Rui Costa admite interesse em meia português

1 minuto de leitura

Decerto, durante a fala para os torcedores e jornalistas nesta quinta-feira (08), o presidente Rui Costa falou sobre alguns interesses da equipe em jogadores na janela que fechou. Decerto, entre todos os nomes, Ricardo Horta.

Rui Costa admitiu que o Benfica teve interesse no meia, que continuou no Sporting Braga. A equipe tentou até o último minuto, mas o jogo duro da equipe rival fez os encarnados virarem para trazer Draxler:

“Não vou esconder o que todos sabem e estamos cómodos com isso. O Benfica teve interesse no Ricardo Horta, fez uma proposta e podíamos ter trazido no último dia. Contudo, não dependíamos de nós, mas de um acordo entre dois clubes [SC Braga e Málaga]. Acho que é importante esclarecer as pessoas de que esta novela durou por causa disso e não da proposta. Se tivesse surgido a oportunidade de trazer o Ricardo Horta não íamos estar acanhados e podíamos trazer o jogador.”

A negativa de transferência também se deu por questões financeiras. A equipe gastou mais de 30 milhões de Euros em contratações e a pedida do Braga foi alta. Decerto, Rui Costa também explicou os motivos de não gastar todo o dinheiro em Horta:

“O objetivo é preparar o futuro, aliando resultados desportivos aos financeiros. Era importante diminuir ativos e estabilizar a equipa em termos de sucesso desportivo para chegar ao sucesso financeiro. O pilar desportivo é a grande prioridade, mas queremos chegar a resultados financeiros desportivos rapidamente”.

Em suma, o Benfica contratou diversos jogadores, incluindo Enzo Fernández e David Neres, que foram comprados em definitivo. Por outro lado, a equipe ganhou muitos milhões com a venda de Darwín Núñez e fechou seu balanço de forma bastante positiva.

A equipe vem voando no início da temporada, vencendo todas as partidas oficiais até aqui e a liderança do Português.

Foto destaque: Reprodução/SLB

 

Robert Ferreira
Robert Ferreira

Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!