Salernitana – História, estatísticas e conquistas

A Salernitana foi fundada no ano de 1919, na cidade de Salerno, Campânia. A saber, a sua casa se chama Estádio Arechi e começou a ser construído no ano de 1988, finalizado em 1990, com o jogo de abertura entre Salernitana e Padavo, terminando em 0 x 0.

Antes de tudo, o Salernitana usava as camisas listradas de azul claro e branco, por isso é conhecido até hoje como biancocelesti. Portanto, o azul do uniforme era em referência ao mar, pois a cidade fica ao lado do Golfo de Salerno. Entretanto, no ano de 1940, o clube mudou para as camisas grená, usando até os dias atuais.

Trajetória da Salernitana: fundação, conquistas e ascensão

Primeiramente, o clube passou a maior parte de sua história entre a Série B e C da Itália. Em suma, nos seus primeiros anos, a Salernitana participou dos campeonatos regionais de futebol, jogando por quatro temporadas na década de 1920. Porém, apenas na temporada 1947/48 e 1998/99, que a equipe disputou a Série A.

Posteriormente, no ano de 2005 a instituição faliu, mudando para o nome de Salernitana Calcio 1919. Em seguida, após longos anos de fracassos, na temporada 2011/12, o Salernitana passou em 1º lugar do seu grupo na Série D, sendo promovido para a Série C.

Enfim, a equipe conseguiu o acesso para a Série B no ano de 2015, se mantendo até na temporada 2020/21, onde o clube alcançou o tão sonhado acesso para a Série A, sob o comando do treinador Fabrizio Castori.

Principais títulos

  • 2x campeão Série B (1947 e 1998)
  • 1x Italian Lega Pro Champion (B) (2008)
  • 2x Italian Lega Pro Champion (C) (1966 e 2005)

Mercado de Transferências da Salernitana

Antes de tudo, confira as principais contratações no mercado da bola, vendas, rumores e ídolos.

Jean-Daniel Akpro, da Salernitana para Lazio, por € 12,70 milhões, no mercado de transferências de 2020/21

Decerto, no mercado da bola de 2020, o clube biancocelesti realizou a maior transação da sua história até momento. Após boas atuações pela camisa grená, logo chamou a atenção de olheiros dos clubes italianos.

Em meio a tantos rumores envolvendo o nome do meio-campista, um deles se concretizou. Em síntese, a Lazio desembolsou cerca de R$ 75 milhões pelo atleta.

Gennaro Gattuso, da Salernitana para o Milan, por € 8 milhões , no mercado de transferências de 1999/00

No mercado da bola de 1999, um jovem volante de 20 anos estava surgindo no futebol mundial. Trata-se de Gennaro Gattuso, um dos melhores da posição em sua geração. No meio de tantos rumores, foi contratado pelo Milan por aproximadamente R$ 16 milhões (valor da época).

Logo se tornou titular absoluto, atuando ao lado de grandes jogadores como Pirlo, Seedorf, Kaka, entre outros. Por fim, pela Salernitana foram apenas 47 jogos, entretanto pelo Milan, Gattuso acumula mais de 450 jogos, se tornando um dos grandes ídolos do clube.

Éderson, do Corinthians, por € 6,50 milhões, em 2021/22

No mercado da bola de 2021, o meia brasileiro Éderson, tornou-se a maior contratação da história do clube. Portanto, a Salernitana comprou o jogador do Corinthians por aproximadamente R$ 30 milhões.

Rigobert Song, do Metz, por € 4 milhões, em 1998/99

No mercado da bola 1998/99, a Salernitana trouxe um zagueiro até então desconhecido. Por outro lado, o camaronês Rigobert Song foi considerado um dos melhores zagueiros africanos da sua época. Posteriormente, Song se transferiu para o Liverpool, da Inglaterra.

Giovanni Pisano, o maior artilheiro de todos os tempos do clube

A Salernitana possui poucos jogadores que se identificaram com a camisa grená. Sendo assim, um deles foi o atacante Giovanni Pisano. Atuando de 1992 até 1996, realizou 128 jogos e marcou 61 gols.