A marcante carreira de Robbie Fowler: um dos grandes da história da Premier League

Gols, lesões e polêmicas: conheça mais do ex-atacante dos Reds

1
740
A marcante carreira de Robbie Fowler: um dos grandes da história da Premier League
Clive Brunskill/ALLSPORT

Robbie Fowler no Liverpool: uma história intensa, com início meteórico, lesões graves, episódios polêmicos e muitos gols. A PL Brasil te conta mais sobre a carreira do ex-atacante inglês, um dos grandes da história da Premier League.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • O LIVERPOOL QUE BATEU NA TRAVE!

A marcante carreira de Fowler

Início no Liverpool: o garoto espantou a Inglaterra

O começo da trajetória de Fowler no time vermelho de Merseyside se deu como jogador das categorias de base do clube.

Allsport/Getty Images

Robbie Fowler estreou pelo Liverpool no dia 22 de setembro de 1993, marcando um gol na vitória por 3 a 1 contra o Fulham. Além disso, no segundo jogo contra o Cottagers, pela Copa da Liga Inglesa, o jovem atacante inglês marcou os cinco gols na vitória por 5 a 0.

Assim, o atacante chamou a atenção por sua naturalidade na hora de marcar gols. Com um hat trick no seu quinto jogo pela Premier League, contra o Southampton, e uma sequência de 13 gols em seus primeiros 15 jogos.

Contudo, em jogo contra o Bristol City, ocorreu a primeira grave lesão na carreira do inglês: uma fratura no tornozelo o afastou dos gramados por quase dois meses. O retorno se deu de forma lenta, o que resultou em apenas três gols nos 11 jogos restantes até o final da temporada 1993/1994. Porém, ainda assim, Fowler terminou sua primeira temporada como profissional com um gol a mais que o lendário Ian Rush.

Leia mais: Ian Rush: conheça o maior artilheiro da história do Liverpool

A afirmação de uma nova estrela

Na temporada seguinte, Robbie Fowler demonstrou que era um atacante com talento fora do comum, sobretudo, em um dos jogos mais marcantes de sua carreira. Contra o Arsenal o inglês marcou um hat trick em apenas quatro minutos e 33 segundos, feito que se estabeleceu como recorde na Premier League. Tal façanha perdurou até Sadio Mané marcar três gols em dois minutos e 56 segundos, em 2015, pelo Southampton.

Durante a temporada 1994/1995, Fowler, ainda muito novo, se consolidou enquanto um dos principais atacantes da liga, marcando 25 gols em 42 jogos. Além disso, acabou sendo coroado com o prêmio de Jogador Jovem do Ano na Premier League e o título da Copa da Liga Inglesa, em final contra o Bolton.

Leia mais: Os maiores artilheiros da história do Liverpool

O protagonismo na Premier League e a estreia na seleção da Inglaterra

De forma inesperada, Robbie Fowler iniciou a temporada no banco de reservas, dando lugar a Stan Collymore, que por sua vez, sofreu uma lesão. Portanto, fora a oportunidade necessária para Fowler retomar a titularidade na equipe.

Após início lento, o jovem inglês marcou quatro gols contra o Bolton, no dia 23 de setembro de 1995. A partir daquele momento, continuou fazendo gols e se afirmando como um dos principais atacantes da Europa.

Em jogo contra o Manchester United, quando todas as atenções estavam voltadas para o retorno de Eric Cantona ao futebol, o inglês roubou a cena, marcando dois gols no empate por 2 a 2.

A lista de grandes atuações de Fowler na temporada foi imensa, incluindo um novo hat trick contra o Arsenal, além de dois gols na semifinal da Copa da Inglaterra contra o Aston Villa. Diante disso, os inúmeros gols levaram o atacante até a seleção da Inglaterra, realizando sua estreia no dia 27 de março de 1996.

Desse modo, as grandes atuações fizeram com que Fowler fosse convocado para a Eurocopa daquele ano, mesmo como reserva. Tendo em vista, que a dupla de ataque era formada pelos lendários Alan Shearer e Teddy Sheringham. Na competição, a Inglaterra chegou até as semifinais, sendo eliminada pela Alemanha, que se sagrou campeã do torneio.

Stu Forster/Getty Images

Porém, a grande temporada do jovem inglês, novamente premiado Jogador Jovem do Ano da Premier League, e com incríveis 28 gols, não foi suficiente para bater o Manchester United na final da FA Cup daquela temporada.

A construção de um personagem histórico além dos gols

Após uma temporada incrível, esperava-se que Robbie Fowler continuasse a crescer cada vez mais com a camisa dos Reds. Contudo, logo no início de agosto, o inglês sofreu uma lesão que acabou atrapalhando consideravelmente seus primeiros jogos.

Além disso, após nova lesão , o inglês finalmente teve uma sequência, digna de um dos melhores atacantes do mundo: 17 gols em 15 jogos. No dia 14 de dezembro daquele ano, o inglês marcou 4 gols em jogo contra o Middlesbrough e atingiu a marca de 100 gols com a camisa do Liverpool em apenas 165 jogos, o que por sua vez, representava um recorde como o jogador a atingir tal feito com o menor número de jogos, superando o lendário Ian Rush.

Aquela temporada guardou ainda dois momentos emblemáticos na carreira de Robbie Fowler: o primeiro, dentro de campo, em um jogo contra o Arsenal, quando em dividida com o goleiro Seaman, o juiz marcou um pênalti mesmo após o atacante confessar que havia simulado. Diante disso, voluntariamente, o atleta do Liverpool errou a cobrança da penalidade, algo que rendeu a admiração de diversas personalidades do futebol.

Robbie Fowler e David Seaman
Gary M Prior/Allsport

Robbie Fowler voltou às manchetes devido a sua manifestação pública em favor dos trabalhadores de Albert Docks – região do porto de Liverpool – que desde 1995 estavam em disputa com a Mersey Docks and Harbour Company.

Portanto, em partida contra o Brann, clube norueguês, o atacante utilizou uma camisa demonstrando apoio aos trabalhadores de Albert Docks que haviam sido demitidos injustamente.

Uma grave lesão e o declínio no Liverpool 

As aparições nas manchetes por motivos extracampo se tornaram cada vez mais constantes, assim como a ocorrência de lesões, incluindo a mais grave de sua carreira. Em jogo contra o Everton, após colisão com o goleiro adversário, o inglês rompeu os ligamentos do joelho e ficou afastado do futebol por sete meses.

Conforme o esperado, tais acontecimentos levaram a uma queda no rendimento de Robbie Fowler pelo Liverpool. Durante os anos seguintes, o inglês continuou convivendo com polêmicas, lesões e gols.

Porém, a maior de todas as polêmicas em sua carreira viria a ocorrer justamente em um clássico contra o Everton, em 1999, após marcar dois gols na vitória por 3 a 2, Robbie Fowler comemorou seu primeiro jogo “cheirando” a linha do campo em frente a torcida dos rivais. Por sua vez, algo que serviu como resposta as acusações, por parte dos torcedores dos Toffees, de que o atacante dos Reds era usuário de cocaína.

Fowler x Everton
Ross Kinnaird/Allsport

Os anos finais da trajetória de Robbie Fowler no Liverpool foram marcados por perca do protagonismo e desgaste com o técnico Gerard Houllier. Contudo, não impediu o clube de conquistar o título da Copa da Uefa em final vencida por 5 a 4 contra o Alavés, no ano de 2001.

Leia mais: 2000/2001: A temporada de Bola de Ouro de Michael Owen

A chegada ao histórico Leeds United

Diante disso, após quase dez anos, a história de Fowler em Anfield chegaria ao fim. Em novembro de 2001, fora anunciada a venda do atacante inglês ao Leeds United por 11 milhões e 75 mil libras. O clube da região de Yorkshire contava com grandes jogadores, como Rio Ferdinand, Harry Kewell, Mark Viduka e Robbie Keane.

Na temporada anterior à chegada de Fowler, o Leeds obteve enorme sucesso, com o quarto lugar na Premier League e a ida até a semifinal da Champions League. Sendo reserva, Robbie Fowler conseguiu contribuir com 12 gols e ajudou o Leeds a obter a quinta colocação na Premier League na temporada de estreia.

Fowler Leeds United
Alex Livesey/Getty Images

Os graves problemas financeiros acabaram contribuindo para uma queda no desempenho do time. Na temporada 2002/2003, lutou para não cair, terminando o campeonato na 15ª colocação.

Leia mais: Rio Ferdinand: como o balé moldou um dos melhores zagueiros do mundo

A peregrinação por diversos clubes até o fim da carreira

Robbie Fowler seguiu rumo ao Manchester City, clube que defendeu durante três anos e marcou 27 gols em 92 partidas.

Fowler Manchester City
Laurence Griffiths/Getty Images

Após sua passagem pelo lado azul de Manchester, o atacante inglês retornou aos gramados de Anfield, para a temporada 2006/2007, através de um empréstimo. Sob o comando de Rafa Benitez, Fowler conseguiu contribuir com alguns gols, totalizando incríveis 183 gols em 369 jogos.

Robbie Fowler Rafa Benitez Liverpool
Phil Cole/Getty Images

Após deixar novamente os gramados de Anfield atuou pelo Cardiff e passou pelo Blackburn rumou para jogar no futebol australiano. Na Austrália, teve passagem por North Queensland Fury e Perth Glory, com 18 gols e quatro assistências em 54 jogos na sua caminhada na Oceania.

Aos 35 anos, o histórico atacante inglês ainda realizou passagem pelo futebol da Tailândia (Muangthong United) e na índia (Kolkata), finalizando sua carreira em 2015.

Robbie Fowler pode ser lembrado como um dos grandes atacantes da história da Premier League, marcado por lesões que o impediram de ser ainda maior e que será lembrado sempre pelos gols e polêmicas que colecionou.

Não há posts para exibir

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here