Rui Silva avalia temporada do Real Betis, e projeta futuro

Rui Silva avalia temporada do Real Betis, e projeta futuro
Foto: Reprodução / Marca

O goleiro português Rui Silva, do Real Betis, deu entrevista ao jornal Marca nesta quinta-feira (2). Dessa forma, o arqueiro analisou a temporada 2022/23 que o Verdiblanco fez. Bem como, elogiou o fato de o clube ter conquistado a Copa do Rei e brigado por uma vaga na Champions League até a última rodada. Por fim, falou que o objetivo do elenco é brigar mais um ano pelas primeiras posições de La Liga.

Rui Silva analisa temporada do Real Betis

Antes de tudo, o goleiro Rui Silva, titular do Real Betis durante a temporada 2022/23, elogiou o time que conseguiu grandes feitos. A saber, os Verdiblancos conquistaram uma Copa do Rei que não vinha para o Benito Villamarin há 17 anos. Bem como, brigou por uma vaga na Champions League.

“Este ano foi espetacular. Mostramos a grandeza do Betis e a contribuição dos torcedores, que mereciam um ano como este. Lutamos até o final por uma vaga na Liga dos Campeões, ficamos entre os quatro primeiros por vários dias, tinha essa ilusão, tentamos até o último dia. Não poderia ser, mas devemos nos orgulhar de conseguir a classificação europeia por mais um ano, quinto lugar, o que é bom financeiramente para o clube e uma Copa del Rey depois de 17 anos, foi uma conquista muito importante“.

Expectativas para o futuro próximo

Por fim, Rui Silva comentou sobre suas expectativas (e do grupo) sobre o futuro futebolístico do Real Betis. De acordo com o goleiro, o objetivo principal é brigar mais uma vez pelas primeiras posições, entre os grandes. Além disso, conquistar uma vaga na Champions League seria um sonho se tornando realidade.

“Estar em um clube como o Bétis, depois de um ano tão bom, acho que sempre temos que aspirar mais. Querer ficar como este ano seria uma acomodação. Se conseguirmos chegar ao fim lutando com os grandes pela Liga dos Campeões, eu acho que o ano que vem você pode tentar desde o início chegar a essas posições que seria um sonho. Temos a Supercopa, temos a Liga Europa para tentar ir o mais longe possível porque pode qualificar você para a Champions Liga se você ganhar, a Copa também… a mais distante de todas as competições. É isso que vamos tentar buscar. Este ano tem sido assim e vamos ver jogo a jogo para ver onde podemos ir , temos que encarar assim para não nos acomodarmos”.