Sampaoli no Flamengo: o não à Premier League e a trajetória no Sevilla e Marselha

3 minutos de leitura

O Flamengo anunciou a contratação de Jorge Sampaoli para comandar a equipe até dezembro de 2024. O time carioca tinha o desejo de ter Jorge Jesus de volta, porém o português impôs que o clube esperasse a temporada europeia acabar, já que o “Mister” comanda o Fenerbahçe, segundo colocado no Campeonato Turco.

Não à Premier League

Jorge Sampaoli teve proposta para fechar com o Nottingham Forest, de acordo com o “Goal”, mas, segundo o jornalista Paulo Vinícius Coelho, Jorge Sampaoli tem o sonho de treinar o Flamengo e optou pelo clube brasuleiro.

Nas duas vezes em que esteve no Brasil, foi vice-campeão brasileiro. No Santos, em 2019, tinha um orçamento curto para reforçar a equipe, mas mesmo assim fez o Peixe gastar R$ 78,5 milhões em 13 contratações, as acabou não chegando perto de superar o Rubro-Negro de Jorge Jesus.

Já no ano seguinte, dirigindo o Atlético-MG, o treinador teve muitos dos seus pedidos atendidos. O Galo gastou quase o dobro que o Peixe em contratações. Foram R$ 149 milhões gastos em 14 reforços. Somando o pagamento de salários dos atletas e da própria comissão técnica, o custo chega a ser de R$ 319 milhões. Ainda assim, o Alvinegro ficou a três pontos do Flamengo ao final do Brasileirão de 2020.

Em 2023, muitos dizem que o Flamengo tem o melhor elenco do continente e o que faltava era um treinador. Com a chegada de Sampaoli, o casamento parece perfeito. Porém, desde que deixou o Brasil, qual foi o desempenho do argentino?

Olympique de Marselha

Depois de se despedir do Atlético, Sampaoli foi para o Olympique de Marselha. Em um ano no clube francês, ele ganhou reforços como o meia Gerson, do Flamengo, por 25 milhões de euros (cerca de R$ 162 milhões). Também chegaram nomes como os zagueiros Balerdi e Luan Peres, o lateral Lirola, o goleiro Pau López e o meia Guendouzi – estes dois últimos em empréstimo com opção de compra.

Sampaoli conseguiu implementar sua filosofia de jogo e, em sua primeira temporada, ainda sem reforços, terminou o Campeonato Francês na quinta posição. Já em 2021-22, ele teve seus pedidos atendidos e conseguiu terminar a competição na segunda posição, atrás apenas do Paris Saint-Germain.

Mesmo com a volta do Olympique à Champions League, o argentino decidiu deixar o time antes do término do contrato, insatisfeito pela atuação clube no mercado de transferências. Ele venceu 53% dos jogos no comando da equipe de Marselha.

Sevilla

Após deixar o Olympique de Marselha, Sampaoli se transferiu para o Sevilla. O treinador assumiu o time na oitava rodada do Campeonato Espanhol, quando a equipe tinha apenas uma vitória, dois empates e quatro derrotas, ocupando a 16ª posição na tabela de classificação.

Sampaoli não conseguiu resolver a situação do Sevilla. Depois da 26 rodada de LaLiga, a equipe subiu apenas duas posições em relação a quando o argentino chegou, na 14ª colocação. No Campeonato Espanhol, o técnico conseguiu apenas sete vitórias, sete empates e 12 derrotas, dando em um aproveitamento de 35,9%.

Ao todo, Sampaoli esteve à beira do campo como treinador do Sevilla em 30 oportunidades nesta temporada e teve 12 vitórias, seis empates e 12 derrotas, dando em um aproveitamento de 46,6%. Apesar de ter se classificado para as quartas de final da Europa League, inclusive, passando pelo Fenerbahçe de Jorge Jesus nas oitavas, a inconstância do trabalho apresentado não agradou a diretoria do time, que acabou demitindo o técnico argentino.

Boa notícia para Gerson, Marinho e Vidal

Um dos motivos que o flamenguista tem para se animar com a chegada de Jorge Sampaoli é a possível recuperação de Gerson. O meia, que um dia foi amado pela torcida rubro-negra, vive uma fase horrível em sua volta ao time carioca.

Em 13 jogos, o Gerson não marcou nenhum gol e não deu nenhuma assistência. Além disso, tem cometido falhas que não costumava ter, como o pênalti e a expulsão na semifinal do Mundial de Clubes, contra o Al-Hilal.

A boa notícia para o torcedor do Flamengo é que Sampaoli pode ser o nome ideal para recuperar o futebol de Gerson. Ele foi contratado pelo Olympique de Marselha em julho de 2021 a pedido do argentino, que o colocou atuando mais próximo ao gol, em uma função diferente da que jogava no Rubro-Negro em 2019 e 2020. No futebol francês, o “Coringa” marcou 11 gols e deu quatro assistências em 55 jogos, chegou às semifinais da Conference League (sendo eliminado para o Feyenoord) e terminou a League 1 na segunda posição, com 71 pontos (melhor pontuação do time em quatro anos).

Além de Gerson, Marinho é outro jogador que pode se beneficiar com a chegada de Sampaoli. A melhor fase da carreira do atacante foi no Santos, comandado pelo argentino, em 2019. Naquele ano, o camisa 31 do Flamengo marcou oito gols e deu quatro assistências em 27 jogos do Brasileirão, terminando a competição na vice-liderança.

Em dois anos de Flamengo, Marinho não alcançou o número de gols que marcou em um Campeonato Brasileiro com o Santos de Sampaoli. São apenas seis tentos marcados e seis assistências em 43 partidas pelo Rubro-Negro.

Por fim, Arturo Vidal é outro jogador que deverá se beneficiar com a chegada de Jorge Sampaoli. O meia foi treinado pelo argentino na seleção do Chile entre os anos 2013 e 2015. Ao todo, foram 29 jogos juntos, com nove gols do jogador, e um título da Copa América sobre a Argentina. Em parceria, eles também disputaram a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e caiu para a seleção brasileira.

Motivo de preocupação

O argentino não faz um trabalho de mais de dois anos desde 2013, quando assumiu a seleção do Chile e ficou até janeiro de 2016. Após deixar o time chileno, Sampaoli ficou apenas uma temporada no Sevilla, da Espanha, no Santos e Atlético-MG, no Brasil, e assumiu a seleção da Argentina de forma emergencial, antes da Copa do Mundo de 2018, e foi demitido após cair para a França nas oitavas de final da competição. A falta de cumprimento de contrato, a insistência nos pedidos de contratações e o temperamento esquentado são os principais motivos de preocupação do torcedor flamenguista.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.