Mas já? Scarpa é cotado para deixar a Premier League após só 7 meses

4 minutos de leitura

O meia Gustavo Scarpa foi anunciado pelo Nottingham Forest em dezembro, estreou em janeiro e já pode estar de saída da Premier League.

O site turco “Takvim” divulgou que o Besiktas tem interesse no ex-jogador do Palmeiras, que disputou apenas 10 jogos na última temporada.

A PL Brasil questionou a assessoria de imprensa do jogador sobre o rumor e aguarda retorno.

De acordo com a publicação, o diretor do clube, Ceyhun Kazanci, se reuniu na última semana com representantes do Forest na Inglaterra para negociar a contratação de Scarpa. A chegada de um camisa 10 é tratada como prioridade no Besiktas, que anunciou recentemente o treinador Senol Gunes — o mesmo que dirigiu a Turquia na Copa do Mundo de 2002, quando o país alcançou em terceiro lugar e alcançou a melhor campanha da história.

Gunes estava na mesma Turquia antes de fechar acordo com o Besiktas, que terminou a última liga turca em terceiro lugar e disputará a próxima edição da Conference League.

Scarpa teve temporada “decepcionante”

O diário turco também classificou como “decepcionante” a passagem de Scarpa pela Premier League. Depois de ser eleito o melhor jogador do Brasileirão pelo Palmeiras, o jogador de 29 anos foi de graça para o Forest na primeira experiência internacional da carreira.

Ele participou de 10 jogos em quatro meses: seis na Premier League, três na Copa da Liga Inglesa e um na FA Cup. Foi titular em seis deles (apenas dois na liga), não marcou gols e nem deu assistências.

O preocupante para o brasileiro é que o Nottingham Forest nunca fez um gol da vitória com Scarpa em campo. O time venceu apenas duas partidas em que o meia esteve envolvido. A primeira foi na sua estreia: 1 a 0 contra o Southampton, quando o ex-Palmeiras entrou no segundo tempo quando o placar já estava aberto. E a outra foi num 2 a 0 contra o Leicester, dez dias depois — na oportunidade, o primeiro gol do NFFC saiu um minuto depois de Scarpa ser substituído, no início da etapa final.

Scarpa ainda foi atrapalhado por uma lesão no joelho que o tirou da equipe antes do fim da temporada. A última vez que entrou em campo no dia 4 de abril, diante do Leeds.

Fora os problemas físicos, Scarpa ainda passou por um problema pessoal no qual foi vítima de um golpe financeiro por influência do ex-companheiro de equipe, o atacante Willian. O meia teve um prejuízo de R$ 6 milhões e teve que voltar ao Brasil em março para colaborar com as investigações.

A imprensa turca ainda noticiou que o jogador gostaria de deixar o Nottingham e também tem sondagens de times da Itália, Alemanha, Grécia e Brasil.

Gustavo Scarpa tem contrato com o Forest até junho de 2026.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]