Riyad Mahrez – Mercado da Bola, Transferências, Rumores e Estatísticas

0
473
Foto destaque: Reprodução/Manchester City FC/Getty Images)

Riyad Mahrez é um ponta-direita que atua pelo Manchester City desde 2018. Chegou à equipe após o clube contratar o jogador no mercado da bola do Leicester City, time em que ficou marcado na história ao participar da grande conquista da Premier League em 2016.

Atualmente, o atacante de origem argelina, nasceu na França, em Sarcelles, e é uma parte essencial do elenco do técnico espanhol Pep Guardiola, que bateu na trave em sua busca de conquistar a UEFA Champions League da temporada 2020/21. O time sofreu uma derrota por 1 x 0 na final para o Chelsea.

Riyad Mahrez – Início de carreira

Mahrez tem o futebol na veia. Isso porque seu pai, Ahmed, jogou futebol na Argélia. Seguindo os passos do pai, começou a jogar bola em 2004, nas categorias de base do modesto AAS Sarcelles, clube formador da França.

Chegou a fazer um teste de dois meses no clube escocês St Mirren, mas não ficou devido ao tempo frio. Eventualmente, o jogador subia para o profissional do clube e assim continuou até 2009.

Posteriormente, foi adquirido pelo Quimper no mercado da bola, clube do qual jogou somente no profissional, fazendo 22 partidas e marcando dois gols em sua primeira temporada pelo clube.

Em seguida, após um ano no clube, o argelino teve a oportunidade de atuar no time B do Le Havre, movimentando o mercado de transferências, chegando a alimentar rumores de que recusou propostas de equipes francesas como Paris Saint-Germain e Olympique de Marseille.

Então, o atacante marcou 10 gols e anotou 12 assistências pelo clube, até chamar a atenção de um olheiro do Leicester City, que o comprou no mercado de transferências. Assim, Mahrez teve a virada de chave em sua carreira.

Trajetória, conquistas e highlights de Riyad Mahrez

Em seguida, Mahrez embarcou em Leicester com apenas 23 anos. O jogador foi peça-chave no processo de crescimento dos Foxes dentro do futebol inglês. Quando chegou, o clube ainda estava na EFL Championship, 2ª divisão inglesa. Assim, o atleta participou do time que foi campeão naquele ano e conseguiu o acesso.

Desde quando o Leicester lutava apenas para se manter na Premier League. Logo, a dupla Mahrez e Vardy já começava a dar frutos para o time que seria campeão inglês na temporada de 2015/16. Sendo assim, nessa temporada, além de faturar o título, Mahrez foi escolhido para a seleção ideal do torneio após distribuir 17  gols e 10 assistências.

O jogador acabou sendo coroado como o melhor jogador da competição após o time fazer história e conquistar um dos títulos mais improváveis de todos os tempos.

Dessa forma, na temporada 2016/17, Mahrez manteve o nível de suas performances e acabou sendo escolhido o Jogador Africano do Ano pela BBC. Além disso, foi nominado em 7º lugar na corrida pela Bola de Ouro, alimentando mais rumores de sua saída no mercado da bola para um gigante do futebol inglês. Então, após mais uma temporada o jogador se despediu do Leicester e embarcou rumo ao Manchester City.

Arsenal transfer news: Leicester City winger Riyad Mahrez says 'it is possible that I stay, it is possible that I leave' | The Independent | The Independent
Mahrez beija a taça da Premier League de 2015-2016, título inédito na história do Leicester City (Divulgação/Leicester)

Transferências e Mercado da Bola de Riyad Mahrez

Em 2014, o Leicester pagou apenas 500 mil euros pela contratação do jogador. Quatro anos depois, o clube concretizou sua venda por 67,8 de milhões de euros para o Manchester City no mercado de transferências. Em sua avaliação de mercado mais recente, seu valor estimado é de 42 milhões de euros no mercado da bola, de acordo com o Transfermarkt.

Por fim, o jogador possui contrato vigente com o City até o fim de 2023 e não possui pretendentes no mercado atualmente. A tendência é de que o jogador permaneça no clube pelo menos para a próxima temporada.

O ponta-direita chegou aos Citizens com um certo prestígio após as suas realizações nos anos anteriores. Porém, seu início no clube não foi como o esperado pela mídia e pelos torcedores. Mahrez amargou o banco de reservas por duas temporadas, situação que fez até Pep Guardiola lamentar a falta de oportunidades do jogador, em entrevista concedida a Sky Sports em fevereiro de 2019.

Pep Guardiola never liked Riyad Mahrez' - Joe Hart - The Heritage Times
Guardiola orienta Mahrez durante jogo do Manchester City.

A partir daí, o argelino foi buscando seu espaço de pouco a pouco, até que as oportunidades começaram a aparecer. Eventualmente, o jogador acabou tomando a vaga de Sterling no começo da temporada passada.

Desde então, rumores de que Mahrez vem sendo o preterido do técnico espanhol nos 11 iniciais do time de Manchester. Ao todo, foram 48 jogos, 14 gols e nove assistências, além da firmação que finalmente chegou para o craque, que foi bastante elogiado pelo técnico.

Seleção Argelina

Podendo defender a França, país que nasceu, Riyad Mahrez optou por defender o país de origem, a Argélia, nação de seus pais e onde passava férias. Em 31 de maio de 2014, Mahrez fez sua estreia internacional pelo Desert Foxes como titular em um amistoso pré-Copa do Mundo contra a Armênia.

Foi convocado para a Copa do Mundo FIFA 2014. A mídia argelina criticou sua inclusão e alegou que ele pagou ao técnico Vahid Halilhodžić por uma vaga no time. Mahrez jogou no jogo de abertura do grupo contra a Bélgica. Em seguida, foi preterido do restante do torneio, no qual a Argélia chegou às oitavas de final. Conquistou a Copa das Nações Africanas em 2019 com sua seleção.

Artigo anteriorCódigo Promocional Sportingbet 2021: Até R$320 de Bônus
Próximo artigoPalpite, Prognóstico e Odds para Barnsley x Luton Town – 17/08
Me chamo Rafael, tenho 20 anos e estou no começo da minha jornada para me tornar jornalista esportivo. Antes de chegar ao PL Brasil participei de um portal independente, cobrindo jogos do top six da Premier League. Também participo de um podcast com meus colegas de faculdade voltado para o futebol paulista. Desde pequeno sou apaixonado por esportes, e nos meus textos procuro passar para os leitores o futebol pela minha visão, com emoção e debate andando juntos, e por isso decidi me tornar jornalista.