Rússia x Ucrânia: o que o conflito interfere no Futebol

Antes de tudo, nos últimos dias, estamos vendo o conflito Rússia x Ucrânia, e todo esse caso está trazendo várias interferências, até no mundo do esporte.

Por isso, a PL Brasil, te ajuda a entender melhor o conflito, e o que isso muda no futebol.

Como o conflito se iniciou?

A saber, a crise entre Rússia e Ucrânia começou no início de março de 2021.

A Rússia reuniu soldados e munições próximo a fronteira com a Ucrânia, assim como havia feito no episódio da Anexação da Crimeia.

Primeiramente, as tensões entre os países existem desde o anexo da Crimeia, que teve origem após uma revolução ucraniana, no ano de 2013 chamada de Euromaidan.

O governo russo entendeu esse movimento como um golpe de estado, o que fez com que conflitos no Sudeste da Ucrânia acontecessem.

Esses conflitos foram causados por parte do povo russo que vivia na região, pedindo a reunificação à Rússia.

Lembrando que a Ucrânia fez parte da antiga União Soviética. Bem como, outras repúblicas do Leste europeu e, portanto, já fez parte da Rússia.

Logo após, houve um tratado assinado por governantes russos e ucranianos, no dia 18 de março de 2014, tornando oficial a Anexação da República da Crimeia à Rússia.

Retornando ao conflito atual, os Estados Unidos queriam que a Ucrânia, entrasse na OTAN (Organização do Tratado Atlântico-Norte).

Como resultado, a Rússia não concordava com isso, e pediu também, a redução de soldados da OTAN em suas fronteiras, justificando como ”garantias de segurança”.

No fim do mês de outubro de 2021, foi detectado o uso de veículos aéreos não tripulados (UAV), contra a República de Donetsk. Após isso, os oficiais do governo da Rússia, enviaram tropas as fronteiras.

Em novembro de 2021, os Estados Unidos enviaram navios de guerra a região do Mar Negro que pelo Governo Russo, foi descrito como “ameaça a segurança nacional”.

A invasão da Rússia

Após os ocorridos, houveram reuniões entre Estados Unidos e Rússia. No dia 21 de fevereiro, o presidente russo Vladimir Putin, confirmou a independência dos estados de Donbass e Lugansk, apoiada por separatistas pró-russos, o que foi repudiado por países do ocidente.

O presidente também autorizou a invasão de tropas russas a região.

Dessa forma; no dia 24 de fevereiro, a Rússia invadiu o leste da Ucrânia. O exército bombardeou cidades incluindo a capital: Kiev. O presidente Volodymyr Zelenskyy declarou Lei Marcial em toda a Ucrânia.

Quais interferências a invasão teve no futebol ucraniano?

A ver, tivemos uma reunião de emergência da Federação Ucraniana de Futebol ao mesmo tempo com a invasão russa, que decidiu pausar o Campeonato Ucraniano devido a Lei Marcial.

E a final da Champions?

Antecipadamente, a final será no Stade de France em Saint-Denis, substituindo a Gazprom Arena localizada em São Petesburgo, Rússia, devido a guerra.

O que acontece com os jogadores brasileiros na Ucrânia?

Nesse sentido, o Brasil é o país com mais estrangeiros no Campeonato Ucraniano, um total de 30 jogadores.

Entre esses, temos diversos casos: Tentativas de fuga a pé, de metrô, jogadores escondidos em Bunkers…

A princípio, o governo brasileiro irá pedir ajuda dos Estados Unidos para retirar brasileiros que residem na Ucrânia.

Confira um vídeo divulgado pelos jogadores brasileiros na Ucrânia nas redes sociais:

Como resultado, houve uma grande mobilização nas redes sociais, para ajudar os jogadores e familiares.

No dia 27, a federação romena trouxe jogadores que estavam na Ucrânia oferecendo transporte e estrutura de seu CT na chegada ao país.

Por fim, a cobertura sobre o caso entre Rússia x Ucrânia, e como isso vai interferir no mundo do esporte, você confere aqui no site Premier League Brasil.