Saka revela instinto matador do Arsenal em goleada histórica: ‘Sentimos cheiro de sangue e…

4 minutos de leitura

O Arsenal goleou o West Ham por 6 a 0 na tarde deste domingo (11) em pleno Estádio Olímpico de Londres. Os Gunners fizeram quatro gols no primeiro tempo e praticamente decidiram a partida na metade do jogo. Bukayo Saka marcou dois gols, um de pênalti no primeiro tempo, e outro no segundo. O atacante inglês falou sobre a “fome” da equipe mesmo com o placar elástico ainda no intervalo.

— Estávamos vencendo por quatro a zero no primeiro tempo e poderíamos ter marcado muito mais, inclusive eu. Sentimos cheiro de sangue hoje e partimos para a matança. Estivemos muito bem ao marcar mais e estamos felizes — disse Saka à “Sky Sports” ao final do jogo.

O técnico Mikel Arteta evitou polêmicas ao comentar a fala de Saka. O treinador do Arsenal preferiu exaltar a grande fase do time após vencer o líder da Premier League e um rival de Londres em sequência.

— Cabe a ele (Saka) dizer isso. O que sinto é um time que quer ser cada vez melhor. Da forma como treinaram esta semana, estão totalmente concentrados depois do Liverpool. Cabe dizer que foi um grande teste e que agora tivemos que subir para outro nível para vencer o West Ham. Fizemos isso hoje — disse Arteta em entrevista coletiva após a partida.

Saka chega a 50 gols pelo Arsenal

Com os dois gols neste domingo, Saka se tornou o jogador mais jovem a marcar 50 pelo Arsenal. Alegre, o camisa 7 comemorou a marca de forma descontraída.

— Sério? Para ser sincero, estou muito feliz por ter conseguido isso, mas não tenho certeza se posso estar feliz hoje, perdi algumas chances, sinto que poderia ter marcado mais, mas obviamente é uma grande conquista, estou orgulhoso disso.

Agora o Arsenal tem o mesmo número de pontos que o segundo colocado da Premier League, Manchester City (52), com um jogo a mais, e dois a menos que o líder Liverpool.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.