Saída de Chris Wood choca todos do Burnley

Saída de Chris Wood choca todos do Burnley
Foto: Reprodução/The Athletic

Em primeiro lugar, a janela de transferências já começou, portanto muitas equipes começam a se movimentar. Sobretudo, o Newcastle, que se tornou um dos clubes mais ricos do futebol internacional, movimentou o mercado essa semana. Começou com a chegada de Trippier e, agora, com Chris Wood.

Aliás, na Premier League, Newcastle e Burnley travam uma disputa muito grande contra o rebaixamento. Ambos se encontram na zona de rebaixamento, com os Baggies na 18ª posição e os Magpies, na 19ª. Além do lanterna Norwich, o 17º Watford é o quarto time nessa luta contra a 2ª divisão. Ou seja, apenas um desses quatro podem se salvar.

Sendo assim, a contratação de um atacante pode dar forças para a equipe preta e branca. No entanto, dentro do Burnley, a saída de Chris Wood foi uma grande surpresa, não só pelo destino, como também pela velocidade que a transação teve. A primeira especulação aconteceu no domingo (9), e em 48 horas, o jogador de 30 anos se encaminhava para os seus exames físicos em Newcastle. Como resultado, seu anúncio se tornou oficial hoje.

Dessa forma, os Baggies perdem uma de suas referências no ataque para um adversário direto na luta contra o rebaixamento. Segundo o The Athletic, jogadores e funcionários estão frustrados com a saída repentina e a decisão do jogador em deixar o time. Além disso, pela velocidade da transferência, o clube não possui nenhum alvo do mercado da bola em mente.

Aliás, no elenco atual, a carência atual por atacantes é alta. Apesar de Maxwel Cornet estar com seis gols no ano, o atleta está na Copa Africana de Nações. Sendo assim, as opções atuais são Jay Rodriguez, que não marca na Premier League há 11 meses, e Ben Mee, com apenas dois gols na temporada. Mas, com mais dinheiro no caixa, é provável que o clube busque um centroavante de ofício.

Números de Chris Wood pelo Burnley

Desde sua chegada em 2017, numa transferência de 16.4 milhões de euros, Wood se tornou importante. Ou seja, os 53 gols e nove assistências em 165 jogos foram fundamentais para manter o Burnley na elite do futebol inglês até hoje.