Roger Schmidt elogia jogadores e revela motivação para vitória

1 minuto de leitura

O treinador Roger Schmidt falou sobre a grande vitória do Benfica na Champions League, por 2 x 1, sobre a Juventus. Decerto, o alemão se mostrou feliz na entrevista pós jogo e rasgou elogios aos jogadores que viraram o placar dentro do campo rival, na Itália.

Dois dos nomes mais falados pelos torcedores e analistas, o meia Enzo Fernández e o zagueiro António Silva desempenharam grande papel no 2 x 1. Primeiro, o volante argentino é “completo”, de acordo com o comandante. Depois, os elogios foram ao defensor de apenas 18 anos, estreante em Champions League e segunda vez titular na carreira:

“Já tive oportunidade de o dizer, o Enzo é completo, grande jogador com e sem bola e grande pessoa. É muito jovem e está no sítio certo para evoluir. O António [Silva] está a jogar a este nível com 18 anos, é algo muito especial, mas já tinha mostrado na pré-época que é um grande talento e que está pronto, não joga como um jovem que está a adaptar-se ao futebol profissional, mostra sim que está pronto para o futebol de topo e fez um grande jogo com o Nico, inclusive nos momentos mais difíceis que a equipa passou no início. É já um jogador muito fiável para jogar ao mais alto nível”.

Em suma, o treinador alemão ainda revelou que fez um trabalho diferente com o elenco, visando a virada do resultado, que deu certo. Entretanto, não quis revelar a fala no vestiário, apenas dando a entender que houve algo à mais que a parte motivacional:

“Disse-lhes a verdade. Disse-lhes que não estavam a jogar como uma equipa de topo e como uma equipa que queria ganhar o jogo. Na segunda parte mostrámos a diferença, com mais agressividade e mais atitude. Não era tanto uma questão tática, era mais uma questão de acreditarmos em nós e no nosso futebol”.

Foto destaque: Reprodução/SLB

Robert Ferreira
Robert Ferreira

Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!