Robins e o protagonismo inclusivo

Fundação dos Robins em prol da Saúde Mental
Projeto em prol da interação social. Foto: (Divulgação/ BCFC).

No dia da Saúde Mental a Fundação dos Robins demonstra habilidade e show de bola em celebração à vida. Nesse sentido, as atividades tem como objetivo organizar um local de maior acolhimento e nisso a entidade é protagonista.

Em primeiro lugar, a sociedade sentiu os impactos da pandemia na sua saúde mental. Além disso, a Covid-19 transformou a humanidade. Ou seja, as formas de se relacionar já não eram as mesmas e tudo teve de se adaptar. Contudo, a doença global afetou negativamente todas as dimensões da vida.

Afinal, saúde mental das pessoas em tempos de confinamento e temor pelo risco de adoecimento e morte foi a pauta principal. Por outro lado, a partir das sessões e projetos da Fundação Bristol City Robins, o esporte chegou a todos, sem depender da idade ou capacidade física.

Fundação Bristol City Robins

Antes de tudo, os projetos sociais são essenciais para a inclusão social. Isso é, facilita a capacitação de crianças, adolescentes, jovens e idosos. Nesse sentido, a ação social possibilita um ambiente melhor e de maiores oportunidades. De fato, o Bristol City com a iniciativa se tornou um exemplo aos clubes rivais.

Afim de, educar e sociabilizar por meio da cultura. Bem como, o grupo busca acolher e valorizar em um ambiente que sempre incentiva, educa e cuida das famílias em situação de vulnerabilidade social.

Robins em prol da Saúde Mental

A princípio, para compensar a falta ou carência a Fundação leva auxílio social até as famílias participantes do projeto. Da mesma forma, o primeiro pensamento é o de  canalizar as energias para atividades positivas.

Além disso, as doações de alimentos são feitas por meio dos funcionários entregaram todo o suporte aos jovens e adultos. Por fim, o trabalho realizado na comunidade local e chega a milhares de pessoas.