Santa Clara – História, estatísticas e conquistas

Santa Clara – História, estatísticas e conquistas
Reprodução/CDSC

O Clube Desportivo Santa Clara é um time de Portugal, com 95 anos de história. Suas cores vermelha e branca são inconfundíveis no país, com uma boa participação dentro do território nacional. O time não tem histórico de títulos relevantes e algumas participações na elite portuguesa.

A equipe tem mais de 2 mil sócios e defende suas partidas em seu campo, o Estádio do São Miguel. Decerto, o estádio tem capacidade para 13 mil pessoas.

Portanto, o time é fundado após uma disputa de times locais. Confira:

Clube Desportivo Santa Clara

Antes de mais nada, o Clube Desportivo Santa Clara é fundado em 12 de maio de 1927, após Rodrigo Caetano, um político local, organizar por três anos, o Campeonato das Santas Claras, onde times de pessoas comuns poderiam se inscrever para disputar. Os clubes “Santa Clara Foot-ball Club” e o “Sport Club Santa Clara”, hoje Futebol de Ponta Delgada, foram os primeiros times dos Açores.

Sete anos depois, o CD Santa Clara é fundado e três meses depois, disputa sua primeira partida oficial.

Trajetória do Santa Clara – fundação, conquistas e ascensão

Em resumo, o Clube Desportivo Santa Clara é um dos times do Campeonato Português, que pertence a distrito dos Açores. A equipe tem 95 anos de idade, com muita história dentro do cenário português.

Decerto, o time não tem títulos importantes, com participações em todas as divisões, se mantendo na elite por alguns anos, agora.

Mercado da Bola do Santa Clara

Santa Clara já começou a se movimentar na janela. No mercado da bola, veremos quem chegará ao time e quem poderá sair também. Primeiramente, o time renovou com o treinador Mário Silva. Outra contratação é de Martim Maia, de 25 anos, que vem Amora.

Por outro lado, o mercado da bola traz as saídas do time. Em confirmação, uma saída. Nené se muda de país e vai jogar no futebol polonês. Entretanto, os rumores de outras saídas existem.

Rumores do Santa Clara

Decerto, os rumores param reforçar a equipe são grandes. As especulações são grandes, com nomes como Sandro Cruz, jovem do Benfica e Jeffinho, jovem brasileiro do Botafogo-sub 23.

Por outro lado, os rumores de saída são grandes. O mercado da bola do time também que o camisa 10, Morita, é o mais cotado, para jogar no Benfica. Outro nome é o de Allano, que pode chegar ao Porto, ou até mesmo ao Fenerbahçe, de Jorge Jesus.

Mercado de Transferências do Santa Clara

Em suma, sendo um clube com uma história antiga, gloriosa e muito bonita, certamente os Açoristas tiveram alguns jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube. Dessa forma, separamos cinco nomes no mercado de transferências do clube, com o top 5 de contratações mais caras da história:

Mohebi por £500 mil vindo do Sepahan-IRÃ

O primeiro no mercado de transferências, o meia iraniano é o reforço mais caro da história da equipe. Na atual temporada, foram 18 jogos e três gols. O atacante chegou em 21/22, mas ainda não conseguiu se firmar como titular, entrando em jogos pelo banco de reservas.

Andrei Chindris por £220 mil vindo do FC Botosani-ROM

Em suma, o zagueiro romeno, de 22 anos, chegou na temporada 21/22, mas só ficou seis meses. Neste tempo, atuou por seis vezes, mas preferiu sair e está sem time até agora.

Thiago por £150 mil vindo do São Carlos

O atacante brasileiro jogou por quatro anos na equipe, até janeiro de 2021, quando se mudou para o futebol japonês. Com 29 anos, Thiago tem grande história com a camisa do time dos Açores.

Foram 96 jogos, 34 gols e nove assistências.

Luiz Phellype por £120 mil vindo do Sporting CP

Portanto, o atacante brasileiro se mudou do Sporting para o Santa Clara por apenas seis meses. O empréstimo não vingou e o jogador preferiu sair e agora joga no futebol da Grécia. Foram apenas 12 jogos com um gol e uma assistência.

Ukra por £50 mil vindo do CSKA Sofia – BUL

Em suma, o meio campo português retornava ao país natal, em 2018, e atuou por dois anos e meio, antes de se mudar ao Rio Ave. Foram 181 jogos, com 16 gols e 34 assistências, além de muito respeito e idolatria com a camisa açoriana.

Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!
Artigo anteriorRio Ave – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoManchester City tem interesse em Bukayo Saka