o futuro do técnico Rafael Benítez no clube.

Com o contrato se encerrando no final da temporada, Benítez quer garantias como reformulações no centro de treinamento do clube e mais investimentos no futebol. Isso parece ter sido garantido por Ashley, que prometeu um salário que tornaria o técnico espanhol como um dos mais bem pagos na Premier League.

Leia mais: Como Declan Rice pode se encaixar na seleção inglesa 

Apesar da sua enorme melhora e o fato de ser titular absoluto do clube nos dias atuais, o volante Isaac Hayden não deve ficar no clube. O inglês, que tem uma filha pequena, quer se mudar para o um clube em que possa ficar mais perto de sua família.

Já o volante senegalês Mohamed Diamé, tem contrato até o final da temporada e já pode assinar um pré-contrato com outro clube. Seu futuro no clube também é incerto, o que abre espaço para Longstaff poder retornar com um lugar garantido no time.

O jovem, que atuou como um meia mais avançado em seus empréstimos a outros clubes, mostrou que consegue chegar bem quando é exigido no ataque. No entanto, as suas oportunidades devem ser limitadas a jogar realmente como um segundo volante.

Ainda não se sabe como Longstaff vai voltar fisicamente e se ele vai manter o seu excelente nível de atuações. Mas o Newcastle terá de ficar sem um grande talento do seu meio-campo até o restante da temporada.